Absinto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Cquote1.svg Muito bom. De tanto beber, já tive até um caso com a fada verde. Cquote2.svg
Oscar Wilde sobre Absinto
Cquote1.svg Nunca vi a fada verde Cquote2.svg
Stevie Wonder sobre Absinto
Cquote1.svg Nem eu... Cquote2.svg
Ray Charles sobre Absinto
Cquote1.svg 30 litros desse líquido me fizeram piscar. Cquote2.svg
Chuck Norris sobre Absinto
Cquote1.svg Muito bom, todo dia tomo dois copos, o foda é que não tem no Fafi... Cquote2.svg
Rumbriga sobre Absinto

O maldito...

Absinto é uma bebida alcoólica que contêm tanto álcool que é proibida em alguns países. É composta de ervas, água mineral do pântano, lápis de cera verdes, plutônio, Urânio enriquecido mil veis e álcool. A bebida é perigosa pois depois de 3 doses, a pessoa pode sair pelada na rua sem nem saber de nada. Também é apelidada de "fada verde" pela cor da bebida proporcionada pelo urânio e os lápis. Mas muitas pessoas já afirmaram ter visto uma criatura resultado de um cruzamento do Shrek com a Sininho do Peter Pan. No filme Euro Trip os personagens bebem absinto e vêem e falam com uma fada verde, ja tentei ve-la após tomar isso, a única coisa que eu vi foi minha mãe chorando no hospital após eu ter entrado em coma alcoólico

História[editar]

Cquote1.svg Essa porra é bom pra caralho!!A velha vadia da minha mãe me dava essa merda antes de eu ir dormir!! Cquote2.svg
Dercy Gonçalves sobre Absinto
Cquote1.svg E havia boatos que eu estava na pior, se isso é estar na pior... Cquote2.svg
Luiza Marilac após tomar seus bons drink de Absinto

A marvada foi criada por um médico Austro-Ungaro-Incaro que foi exilado no sul da África do Norte de tanto beber essa maldita bebida e arrumar confusão nos bares de cidade ficando pelado e dizendo a todos que transava com uma fada verde.

Esse médico de tanto beber essa merda colocou "Artemisia (uma erva encontrado nas fezes dos gansos astecas)" o que lhe deu tanta alucinação que ele caiu de seu belo cavalo "Já pedi o pano porra!" da cor branco escuro e morreu.

Sendo assim uma única família de origem portuguesa guardou o segredo dessa bebida verde que é ruuuiimm pra caralho, mas te deixa muuuito louco (HUMMM... PRESUNTO...) revelando o segredo somente para o mundo todo (afinal de contas é um segredo não é?!).

Mas em 2001, uma Usina de cana Brasileira começou a produzir essa porra alegando que era bebida e não álcool adulterado. Hoje, pode se encontrar esta bebida em mercados e postos de combustível não confiáveis, visto que os honestos te empurram o álcool anidro hidratado mesmo, o famoso zulu.

Com mais frequência, pode ser encontrado em usinas nucleares clandestinas, onde os funcionários tomam muito disso para ficarem doidões e de vez em quando lançar algumas bombas por ai, e poderem dizer que a causa é o maldito mé verdiiiii (tomeis uns gole jááááá). Há indícios que o B-U-S-H filho tomou muito desse troço pra conseguir enxergar as tais armas químicas, como o Kenedy, tinha proibido o absinto, vulgo besouro verde (que até virou seriado nos anos 40, com um parente distante do Mauricio Shogum) ninguém mais conseguiu achar as tais armas.

Mas a produção ilegal continua, e os efeitos vão desde os desastrosos roubos no futebol (árbitros são grandes consumidores, incentivados desde o berço por suas mães), gente pelada, grupos de pagode, engenheiros da linha amarela do metrô de São Paulo, os construtores do muro de Israel, economistas de wall street, dirigentes palmeirenses entre outros grandes usuários da endiabrada (ou enfadada)bebida verde.

Posologia[editar]

Cquote1.svg Eu não sei de nada. Cquote2.svg
Lula sobre Absinto
Cquote1.svg Acabei de Toma uns gole é fortiiiiii pra Caraiii! Cquote2.svg
Eu sobre Absinto
A bebida era ingerida por argentinos, pra justificar quando dão o FOREVIS. Mas após a revolução de Marrakesh, nenhuma bebida é necessária para justificar tais atos.