A Viagem de Chihiro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Kawaii!!^^
Nyaaa!!!
A Viagem de Chihiro é algo relacionado a Shoujo

A Viagem de Chihiro passou a série inteira tentando beijar com um loirinho e quando conseguiu ficou chorando por 50 horas.
P.S.: Não tente vandalizar, ou Suzumiya Haruhi vai te perturbar em seus sonhos.
Encantada03.jpg
Pirlimpimpim! Este artigo é encantado!

E veio de Tão Tão Distante.

Cquote1.png Que todos tenham um final feliz! Cquote2.png

0547 shrekgato.jpg
A Viagem de Chihiro
千と千尋の神隠し
Chihiro3.jpg
Exemplo prático de zoofilia
Gênero Fantasia
Mangá
Autor Hayao Miyazaki
Divulgação Não
Onde sai Não
Primeira publicação Não
N° de volumes 0
Anime
Dirigido por Hayao Miyazaki
Estúdio Studio Ghibli
Onde passa Passou nos cinemas
Primeira exibição 2001
N° de episódios 0
Filmes Isto é um filme
OVAs Bem, está disponível em DVD

Cquote1.png Você quis dizer: A Viagem do Inxirido Cquote2.png
Google sobre A Viagem de Chihiro
Cquote1.png Isto Non Ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Mundo dos Espíritos
Cquote1.png Eu tenho medo... Cquote2.png
Regina Duarte sobre Sem-Rosto
Cquote1.png Na União Soviética,quem viaja é VOCÊ! Cquote2.png
Reversal Russa
Cquote1.png Isto é uma vergonha! Cquote2.png
Boris Casoy sobre Pais de Chihiro
Cquote1.png Se eu pudesse eu MATARRA mil!!!!!! Cquote2.png
Jeremias sobre Espíritos
Cquote1.png É uma cilada,gente ! Cquote2.png
Pedro tentando avisar os pais de Chihiro
Cquote1.png zzzzzzzz... Cquote2.png
pessoa normal após assistir a 5 minutos do filme
Cquote1.png Por quê a baixinha não veio na Globo? Cquote2.png
Xuxa demonstrando decepção sobre a ausência de Chihiro


A Viagem de Chihiro é uma daquelas produções que, apesar de não serem qualificadas como de terror, possuem, seja em sua narrativa ou ambientação, coisas estranhas e monstruosas que fazem com que tais trabalhos sejam obrigatórios para os fãs do gênero. E não faltam (boas) surpresas dentro deste universo que muitas vezes é subestimado pela maioria das pessoas. Foi feito quase que 100% a mão,com caneta bic, sem tecnologias digitais e merece destaque pela sua trama e ambientação, capaz de prender a atenção do público por cinco minutos pela magia e encantamento da história, além de um pouco de morbidez e estranheza, apresentadas em níveis semelhantes, durante todo o filme. Tendo sido o 1º longa-metragem de animação a ganhar o Urso de Ouro, prêmio máximo do Festival de Cinema de Berlim, aquele mesmo que Tropa de Elite. Ganhou também outros prêmios como o Marmota de prata, o Ornitorrinco de Tungstênio e mais três medalhas de bronze na natação. Uma observação importante deve ser feita para A Viagem de Chihiro, pois, apesar de ser uma animação, o público infantil é o menos indicado para assistir ao filme. Não que o filme tenha cenas de violência ou sexo explícito (já ficou desanimado né?) , como é comum com alguns projetos conhecidos de animação made in Japan, como Akira (1988). Na verdade, a pirralhada criançada pode até achar bonitinho acompanhar os personagens do filme, mas com certeza, não vão entender nada do que acontecer.


Nem Leiam... o conteúdo foi alterado e nao tem mais nada a ver com o filme

História[editar]

A trama gira girando em torno de Chichiro, um garotinho feio e mimado com cara de macaco de 10 anos que está chateado porque está de mudança junto com seus pais e teve de deixar seu gatinho que tanto gostava de cheirar na antiga casa. No caminho para a nova cidade, o pai do menininho feio acaba por cheirar muitos gatinhos e a família acaba descendo do carro em frente a um túnel, semelhante a uma vagina que aparentemente está abandonada. Curiosos, os pais da garota resolvem entrar nesse lugar e todos acabam chegando a uma cidade estranhamente deserta. Famintos, os adultos resolvem comer em uma barraca brasileira com muita feijoada, acarajé, Maniçoba e Galinha a Cabidela enquanto Chijiro decide explorar um pouco o estranho local. O garotinho logo encontra uma menina, um pouco mais velha do que ele (?), chamada Haku na Matata, que lhe diz para deixar o local logo. Já está anoitecendo quando Tihiro encontra um baseado no chão e resolve fumá-lo daí então, começa a sua viadagem. O guri reencontra os pais e vê que eles se transformaram em gigantescos porcos nojentos comedores de acarajé, enquanto que misteriosos seres, semelhantes a pÊnis, começam a surgir.

Realmente todos tinham que trabalhar muito

Na Matata, Haku decide ajudar o jovenzinho porque achou ele fofo, levando-o para conhecer a sua dona, Yujabba the Hutt, uma bruxa má e escravagista. Chilindró então descobre que vai ter que ser escravisada na casa de banhos de Yujabba para conseguir fazer com que a bruxa, retire o feitiço que transformou seus pais em leitões. Yujabba, então rouba uma parte do nome de Chichito e o chama, então, de Sen. O tipo de coisa que só faz sentido em japonês.


Chihiro indo para a casa de Zeniba

Chibiro é colocado para trabalhar junto com Lin, ajudando a dar banho e servir os mais complicados espíritos da casa de banho, como pintos gigantes e entre outros (sim, pintos gigantes, eu disse que isso seria uma viadagem só). Ele acaba encontrando um espírito estranho e suspeito do lado de fora da casa de banhos de Yujabba e acaba por deixar ele entrar, uma burrice só. Chilhiro consegue dar banho em um espírito fedido com cheiro de cu de mendigo com diarréia que se revela depois como espírito do rio da sua cidade, querido leitor, e o presenteia com um troço (eu sei lá o que é), ela não entende nada (dã), mas aceita o presente do bicho fedido. O que ela acha horrível é que os funcionários são malcriados e bêbados ignorantes (e feios chatos gays e falsos). Muita confusão acontece e o menino descobre que o espírito estranho e suspeito não era nada mais que um espírito estranho e suspeito, mas que também era obsecado por Ciciro, chamado Sem Face. Mais tarde de tarde na manhã seguinte, Hihiro descobre a verdadeira forma de Haku na, um dragão enquanto ele era atacado por pássaros de de papel cortantes. O gurizinho com cara de macaco tenta ajudar Hakuna, mas se aproveita da situação para fumar baseados com os papeis. Haku fica muito machucado, tadinho, então o macaquinho acaba descobrindo que quem mandou os papeis foi a irmã de Yujabba, Zebiba e decide ter uma palavrinha com ela...

Xixiro vai de trem e Sem Face o segue. Com eles, o filho de Yujabba, Boh, um bebê gigante e gorducho transformado em um ratinho e um passarinho transformado em mosquito. Essa turminha chega na casa de Zenbiba e descobre que ela na verdade era boazinha e que Yujabba que tinha ferido Haku e lançado uma maldição nele mas disse também que a pedra que Chihiro tacou na guela do dragão tinha quebrado o selo da maldição. Sem-Rosto decide ficar com Zeniba. Chihiro descobre que está apaixonado por Haku, já recuperada, que logo aparece em forma de dragão e leva Chihiro de volta para a casa de banho explicando que Yujabba ia fazer seus pais voltarem ao normal e permitir que o três voltem pra casa se eles trouxessem Boh de volta. Enquanto eles viajam, Chihiro se lembra do nome todo de Haku, que era Hakuna Matata, mas isso você já sabia. Assim ela quebra totalmente o controle que Yubaba tinha sobre Haku. Ela também se lembra que Haku era na verdade o espírito do rio Nijihaiame Kohaku Nushi, um nome que ninguém nunca iria lembrar.

Yubaba sentindo o estranho cheiro de fumaça que rodeava Chihiro
Chihiro quando caiu no rio e voltou da sua viagem

Na casa de banho, Yubaba, trapaceira como ela só, diz que Chihiro tem que passar por mais uma tarefa antes de poder ir para casa: Escolher entre seus pais e um maço de cigarrinhos da melhor qualidade. Depois de muito sofrimento, Chihiro escolhe o maço, mas Yubaba não estava disposta a ficar com um bando de porcos inúteis e deixa a menina levar os pais e ir embora dali. Haku leva a menina até a entrada do mundo dos espíritos dizendo a ela que seus pais estão esperando no outro lado e que ela não pode olhar para trás se não o acordo é desfeito. Chihiro tão entretida com seus cigarros não olha para trás nem para pra frente, por isso, acaba caindo de um rio, finalmente recobrando o juízo.

Personagens[editar]

"Eu troco esses onigiris por um cigarrinho, vai?" Haku oferecendo droga para Chihiro
Chihiro: É uma garota não muito típica, viciada nos mais variados tipos de tóxicos desde maconha até gatinhos. Tem medo do escuro e da claridade também. Depois de ficar presa no mundo dos espíritos, ela tem que trabalhar duro e mesmo sendo difícil já que sempre está chapada. No decorrer do filme, ela começa a se familiarizar com o trabalho e faz amizade com Lin. Quando Chihiro assina o contrato para trabalhar lá, Yubaba rouba seu nome e lhe dá o pseudônimo “Sennome” . Uma noite um espírito fedido aparece na casa e Sennome é forçada a servi-lo. Incrivelmente ela consegue e recebe uma grande quantidade de ouro como pagamento o qual ela troca por cigarros, cachimbos e charutos cubanos.
Haku soprando seu pozinho mágico

Haku: É um jovem adolescente (pelo menos é o que parece) que trabalha para Yubaba como seu escravo sexual jovem e cheio de energia. Lin diz para Sen que Haku é um dos ajudantes de Yubaba que organiza as coisas por lá. Kohaku é na verdade um espírito do rio de 12 anos onde ele morava antes dele ser totalmente poluído e mudarem seu nome para Tietê. Yubaba roubou seu verdadeiro nome e o deixou apenas com o nome Haku (e o retardado pobre rapaz não conseguiu lembrar seu nome mesmo com essa pista) e assim ele foi forçado a “trabalhar” para ela dia e noite sem parar. Quando Haku estava se dirigindo para um precipício a fim de se matar e acabar com o seu sofrimento, ele encontra Chihiro e ajuda a menina a salvar seus pais e voltar para casa. Secretamente, o jovem espírito se apaixona por Chihiro mas ela não ta nem aí pra ele e só pensa em salvar seus pais e ir pra casa (e dar uma fumadinha no intervalo). Haku toma a forma de dragão branco de olhos azuis que pode transportar Chihiro.

Yubaba: Feiticeira-pássaro que comanda a casa de banhos, apesar de no começo parecer má tem seu lado bom, pois trata com carinho seu bebêzão Boh.É drogada, fuma e rouba nomes.

Yubaba já acostumada com a fumaça no ambiente

Akio Ogino e Yuko Ogino: Pais de Chihiro. Não resistiram a uma boa combinação de feijoada, bobó de camarão, acarajé e buchada de bode, e acabaram se transformando em porcos.

"Mas que droga é essa?" Lin chocada com Chihiro chapadona

Lin: Menina reclamona prostituta de 20 e tantos anos que é colocada para tomar conta de Chihiro e evitar que ela faça besteiras, mas no decorrer do filme, se torna amiga da menina chegando até a fumar um de seus baseados.

Kamaji: Um velho de seis braços, avô da ex-garota de programa Lin que trabalha na casa de banho. No início não aceita Chihiro, mas depois de um ou dois baseados, acaba aceitando e até gostando na menina.Não gosta de ser acordado e controla as caldeiras.

Fumar tanto leva a alguns efeitos colaterais
Sem-Rosto dando em cima de Chihiro

Sem-Rosto: Espírito estranho pedófilo que se apaixona por Chihiro e acha que ela corresponde só porque foi legal com ele. Mais tarde se apaixona por Zeniba porque ela sorriu para ele.Para todos os funcionários falidos, há boatos que ele enganou Chihiro, mas ele sabia que eram um bando de mentirosos.Seu ouro que sai da mão, é a principal armadilha para engolir os funcionários da casa de banho e adquirir as vozes deles.

Boh: Bebezão de Yubaba, antes não aceitava Chihiro, quando esta invadiu seu quarto, achando que ela iria lhe trazer doença. Mas teve uma amizade duradoura.

Zeniba: Irmã gêmea mais nova de Yubaba (também um pássaro que antes era um passarinho de papel) e tia de Boh. Ao contrário da irmã, ela é uma boa pessoa tanto que aceita Sem-Rosto na sua casa.



Veja Também[editar]

O Castelo Animado



v d e h
Este artigo fala sobre um anime.