Acidente de Alcântara

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Cquote1.svg Houston, we have a problem! Cquote2.svg
Alcântara sobre VLS-1

Cquote1.svg Que bando de brasileiro burro!! Cquote2.svg
NASA sobre VLS-1

O Fantástico Foguete 100% Brasileiro VLS-1 é considerado até hoje a maior façanha da engenharia e intelecto tecnológico brasileiro de todos os tempos.

VLS-1[editar]

Lançamento bem-sucedido do VLS-1.

O projeto VLS-1 saiu na pauta de operações do governo brasileiro durante a ditadura militar, para tentar conseguir mandar joças brasileiras para o espaço.

Para colocar seu plano em prática, o governo brasileiro conveniou o projeto de construir um veículo espacial brasileiro a algumas siglas que ninguém sabe o que é, como a IAE, CTA, AEB, ITA, AB e FAB.

O projeto começou em 1985 e como tudo no Brasil que é lento e burocrático, os operários só foram fazer testes em 1997, usando uma cópia descarada da tecnologia da NASA, O VLS-1 (Veículo Lixo Spacial-1) que serve para levar satélites de companhias telefônicas e TVs por assinatura para o espaço, são veículos não tripulados mas pilotados por controle remoto que supostamente oferecem o mínimo de riscos.

Desenvolvimento[editar]

O lançamento do foguete.

Financiado por Sérgio Naya, o VLS-1 que é brasileiro e não americano, foi construído com plástico reciclado, ferro-velho, argamassa, garrafas pet velhas, papel de jornal, latinhas amassadas, cola de sapateiro, pilhas alcalinas, cerâmica e era movido a óleo de mamona e etanol.

Mas novo sucesso alcançado em 22 de Agosto de 2003 o VLS seria lançado de uma rampa aeroplânica integrada na fuselagem de um aeronave convencional diretamente de Brasília.

Entretanto, houve um pequeno curto-circuito, uma pequena explosão, alguns feridos e a Agência Espacial Brasileira perdeu toda a moral e o dinheiro. Como saída resolveram pedir para os russos darem uma ajudinha para mandar um brasileiro "que estava esperando a vez na NASA" ao espaço, coisa que também os russos negaram e para não ficar mal, sugeriram pedir ajuda lá no Cazaquistão.

Quando o brasileiro chegou ao espaço, um planeta (Plutão) sumiu e colocaram a culpa na iraniana que esteve por lá antes. As suspeitas sobre o sumiço de um enorme astro recaem agora sobre a população brasileira.

Atualmente na barreira do inferno em Alcântara planejam lançar para o espaço. isso é, explodir em terra o foguete VLS-1 bis que está pronto apenas o resultado dos estudos de impacto ambiental.