Abraço

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Abracinho kawai do Toad, fique esperto: Ele quer que você substitua a Toadete.

Cquote1.png Ui, quero um abraço por trás Cquote2.png
Raul Gay abraçando Alexandre Frota sobre abraço.


Abraço é algo que quando se ganha, 90% das vezes não significa boa coisa, em geral é seguido por uma notícia foda, ou quando você leva um toco bem legal, dificilmente é sincero, quando o é a pessoa está com uma sovaqueira desgraçada, como por exemplo quando você e o carinha estão no mesmo time em uma partida qualquer. Esse ato é feito com os braços, sério mesmo, pode acreditar, quando alguém te envolve com as pernas, pode até ser bom, mas nesse caso seria apernar e ainda bem que essa expressão nao existe em Portuga, pois é mais feia que bate em defunto, mais feio ainda do que dizer abraçar com as pernas.

Primeiras catástrofes[editar]

Tipo de abraço a ser evitado, além de amassar as costelas pode ter outros perigos.

Mesmo quando os abraços são sinceros, trazem consigo alguma espécie de catástrofe, ou alguém morreu, ou sobreviveu, ou você perdeu algo que gosta, ou alguém que você gosta não gosta mais de você, pode chorar feito um emo no abraço de quem está dando, porque quase nunca é bom sinal.

Pode perceber que abraços na maioria das vezes não significam coisa boa e, quando querem dizer algo positivo, quem o está parabenizando está sendo um duas caras do carai que está lhe praguejando enquanto o abraça, e em geral você nem pode mandar o infeliz ir pra puta que o pariu porque sempre está em um lugar ou situação em que isso não é possível.

Dos abraços sinceros, podemos dizer que seria coisa boa, mas podem vir seguidos de uma catinga que lembra carniça e, nesse caso você quer empurrar a pessoa, mas não tem coragem porque ela está sendo verdadeira, então fica alí aguentando aquele abraço fedorento, mas com o coração gratificado, enquanto o olfato é castigado, mas se considere com sorte porque se o abraço fétido não for seguido de um bafo de matar, considere-se com sorte mesmo.

Malgrado as pessoas se abrassem e mesmo alguns outros animais da fauna, isso pode ser explicado, pois os animais sobretudo os mamíferos são muito afetuosos, e querem expressar isso, mas saiba que entre os primatas, como já mencionado, pode haver aquela falsidade da porra, mas, por exemplo se os botos pudessem eles se abraçariam.

Um tipo de abracinho afetuosos e inocente.

Os primeiros abraços humanos podem ser considerados os primeiros sinais de algo ruim, era mais para consolar do que para comemorar ou saudar que eram dados. Assim foi por exemplo, quando o fogo do senhor o Vesúvio lançou seus arrotos sobre aqueles coitados que sem tempo nem para fugir, apenas se abraçaram para esperar a morte, depois encontraram inúmeras estátuas abraçadas.

Bem apertado[editar]

Quando um ogro abraça, se ele for sincero e seu macho amigão, tudo beleza, mas se não for, espere para ficar com dor nas costelas por uns três dias seguidos. Se você for um ogro e tiver a oportunidade de abraçar um fia da mãe que não gosta de você e vice-versa, aí está a dica desciclô (entenda Desciclô e não desse Clô) para se aproveitar da situação.

Alguns seres inteligentes sabem fazer um abraço parecer desinteressado em momentos propícios, pra depois se dar bem.

Esses abraços apertados não devem ser tão apertados assim, porque podem gerar problemas mesmo, e imagine se alguém estava segurando o mijo (ou algo pior) para chegar até o banheiro e leva aquele abração? Mesmo que for de bom grado e boa vontade, também significa catástrofe.

Agora pensa naquela guria linda, coxuda, peitudinha, de cintura fina, resumindo: Gostosa, toda periguete sexy, com aquela boca linda e risonha, sim, aquela mesma que você queria ter uma boa oportunidade pra passar aquele xaveco, mas ainda não deu (nem ela deu) ou não soube como se chegar... O que acontece? Um dia, que por força das circunstâncias, vocês estão bem próximos, você só fica contemplando, com essa cara de mongo, a figura safada e bela, mas não se manifesta, tem gente falando com ela, amigas ou amigos, ou mãe ou sei lá a frag que pode ser.

...e o que ocorre? Ela se manifesta chegando mais pra falar com você! Coisa que nem esperava, mas acontece, daí claro, não perde a chance mas deixa ela falar e, realmente constata que não era outro assunto, ela estava mesmo interessada em você, mas então ela te dá um abraço e o que acontece? A decepção: Seu nariz é invadido por um odor de gambá dos infernos, te dá vontade de chorar feito um emo, mas se segura, claro, pensando como algo tão belo pode estar com aquele cheiro.

Bom, camarada, pense o seguinte: Poderia, no abraço sentir outra coisa que não o cheiro e, se você for do tipo que está acostumado a falar mesmo, de dicas de higiene a essa porquinha, principalmente dica para ela lavar melhor o sovaco e usar um desodorante que preste. Pode ocorrer duas coisas: Você nunca mais ter chance com essa gambá, ou poder ganhar um abraço cheiroso e outras coisas da próxima vez.

Ver também, se achar necessário[editar]