39/Smooth

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
McdonaldsAmerica.jpg Powered by Chevrolet

Este artigo é gringo! Ele usa eletrônicos da Apple, tem um Chrysler poluidor, não joga futebol e acha que é privilegiado..

39/Smooth foi o primeiro disco lançado pela bandinha, que se diz Punk, Green Day que com certeza você que se diz fã da banda não conhece. Foi concebido no ano de 1990 pelos três jovens dorgados Billie Joe Armstrong, Mike Dirnt e John Kiffmeyer (baterista que antecedeu o Tré Cu na banda).


Foto do Disco que Você provavelmente nunca viu.

O porquê do Sucessinho do Álbum[editar]

A banda, que já tinha sido formada uns anos antes, tinha uma pequena fama na cidade devido ao seu jeito esdrúxulo de se apresentar. Eram três jovens ferrados da vida, fedorentos e viciados em Dorgas que gostavam de tocar umas músicas fuleiras de três acordes vagabundos. Em plena época em que os jovens californianos fãs de Rock tinham uma certa inveja dos jovens grungies de Seattle, pois estes tinham estourado as paradas de sucesso com bandas como o Nirvana e o Pearl Jam e eles, os californianos, não tinham feito Porra nenhuma que fizesse sucesso por exemplo. As músicas rápidas (nem tanto assim) da nova banda tocadas de uma forma despojada, com umas letras juvenis idiotas chamaram a atenção de uma gravadora pereba, a Lookout! Records, assim, assinando uma merda de contrato pra gravar o primeiro Disco.

Recepção do Público[editar]

A juventude alienada e dorgada da cidade gostou do lixo que o fãs do Green Day chamam de Álbum. Algumas músicas tocaram na rádio e ajudaram a essa merda vender mais de 2 milhões de cópias ( Dá pra acreditar??? ). Algum tempo depois numa jogada de Marketing FDP foi lançado o 1,039/Smoothed Out Slappy Hours, que nada mais é que o 39/Smooth mais uns EP'S fuleiros, o 1000 Hours e o Slappy ( Nossa! que grande Criatividade para um nome!!!).

Green Day prestes a se apresentar em uma boate Gay

.

O porquê do Fracasso[editar]

Passando a uma análise menos tiete e mais imparcial (Ou Não) do Álbum, podemos dizer que todo o estadarlhaço feito em cima deste disco foi exagero. Se você tiver um pouco de bom senso musical ao escutar o referido álbum notará que este apresenta uma série de imperfeições.

  • A Voz do vocalista Billie Joe Armstrong é extremamente irritante neste álbum (como se nos outros que seguiram fosse diferente...), é um timbre Adolescente agudo que deixa qualquer Tímpano enojado.
  • As gravações são totalmentes ruins. Parece que foram feitas naquele estúdio vagabundo perto de sua Casa.
  • Os acordes são todos repetitivos. Se você escutar as canções sem as voz de Adolescente Onanista do Billie Joe Armstrong terá a impressão de que todas são uma só.
  • Billie Joe Armstrong era (e continua sendo) um compositor de qualidade duvidosa. As composições deste álbum falam de praticamente a mesma coisa.

E mais outras coisas que eu poderia citar...

Contracapa dessa coleção de ruídos e sons dissonantes que chamam de Disco.

Conclusão[editar]

Não vale a pena você comprar esta pérola do Green Day, muito menos baixar por algum Torrent. Se algum parente ou amigo o presentear com esse disco ou com uma rara e jurássica fita tape, acredite, esta pessoa não quer ver você saudável e tem sérias ambições sobre a sua vida. MWAHAHAHAHAHA...

Capa03.jpg Este artigo se trata de um álbum

E você baixa da internet porque não tem dinheiro.

Conheça o resto da playlist clicando aqui.