Aceguá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
Cquote1.png Oh não! Os Uruguaios invadiram a cidade novamente!!! Cquote2.png

Gn.gif Nenhum resultado encontrado para "Aceguá"
Google sobre Aceguá

Cquote1.png Hay um bicho que hace guá Cquote2.png
uruguaio sobre habitante da cidade origem do nome deste fim de mundo que chamam de "Aceguá"

Aceguá ("terra da pobreza" em língua de gente) é uma das diminutas cidadículas[1] do "grande" estado da Gaúcholândia. Conhecida principalmente por seu famoso letreiro no portal da cidade e, de tabela, também o único ponto turístico da cidade,Aceguá é uma cidade que nunca fora atormentada com nenhum tipo de notícia - quiçá pela ausência de Internet na região, ou pela proximidade com o Uruguai que faz gato de Internet do Brasil para si.

A origem da cidade, obviamente, vem de tribos de índios Uruguaios que povoaram a região e depois foram mortos por portugueses que ocuparam a região. Logo, sabemos quem fora o culpado de fundar essa bagaça: o próprio Uruguai.

Origem[editar]

Sobre a origem da cidade é muito discutida nos bares da cidade. Alguns habitantes apostam que os índios fizeram pactos com José Sarney que prometeu livrá-los de pagar o IPTU, IPR, IPM, IFDP, IPQP... [...] caso pagassem uma gorda e grossa gorjeta para generosamente o justo político embolsá-la para si. Dessa maneira, Aceguá era fundada, livre de impostos e de todas aquelas taxas tributárias, documentações requeridas, impostos... [...] por longos 2 meses. Depois disso, os índios uruguaios - pobres deles - conheceram uma prática do homem branco que desconheciam: o chamado calote.

Dessa maneira, os portugueses apareciam. Na verdade, aquela região era deles e, inclusive, eles tinham em mãos as escrituras do terreno, comprovante de renda, recibo [...] para provar aos índios que não se confia em políticos tão gordos quanto suas carteiras.

Desfecho da história: os portugueses sacaram seus mosquetes e desceram chumbo nos índios... Mais uma vez. Depois daquilo, eles pegaram as índias da tribo e criaram Aceguá, esta ilustre cidade, de origem igualmente ilustre.

Outros tipos de história também foram discutidas na Universidade Federal de Aceguá (UFA, não-reconhecida pelo governo e também o bar do gordo que fica na esquina da avenida). Os habitantes elaboram novas teses para justificar sua existência na miserável cidade de Aceguá. Enquanto isso, o mundo sofre de questões menos importantes, como a cura do câncer, resolver a fome do mundo ou o combate à pobreza no mundo.

Demografia[editar]

Sim, o IBGE realmente perdeu tempo, visitando esta cidade e quebrando a cabeça para descobrir quantos otários ilustríssimos habitantes vivem em Aceguá. A resposta que acharam: menos de oito mil, mais de três e metade de oito mil setecentos e oitenta e oito.

O número percorre por volta de 4394 habitantes, contabilizando bois, vacas, galinhas e porcos, que são "da família" segundo moradores locais. Uruguaios foram contabilizados para dar uma força na região, que é quase desprovida de pessoas que falam português, parecendo um Uruguai no Brasil.

De qualquer forma, o número de habitantes que a cidade realmente tem é de 0,000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000244 habitantes destes 99% são idosos.

Pontos turísticos[editar]

O letreiro de Aceguá é tão popular quanto o de Hollywood. Inúmeras personalidades como James Cameron, Steven Spielber e Fernando Meirelles inúmeras vezes tentaram subornar a prefeitura com suas fortunas e, em alguns casos até com seus corpos para pôr o famosíssimo e tão cultuado letreiro de Aceguá nos cinemas de todo mundo. Entretanto, tal coisa nunca aconteceu ainda mais porque é mentira pois a prefeitura é fiel ao lema de seu fundador, Sacolaman[2]:

Cquote1.png Nunca deixais que esta cidade progrida, nem mesmo que um disco voador caia, uma boate pegue fogo ou os prédios da cidade sejam atingidos por aviões! Nunca, de nenhuma maneira, esta cidade deve ser conhecida! Cquote2.png
Dito por Sacolaman Caio Pinto Preto, fundador de Aceguá

Referências[editar]

  1. Cidade pequena
  2. isso ocorreu há 500 anos atrás