Parênteses

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de ))
Ir para: navegação, pesquisa

Parênteses é usado em algumas linguagens escritas para enfiar mais bobagens onde já se explica alguma bobagem, quando se acha que apenas a vírgula ou iniciar uma nova frase bagunçaria tudo. Ela serve então para complementar (imagine a tia Juju dizendo complementar), a ideia, mas sem os parênteses poderia comprometer a mensagem.

Usando[editar]

Certo, quem fez isso é um grafiteiro sem vergonha, pichador, sujão... Mas ao menos usou bem os parênteses.

O uso dos parênteses (da qual eu sou viciado e uso até demais), foi inventado tão logo a linguagem escrita surgiu, quando os caracteres deixaram de ser apenas desenhos... Bom, o mandarim e seus derivados, não conta, pois são mais desenhos do que caracteres, não deixam de ser caracteres, mas parecem pequenos objetos desenhados (e são), mas a linguagem escrita costumam ser riscos mais simplificados, não lembram muito figuras conhecidas, é claro que a tia Juju para dar ênfase no b de que é aquele barrigudo, imediatamente você lembrava de alguém e já sabia que letra era, mas isso e uma exceção.

Correção, na verdade os parênteses(pode ser parêntese mas um "(" sozinho não presta para nada, então que se diga parênteses e acabou), podem ser ainda anteriores aos caracteres, pois é claro que mesmo a linguagem escrita não existindo, mesmo ela sendo apenas com desenhos, imagine se não tinha uma mensagem enfática, isolada no meio de uma cena sendo contada em desenho? Então os parênteses podem ter existido (e sem dúvida existiam), antes mesmo da linguagem escrita com caracteres, sem os desenhos de figuras para passar uma ideia qualquer.

Esquerda e direita[editar]

Pode-se colocar qualquer porcaria entre parênteses.
Nunca use parênteses do lado errado, além de errado, parece o seu pai e o seu tio conversando de frente.

Nem se precisou pensar muito, para saber que era mais prático o lado côncavo de ambos os parênteses ser para o lado de dentro da frase que ia dentro dos parênteses, pois se o lado convexo fosse para dentro poderia interferir na letra inicial e final do que fosse dentro dos parênteses, e claro que estando dentro de dois sinais convexos, qualquer imbecil sabe que aquelas conchas abrigam algo, simples demais. Ninguém coloca comida no lado convexo de um prato de uma tigela, nem a natureza que cria coisas entranhas como o teu pai que é sábia poderia colocar coisas, senão do lado côncavo das coisas, você não deixa as mãos convexas para colher algo, então nenhuma criatura deixa de saber que não se usa os parênteses dessa forma: ")(", nem é preciso pensar muito a respeito.

Essa coisa pareceria duas mulheres grávidas conversando, dois boxeadores jogando jo ken po, o Quico com um esquilo pendurado no ombro, seu pai e seu tio (ele mesmo) indo se socar abraçar após dez minutos algum tempo de distância... falando em distância, os parênteses podem abrigar muita coisa, ou pouca coisa, até mesmo nada, pois ela tem uma ideia avulsa dentro dela, que pode ser um complemento da frase em que os parênteses estão dentro ou pode não ter tanto haver, se reforça a ideia pondo-se parênteses com uma letra ou um número, então ele é usado. Nem preciso dizer muito sobre o uso dessas tigelas desses sinais na matemática, se usa até mais do que na linguagem, eles deixam tudo mais prático, dificultando menos a nossa relação com a matemática.