Abreu e Lima

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Simón Bolívar
Bandeira de Abreu e Lima.png
Bandeira
Aniversário 14 de maio
Fundação 1982
Gentílico abra-limense
Localização
Localização de Simón Bolívar
Estado link={{{3}}} Pernambuco
Mesorregião Recife e suas Pobrezas
Microrregião Recife e seus ex-bairros
Região metropolitana Favelas de Recife
Municípios limítrofes Paulista, Igarassu, Paudalho, Camaragibe
Distância até a capital 0 Km km
Características geográficas
Área Não disponível
População Não disponível
Idioma analfabetês
Clima Não disponível

Cquote1.png Conheço, É caminho para Itamaracá Cquote2.png
turista indo para Itamaracá

Abreu e Lima é um ex-bairro de Recife que ninguém conhece, e recebeu esse nome em homenagem a Abreu e Lima, um capanga e braço-direito de Simón Bolívar, um famoso revolucionário que dividiu a América Espanhola em um monte de países.

História[editar]

Cansado de ficar sempre na sombra de Simón Bolívar, e de nunca receber o crédito pelas suas conquistas, o general José Inacio Abreu e Lima fugiu da Guerra na América Espanhola, e foi morar em Pernambuco onde planejava tirar suas férias, aonde comprou umas terras na periferia pobre de Recife e fundou sua própria cidade com seu próprio nome, onde todos teriam respeito pela sua pessoa. foi então que ele fez uma praça e colocou seu busto, e todos que passassem por esse busto teriam que fazer reverência (putaria).

Busto de Simón Bolívar ao lado de seu maior puxa-saco Abreu e Lima.

Ate hoje este busto pode ser visto na praça central da cidade, mas foi colocado ao lado um busto de Simón Bolívar, por "Jerônimooooooooooooooo!" Gadelha, 1° ladrão prefeito da cidade, e descendente de Bolívar.

Posteriormente, na região se fundou o maior cabaré da América Latina, comandado pela Sr° Maricota. Que foi fechado por Jerônimo porque não quiseram aceitar seu show de bate-cabelo naquele estabelecimento, pois Dona Maricota alegara que tal coisa só traria prejuízos para para ela e suas putas. Furioso por receber um NÂO! de Dona Maricota, Jerônimo ordenou a extinção dos puteiros na cidade, fazendo com que os jovens que estavam ansiosos para tirar o cabaço voltassem para a punheta diária ou tivessem que se mudar para Itamaracá.

Aos poucos as terras foram crescendo, e viajantes que iam do norte para o sul do estado passavam pelo povoado de Abreu e lima, foi assim que resolveram cortar a cidade ao meio com uma estrada chamada BR-101 com o objetivo de caminhoneiros atropelarem os habitantes locais, onde a cada quatro anos se realiza a corrida mortal dos trombadinhas da cidade, e quem vence a corrida ganha uma pedra de crack e um vale vitalício na barraca de Manoel, o point mais badalado do centro da cidade onde quem lidera os bêbados e quinho.

Bairros[editar]

  • Cotel - O maior Centro de triagem do Brasil.
  • Fosfato - Bairro com maior índice de criminalidade de Pernambuco fora do Recife.

Religião[editar]

Depois da Revolução Crente, a cidade de Abreu e Lima é mundialmente conhecida como a de maior percentual de "crentes" por habitante totalizando 198% da população total, embora a maioria das garotas evangélicas são quengas disfarçadas de moças corretas.

Essa revolução começou, em confronto com o cabaré de dona Maricota, para converter a população, e obrigá-la a pagar o dízimo com os seus lucros, foi fundada assim a 1° Igreja Crente do Brasil.

Turismo[editar]

  • Busto de Abreu e Lima - Localizado na praça central da cidade, todos que passam ali em frente devem venerar (fazer putaria) em respeito ao busto. Por ser um grandiosíssimo puxa-saco de Simón Bolívar, colocaram um busto desse ao lado também.
  • Nova Feira Municipal de Abreu e Lima - Ponto de parrada para quem que ver coisas inúteis e gente Feia,
  • Fábrica da Bombril - Local que faz testes com a população local para comprovar suas 1001 utilidades.
  • Praça São José - Onde se vê um usuário de crack à cada 1 metro.
  • Terminal de Ônibus - Construído fora dos limites da cidade, não me perguntem o porquê.