Água de Fiji

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Como diabos uma água pode ser artesanal!? Cquote2.png
Picaso sobre Água de Fiji artesanal.

Água de Fiji.

Água de Fiji é uma autoproclamada melhor, mais saudável, mais saborosa e mais superior água do mundo. A sua origem vem de uma ilha fictícia chamada Fiji e recentemente foi engarrafada e vendida para multibilionários ao redor do mundo.

História[editar]

Em resolução inédita no Conselho de Segurança das Nações Unidas, líderes de todo o mundo bebem água de Fiji.

Conforme Darwin concluiu durante suas viagens lisérgicas ao redor do mundo, a seleção natural fez com que o bioma nas ilhas Fiji fosse rico em andorinhas de patas azuis que cagam dourado. Esse cocô dourado em contato com a água salgada muito abundante criava uma reação química chamada mitose, auto-filtrando-se criando uma água fresca potável cheia de coliformes fecais saudáveis. Por muitos séculos esta água foi mantida em segredo pelas tribos locais de pigmeus, sendo bebida apenas pelos aborígenes que ali viviam como elixir sexual (diz uma antiga lenda druida que Bengalele Motumbo caiu num caldeirão de água de Fiji quando bebê). Mas então Michael Jackson descobriu Fiji e sua água, e ao bebê-la perdeu toda a melanina de seu corpo, mas é claro que os guardiões da água de Fiji ficaram muito furiosos com esse ultraje, uma tribo de oompa-loompas, fizeram o cantor pop jurar nunca revelar o segredo da fonte, e para tal ficaram com o seu nariz de refém como garantia. Quando Michael Jackson, torturado por crises de consciência, cogitou revelar o esconderijo sagrado da fonte das águas de Fiji, então os oompa-loompas mandaram um de seus habitantes para a terra do Nunca, chamado Conrad Murray, para matar o cantor, e assim o segredo da localização da fonte foi mantido.

Os oompa-loompas cuidam da fonte de água de Fiji desde os primórdios, utilizando o líquido sagrado para fabricar os remédios da Turma da Mônica, mas no ano 2000 um acidente em um dos laboratório na ilha de Fiji mudou o curso da humanidade, a água que já era exposta a açúcar, tempero e tudo o que há de bom, acidentalmente foi acrescentado um ingrediente extra na mistura, por um homem austronésio bêbado chamado Tik-tik-no-fuBà. Foi o elemento X cocaína. Agora toda pessoa que bebe água de Fiji ficam imediatamente viciados devido à cocaína presente nele. Todos acreditam que a água a partir de uma ilha de merda é bom, quando na realidade é apenas fez bom da cocaína.

Veja o deplorável estado de uma modelo anorexa viciada em água de Fiji. Mesmo efeitos do vício em crack.

Um dia, o líder da banda Pink Floyd David Gilmour comprou as ilhas Fiji, porque roqueiros excêntricos fazem essas coisas, e assim descobriu as indústrias de água de Fiji que foram exportadas em massa para a América. A sua inserção no mercado norte-americano encontrou muita resistência, especialmente da concorrente e antiga monopolizadora local, as Água de Cleveland Inc. Após uma grandiosa batalha judicial, a água de Fiji foi proibida nos Estados Unidos por ser descoberto nela substância psicotrópicas.

Desde então, a Água de Fiji tornou-se um artigo raro como o ouro e precisa ser traficado ilegalmente, tal que apenas uma garrafa de 200 mL pode custar de três a dez mil dólares. Na noite de 11 de dezembro de 1993, um gatinho inocente de New York foi exposto a uma garrafa de Fiji escondida num sótão, e o terrível resultado disso pode ser visto no documentário chamado Catzilla.

Atualmente a Água de Fiji é um artigo de luxo de estrelas de cinema e música pop norte-americano, uma substância que mantém as estrelas como Britney Spears e Lindsey Lohan sãs e bonitas. A própria Lindsey Lohan foi presa em 2005 por contrabando ilegal de água de Fiji.

Fabricação[editar]

Homem viciado em água de Fiji mostra com seu corpo inchado os malefícios do consumo exagerado da bebida.

Como as Ilhas Fiji são miseráveis demais para terem algo avançado como indústria, a água de Fiji é preparada artesanalmente. Grupos de pigmeus da tribo oompa-loompa vão até a fonte, vestem-se em roupas de mergulho especiais e entram na fonte secreta de água de Fiji enchendo as garrafas.

Aparentemente a garrafa é apenas um plástico vagabundo qualquer como de qualquer água Indaiá, mas este não é um plástico qualquer, e sim um plástico fijiano que não é derivado do petróleo, mas fabricado a partir de pele de águas-vivas congeladas.

Composição[editar]

A água de Fiji é realmente feita a partir de três ingredientes básicos: sujeira, bigodes de gatinhos, e água de esgoto. Quando combinados, estes ingredientes criam uma substância incrível repleta de vitaminas que os cientistas ainda nem conhecem, tipo Vitamina H, Vitamina X e Vitamina Z.

Conforme últimos estudos, possui uma quantidade de 6.31 micróbios por gota, 6.31 partículas de arsênio por litro e muitos coliformes fecais fijianos da fuinha de kopi luwak cujo intestino é sagrado. Além disso possui quantidades relevantes de cálcio, e para garantir a coloração transparente é acrescentado o corante de leite de magnésia destilado que também serve para combater prisão de ventre.

Efeitos[editar]

Conforme vê-se na bula no verso das embalagens de água de Fiji, o consumo exagerado dessa água pode causar tonturas, desmaios, vômitos, diarreias, inchaços, incômodos, alucinações, paralisia facial e cranco mole. Mas se consumido adequadamente com parcimônia, a água de Fiji é responsável por aumentar o tônus muscular e aparência física, uma vez que esta água é tão cara, que se alguém vê-lo com uma garrafa dessas, vai instantaneamente se apaixonar por seu dinheiro.