Émile Durkheim

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Émile Durkheim.
Meu deus ele esta sendo atacado por taturanas!!!

Émile Durkheim foi um inútil pensador francês, portanto não tomava banho. Partidário das ideias de Auguste Comte, foi um dos fundadores da Sociologia moderna. Bom, isso é o teu professor diz nas aulas de Sociologia, enquanto você está dormindo ou pensando no jogo de ontem. Durkheim é o responsável pela teoria do Fato Social.

Fato Social[editar]

Por causa da teoria do Fato Social, a mãe de Durkheim jamais terá um descanso eterno tranqüilo, afinal os estudantes de cursos de humanas fatalmente odiaram ou odiarão Durkheim pelo menos uma vez. E se você conseguir aplicar na prática alguma coisa do Durkheim, recomendo que você faça concurso para dar aula na universidade.

E mesmo que você tenha todo o ódio do mundo pelas aulas de Sociologia, elas continuarão existindo, afinal a aula de Sociologia é um fato social, portanto é externa à sua vontade. Se você zoar no meio da aula e não estudar essa joça, o professor vai te dar um zerão desse tamanho, pois o fato social é coercitivo. Por fim, a aula de Sociologia é geral, sempre falará de coisas vagas e inúteis para a sua vida. Logo, todo fato social é externo, coercitivo e geral. oh yes !

Um exemplo de fato social.

Lembre-se de que a violência na favela é um fato social, então fique longe do fato social ao estudá-lo. Por isso, Durkheim já dizia que devemos manter a exterioridade, ou seja, analisar o fato social como uma coisa. Mas esse Durkheim é uma Coisa, mesmo.

Cquote1.png Coisa de louco, meu. Cquote2.png
Faustão sobre Fato Social

O Suicídio[editar]

Exemplo de suicídio.

Um belo dia, Durkheim estava andando pelo centro de Paris e viu um homem se jogar do 13º andar, direto para a morte. Então veio-lhe a ideia de escrever sobre as razões do suicídio. Segundo Durkheim, as pessoas se suicidam quando a sociedade não lhes oferece mais nada, quando você não vale nem a bosta do cavalo do bandido. Tipo, quando um emo é banido do seu grupinho de miguxos e esse emo vivia em função deles. Só resta ao pobre emuxo o suicídio, normalmente feito cortando os pulsos até morrer de hemorragia, ou com um tiro na cabeça (com cuidado para não acertar a franja), para o bem da sociedade. O suicídio também pode ocorrer pela razão inversa; o emo é tão devotado ao grupo que, se os integrantes de alguma banda emo famosa, como Fresno e Nxzero, vierem a morrer em algum desastre, ele e seus miguxos todos cometerão suicídio ritual para acompanhar seus ídolos.

Klaus Noel.jpg
Sociólogos inúteis famosos
v d e h

Alexis de Tocqueville | Antonio Gramsci | Auguste Comte | Émile Durkheim | Fernando Henrique Cardoso | Florestan Fernandes | Georg Lukács | Gilberto Freyre | Henri Lefebvre | Herbert Spencer | Jean-Claude Passeron | Jürgen Habermas | Karl Marx | Louis Althusser | Max Weber | Pierre Bourdieu | Raymond Aron | Robert King Merton | Roger Bastide | Talcott Parsons | Thales de Azevedo | Theodor Adorno | Vilfredo Pareto

Prince machiavelli.jpg
Filósofos, autistas e outros maconheiros pensadores
v d e h

Adam Smith | Albert Camus | Anaxágoras | Anthony Giddens | Aristóteles | Arquimedes | Arthur Schopenhauer | Ayn Rand | Blaise Pascal | Confúcio | Demócrito | Descartes | Diógenes | Doge | Émile Durkheim | Empédocles | Epicuro | Francis Bacon | Friedrich Engels | Galeno | Giordano Bruno | György Lukács | Goethe | Hegel | Heráclito | Horácio | Immanuel Kant | Jean-Paul Sartre | John Locke | Jürgen Habermas | Karl Jaspers | Karl Marx | Karl Popper | Lao Zi | Leonardo Boff | Louis Althusser | Ludwig Feuerbach | Luiz Felipe Pondé | Maquiavel | Marco Aurélio | Marilena Chauí | Martin Heidegger | Michel Foucault | Montesquieu | Nessahan Alita | Nietzsche | Noam Chomsky | Olavo de Carvalho | Pitágoras | Platão | Roger Bacon | Rosseau | Santo Agostinho | Sartre | São Tomás de Aquino | Sêneca | Seu Madruga | Simone de Beauvoir | Sócrates | Sólon | Søren Kierkegaard | Sun Tzu | Tales de Mileto | Theodor Adorno | Thomas Hobbes | Thomas Kuhn | Voltaire | Walter Benjamin | Wilhelm Dilthey | Zenão de Eleia