África

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Pimentamas.jpg Este artigo é queeeente...

Entre numa geladeira e chupe um picolé!

Clique aqui e veja outros artigos pegando fogo.


ExclamationAlertStyle.jpg Leia nas entrelinhas! Este artigo contém piadas que você só vai enxergar se passar o mouse por cima dos links!
Não se sabe por que, mas o mundo tem prazer em foder a África.

Cquote1.png Você quis dizer: Bahia Cquote2.png
Google sobre África
Cquote1.png Experimente também: Ebola Cquote2.png
Sugestão do Google para África
Cquote1.png Experimente também: Bahia Cquote2.png
Sugestão do Google para África
Cquote1.png Você quis dizer: AIDS Cquote2.png
Google sobre África
Cquote1.png Você quis dizer: Pau grande Cquote2.png
Google sobre África
Cquote1.png Você quis dizer: Seu continente de origem Cquote2.png
Google sobre África
Cquote1.png Você quis dizer: Para onde as almas perdidas vão após a morte Cquote2.png
Google sobre África
Cquote1.png Você quis dizer: Rio de Janeiro Cquote2.png
Google sobre África
Cquote1.png Um país assolado por desgraças históricas ao qual devemos estender a arm... mão amiga Cquote2.png
George W. Bush sobre a África
Cquote1.png Putz, tinha esse também, né?! Esqueci... Cquote2.png
Deus sobre África
Cquote1.png Se suar fosse coisa de rico os africanos nasciam sem suvaco Cquote2.png
George W.Bush sobre Africa
Cquote1.png Sabe por que o Globo Esporte não passa na África? Por que ele só passa na hora do almoço!!!! Cquote2.png
Guri Idiota sobre África
Cquote1.png Vamos salvar essa nação! Cquote2.png
Bono Vox sobre África
Cquote1.png Por que Papai Noel não passa na África? Por que criança que não come não ganha presente. Cquote2.png
Moleque piadista

Cquote1.png A única coisa positiva na África é o exame de HIV. Cquote2.png
Oscar Wilde sobre a África
McDonalds chegando na África.

Cquote1.png Seu objetivo é: conquistar na totalidade a Ásia e a África. Cquote2.png
War sobre África
Cquote1.png Sei qual é, é aquele onde todo mundo tem olho puxado, né? Cquote2.png
Carla Perez sobre África
Cquote1.png "Salve os meus irmãos africanos e lusitanos, do outro lado do Oceano. O Atlântico é pequeno para nos separar, porque o sangue é mais forte que a água do mar". Cquote2.png
Gabriel, O Pensador sobre a África

A Brasil África (também conhecida como Motumbolândia, Acre, Terra de Ninguém, Pior Lugar do Mundo, Casa do Mano Brown, Terra das Piramides e das Múmias Onde Judas Perdeu As Botas, Bahia, Planeta dos Macacos ou Abaixo de Nada) é um continente - e não um país, como todo mundo pensa. E é o continente mais bem dotado e mais pobre do universo planeta.

História[editar]

Nelson Mandela e Mandela Jr., personagens fundamentais na história da África.

Tudo começou quando os europeus, insatisfeitos em foder com o próprio povo e território, acharam pouco e querendo foder com os outros ainda mais, tiveram a jeguial "genial" ideia de sair de seus países do tamanho de uma bostinha, pra descer a lenha em outros países maiores ainda. Foi quando chegaram na África. Ao desembarcarem, viram o tamanho da piroca dos negões e ficaram com muita inveja, e então decidiram colonizar aquele lugar, prender os negões e transporta-los em navios, e cada um ganhando uma doença de brinde. Os que sobreviviam eram mandados de volta pra África pra foder com tudo por lá e virarem ditadores.

As mulheres europeias, não satisfeitas com o bando de peru murcho dos europeus, ao verem os africanos, decidiram pular a cerca e dar pros negões. Foi aí que o ódio dos europeus ficou maior ainda, e então decidiram que dali por diante iriam acabar com a porra toda.

Após a escravidão colonial, algumas colônias pequenas mas economicamente importantes do Líbano nas cidades costeiras da África Ocidental e África Oriental entraram em conflito por terras férteis. A África do Sul liderada por Nelson Mandela tomou a frente da esquerda e Usain Bolt liderou uma frota da direita de navios da ilha da Jamaica contra Mandela. Mandela contava apenas com dois teco-tecos de combate e pouco pode fazer contra Bolt. Eles invadiram Madagascar e cercaram a tropa de Mandela numa floresta do Congo. A cabeça de Mandela Jr. foi fincada numa lança e exposta numa procissão. Porém os vitoriosos não sabiam que o exército de Mandela estava contaminado com uma nova doença terrível e fulminante chamada AIDS. O exército de Bolt foi completamente infestado e em poucos meses a doença havia se espalhado por todo o mundo.

Geografia[editar]

A relação entre europeus e africanos sempre foi mais ou menos assim.

O continente é basicamente composto de savanas e AIDS. A África é dividida em três países: Angola, Egito, e África do Sul. Tem mais um espaço grande e deserto entre o Egito e a África do Sul que alguns consideram uma tal de Nigéria como um possível quarto país.

Típica criança Carioca africana.

O Egito é conhecido por ser talvez o menos pobre do continente, e é um pouquinho mais "claro" do que os outros países devido ao fato de que os árabes invadiram a região e expulsaram quase todos os pretos de lá (por puro racismo, pois odiavam os faraós por eles terem a aparência idêntica a dos negrões da NBA - e o basquete era proibido pelo Koran). É muito famoso por causa de suas pirâmides e suas múmias. A cultura local fala sobre histórias de múmias que voltaram á vida, e agora esses terríveis corpos decompostos magrelos andam pelo deserto, mas recentemente foi descoberto que essas supostas múmias vivas são na verdade imigrantes sul-africanos infectado pela AIDS e mais umas 30 doenças comuns no continente tentando achar um lugar menos pior para morrerem.

Angola é a parte do país que tem mais florestas de cerrado, leões, girafas, elefantes, mosquitos com malária e chimpanzés correndo pelos campos. Indiana Jones sempre passa por aqui para roubar algum tesouro milenar. É bem aquilo que você vê nos filmes de Hollywood mesmo. Ao se aventurar nessas terras épicas em busca de tesouros, tome cuidado, pois um índio pode te surpreender por trás com uma enorme vara afro-descendente.

Para além da costa leste da África fica a ilha de Madagascar. Um lugar 95% composto de florestas, com muitos lêmures, leões, chimpanzés, zebras, girafas, etc.

Na região meridional existe a África do Sul. O povo de lá parece ser mais evoluído (apenas parece) que do resto da África, pois conseguiram desenvolver novas armas além de lanças e pedras para caçar, como a poderosa Vuvuzela, a AIDS, e acredite se quiser, até aprenderam a jogar futebol. O país sofreu muito com o Apartheid, e ainda existem alguns caras pálidas vivendo por lá, porém eles ficam confinados em suas casas 24 horas por dia. Pois podem ser estuprados (e serão) se tentarem sair de casa.

Graças a confiabilíssima ONÚ, esse magnífico continente teve uma grande alegria na última semana ao receber dádiva de estar liderando algo no mundo.

Condições de morte vida.[editar]

Alguns africanos constroem suas casas com madeira, e usam bastante esterco pra colar tudo. Alguns vivem nas ruas mesmo (que ruas?), e outros cavam buracos no meio da terra para ficarem protegidos ou aproveitam e morrem ali mesmo, pois já serve como túmulo. Mas a maioria vive mesmo como símios no meio do mato, pulando de galho em galho.

Assim como no Brasil, não existe saneamento básico em lugar nenhum da África. Para eliminar as fezes, as pessoas utilizam potes para defecar e baldes para mijar, e guardam tudo para depois usarem na construção civil.

Para construir ruas e vias públicas, na falta de material para obter piche, eles colocam vários africanos deitados em fileira numa estrada de barro, e passam com o rolo compressor por cima. Para fazer as faixas de pedestres, é o mesmo esquema, só que com branquelos europeus capturados.

Alguns africanos mais expertos conseguiram domar a arte da construção, e criaram estaleiros onde produzem canoas fabricadas com caixas de uva, que usam para tentar atravessar o mar até chegarem à Zoropa — só para depois serem deportados novamente. Sabem que sempre vão falhar, mas fazem isso apenas por diversão mesmo.

Ditador africano.

Como falta remédios nos países africanos, é preciso ter certeza de que o paciente está realmente doente, e não desperdiçar com doença psicológica. Por isso eles tem uma brilhante técnica para saber se o paciente está realmente doente, que é a seguinte; se o paciente morrer a doença é real, se não morrer é psicológica .


Cultura[editar]

A base da alimentação do povo africano se baseia em barro, pedras, e fezes de animais.

O esporte favorito dos africanos é uma brincadeira chamada Campo Minado (isso é, depois dos estupros, e saques à navios cargueiros na costa da Somalia, lógico). A brincadeira é o seguinte: Durante as guerras tribais na África (que acontecem de 15 em 15 minutos), a melhor estratégia que os ogans africanos conhecem, é criar dezenas de campos minados em todos os lugares. O problema é que eles nunca se lembram aonde colocaram esses campos. Então, o jogo é o seguinte: Quem achar o campo minado primeiro, perde (Perde o jogo, e perde uma das pernas).

Típicos ex-jogadores de Campo Minado. Esses aí tentaram jogar mas perderam.

A educação da Africa é ótima. Na escola, as crianças recebem todo material didático necessário (Uma AK47, e algumas minas terrestres), tudo pago pelo desgoverno. Aos 8 anos já aprendem a estuprar e recebem AIDS na graduação.

Ao contrário do que muitos pensam, a África não é de tudo ruim. Porque ao contrário de países como Estados Unidos, os africanos não possuem problemas de peso, porque simplesmente não existe um único habitante no continente que seja obeso.

O esporte mais praticado na África é o estupro. Lá isso serve pra qualquer coisa, qualquer coisa MESMO! Serve para espalhar a AIDS, arrumar uma namorada, fazer as mulheres voltarem pra cozinha, educar seus filhos, pagar a conta de luz, demonstrar carinho com a sogra, tratar doenças, fazer curativos, aprender a ler e escrever, brincar com os amigos, andar de bicicleta, pintar a casa, lavar a louça, telefonar, malhar, ouvir música, fazer o dever de casa ou pode ser usado como um simples passatempo.

DesOrganização Africana[editar]

O chifre africano é nada mais nada menos do que o norte da África, para alguns acéfalos, a África do Norte, um território conjunto que foi criado pela ONU para tentar organizar a população aidética (basicamente todos) da África Oriental e alguns invasores em uma fila indiana única nas campanhas anti-fome organizadas pela mesma, que dividiu a África na parte oriental e ocidental. Na ocidental, daria hambúrgueres, feijoadas, churrasco, coca-cola e bacon canadense, na Oriental, gelo (original da Rússia), vodka, sushi, peixe, insetos (os mesmos que os chineses comem) e comida típica australiana (vide Canguru assado ao molho shoyu). Essa organização veio para substituir a de milhares de filinhas em vários países diferentes, o que causava extrema confusão do tipo Estão dando mais comida pra eles do que pra nós! Por isso que eles correm tanto, porque tem mais comida! A nação mais conhecida é a Piramidelândia, onde está a sede da ONU, na pirâmide-mor, ou seja, a que contém a tumba de Cleópatra e de mais de oito mil caçadores de tesouros que morreram sem saber que ali o máximo de tesouro que podiam encontrar era uma montanha de tijolos de alta qualidade para os padrões ocidentais de construção, além, é claro, de toneladas de Papiro, que sem dúvida é um papel de qualidade muito superior às folhas de papel Chamequinho que você está acostumado a usar como papel higiênico.

O nascimento de um africano.

Como essa fila é organizada[editar]

Na verdade os primeiros da fila SEMPRE são os quenianos, pois estes saem de seu país e chegam à área do Egito antes mesmo dos egípcios, demorando algo em torno de 2 minutos correndo. Se bem que eles param para descansar algumas vezes, e nem todos que saem conseguem chegar pois a comida acaba e eles tem que comer uns aos outros, mas isso não vem ao caso. Logo depois, obviamente, os egípcios, estes que geralmente chegam com seus camelos tunados vendendo água para os demais homenídeos que ficam na fila para conseguir um saco de feijão. Notadamente, é uma água natural mineral das melhores miragens fontes de água do deserto do Saara, o que acaba até monopolizando o mercado de água comercializada na fila de espera.

Na imagem, podemos constatar que a fama de os africanos serem avantajados é verdadeira. Assim como a enorme perereca amarela européia capturada pelo pirocudo.

Logo após vêm a parte preferencial para micos azuis quem é de Seychelles, que, é dotado de um território enorme e por isso tem um número populacional proporcional a seu tamanho. Para alguns egípcios, ver alguém oriundo de Seychelles significa uma das maiores miragens do Universo e por isso o mesmo deve ser sacrificado e mumificado na hora. Logo atrás viria quem é de Madagascar, mas, é uma ilha, e os barcos que buscam o povo na realidade são tão potentes quanto as barcas que ligam o Rio de Janeiro à Papa-goiabalândia e demoram em média 2 dias para ligar. E com sua velocidade celestial mais 7 pra chegar ao seu destino, ou seja, quem é de Madagascar chega no Centro de distribuição de alimentos da ONU quando os mesmos já acabaram. Recentemente o filme que fala sobre o país proporcionou uma renda suficiente para comprar uma canoa com remadores de olimpíadas para ajudar no transporte dos mesmos. O resto de todo o dinheiro acabou indo pros piratas da Somália, que você saberá mais sobre eles mais embaixo.

Aliás, a Somália é o único cuja população não tem lugar na fila, uma vez que seus piratas decidiram vender dar seu lugarzinho para outros países vizinhos, uma vez que o povo da área se acostumou com o caviar e os molhos indianos que são furtados dos navios Ocidentais quando os mesmos passam na área do mar da Somália (a.K.a. Quintal dos piratas), fazendo com que feijão, arroz, e um bife como complemento(vez em quando frango) ficassem extremamente simples. Mas na verdade quem come tudo são os piratas, boa parte da população acaba por invadir a enorme fila da ONU se passando por pessoas de outros países. Mas, como a ONU é da Europa e dos EUA, e, esses, como pessoas alienadas que são não vêem diferença, dão assim mesmo. Para sorte dos somalis.

O pessoal de Moçambique geralmente é o último da fila. O motivo é bem simples; eles foram colonizados pelos caras pálidas portugueses, assim como os brasileiros, e por isso não falam mais nenhum idioma nativo. O fato de ser o único país que fala a língua portuguesa na África (o que significa que ninguém entende o que eles dizem), contribuiu para eles não terem entendido que aquela fila não era uma roda que cobria todo o continente para dançar quadrilha, mas sim a fila para conseguir alimentos.

Filmes[editar]

Filmaço produzido pela África: http://www.youtube.com/watch?v=CrtqZEobJSg

As regras da sobrevivência na África[editar]

Um africano comemorando um gol.
  1. O que não pode ser comido, pode ser estuprado, mesmo que seja o corpo de um animal em decomposição.
  2. Estupros podem ser usados para qualquer coisa. Isso inclui desde curar gripe comum, até um simples passatempo.
  3. Os curandeiros tribais da África dizem que estupros podem curar a AIDS. O que não é verdade!
  4. A resposta para qualquer conflito militar é apenas uma: Construa mais campos minados!
  5. Não faça nenhuma doação para a África! Seu dinheiro não vai ajudar as crianças famintas, vai tudo pros bolsos dos donos da Globo.
  6. Porquê não passa Globo Esporte na África? Porque passa depois do almoço... Dãdãdãdãdãããããã! (2 segundos depois o coitado morreu)

Tipos de países encontrados no continente[editar]

  • País rico - Non ecsiste
  • País de carioca favelado - Claro que sim
  • País que o Bush odeia ama - Sim
  • País que tem línguas esquisitas - Sim
  • País em guerra - Sim, a cada 48 segundos
  • País que tem mão de obra barata - Não tem, o povo morre antes de começar a trabalhar...
  • País... só um país mesmo, sem treta, sem Ebola, sem nada (em exploração)

Ver também[editar]


TOTO.jpg
África
v d e h

Países: África do Sul | Angola | Argélia | Benim | Botswana | Burkina Faso | Burundi | Cabo Verde | Camarões | Chade | Comores | Congo | Costa do Marfim | Djibouti | Egito | Eritreia | Etiópia | Gabão | Gâmbia | Gana | Guiné | Guiné-Bissau | Guiné Equatorial | Lesoto | Libéria | Líbia | Madagascar | Malawi | Mali | Marrocos | Maurício | Mauritânia | Moçambique | Namíbia | Níger | Nigéria | Quênia | República Centro-Africana | República Democrática do Congo | Ruanda | São Tomé e Príncipe | Senegal | Serra Leoa | Seychelles | Somália | Suazilândia | Sudão | Sudão do Sul | Tanzânia | Togo | Tunísia | Uganda | Zâmbia | Zimbabwe

Territórios: Canárias | Ceuta | Mayotte | Melilla | Reunião | Saara Ocidental | Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha | Somalilândia

OBS: QUEM FEZ O ARTIGO É UM VIADÃO, SÓ FALOU DO PINTO DOS CARAS