400 metros rasos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Rola metros rasos é mais uma prova de corrida de velocidade que consiste numa volta completa num estádio. Embora necessite de bastante velocidade, também é necessário resistência, então é uma das modalidades mais esquecidas que ninguém opta por praticar e muito menos assistir, porque ninguém tem 1 minuto da vida sobrando para perder tempo assistindo 8 pessoas retardadas dando uma volta num estádio.

História[editar]

A competição surgiu na Grécia Antiga com o nome de diaulos, palavra pitoresca primitiva que significa literalmente "dildos", em alusão à sexualidade duvidosa dos atletas que socados em shortinhos mínimos de lycra deveriam saltitar ao redor do estádio.

Esta modalidade foi introduzida nas Olimpíadas dos jogos modernos já em Atenas 1896, e mesmo com mais de 100 anos de existência, não houve ninguém que conseguiu popularizar este esporte sem graça que ninguém se importa.

O episódio mais controverso da prova ocorreu durante a final das Olimpíadas de Londres 1908. Na ocasião três norte-americanos enfrentaram um britânico. De acordo com as regras norte-americanas era permitido dar porrada nos adversários durante a prova, e um dos americanos moeu o britânico na porrada para ajudar seus dois compatriotas vencerem as olimpíadas. Na Grã-Bretanha essa regra não existia, lá as pessoas deveriam correr feito maricas, e ele entrou com recurso na IAAF, cujo presidente também maricas desclassificou os norte-americano e ordenou uma nova corrida. Os dois norte-americanos, manos da quebrada, se recusaram a correr feito frutinhas, e numa cena curiosa o britânico Wyndham Halswelle deu a volta sozinha no estádio, subindo sozinho no pódio e enfiando a medalha de ouro sozinho no próprio cu.

A competição foi liberada para os travestis praticarem nas olimpíadas de Tóquio 1964. Até hoje as mulheres são proibidas de praticarem esta modalidade exclusiva para machos semi-bombados.

Regras[editar]

Atletas concluem uma corrida de 400 metros ainda tontas pela volta no estádio.

As regras são as mesmas de todas corridas de metros rasos, os competidores devem largar de posições indecentes assim que um tiro é dado e não podem moer o adversário na porrada ou trocar de raia. Portanto não largam alinhados para compensar o efeito da curva. Os 400 metros correspondem a uma volta completa no estádio, e esta prova deve ser feita enquanto alguém está competindo em algo mais interessante no centro do estádio, tipo salto em distância.

As mulheres são proibidas nesse esporte, todavia há a inclusão de travestis em sua própria modalidade.

Recordistas[editar]

Homens[editar]

Tempo Atleta País
43.18
Michael Johnson
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
43.29
Butch Reynolds
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
43.45
Jeremy Wariner
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
43.48
Wayde van Niekerk
Bandeira da África do Sul África do Sul
43.50
Quincy Watts
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
43.65
LaShawn Merritt
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos

Travestis Mulheres[editar]

Tempo Atleta País
47.60
Marita Koch
Bandeira da Alemanha Alemanha
47.99
Jarmila Kratochvílová
Bandeira da República Tcheca República Tcheca
48.25
Marie-José Pérec
Bandeira da França França
48.27
Olga Vladykina-Bryzgina
Bandeira da União Soviética União Soviética
48.59
Taťána Kocembová
Bandeira da República Tcheca República Tcheca
48.63
Cathy Freeman
Bandeira da Austrália Australia
v d e h