Afeganistão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
●د افغانستان اسلامي دولت
●República-Bomba do Afeganistão
●Kaboomstão

Bandeira Afeganistao.png Brasão do Afeganistão.png
Bandeira Brasão
Lema: Invadido hei de ser e nas montanhas vou me esconder
Hino: Explosão - Tchakabum
Mapa do tesouro.jpg
Capital Kaboom Cabul
Maior cidade Kandahar
Língua Afegane e Terrorista
Tipo de Governo Monarquia Totalitarista Terrorista
Calife Osama Bin Laden
Heróis nacionais Inventor da pólvora, Taleban, Maomé
Independência Se separou do Iraque há quatro anos usando raios-laiser e bombas desconhecidas pelos EUA, numa tentativa desesperada de criar uma república desconhecida.
Moeda Cabeça de Nego (CN$)
Religião Explosivismo 50%, Islamismo 50%
População 15 milhões (seria 50 milhões antes da guerra, mais a maioria já explodiu)
Área 652.090 km² sofrendo intenso bombardeio (0% de água)
Analfabetismo Altíssimo: Alto %
PIB per Capita 100 reais USD/hab.
IDH 0.Baixo, ruim, pobre...
Fuso Horário Meridiano de Infra-Redwich
Clima Desértico
Site do Governo Os servidores do Afeganistão foram destruídos pelas explosões
Cquote1.png O Afeganistão não é um dos melhores lugares do mundo para se viver. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Afeganistão

Cquote1.png Yes, we can!! Cquote2.png
Obama sobre eliminar os terroristas do Taleban
Cquote1.png Çim nóis póde!! Cquote2.png
Campanha escrita pelo próprio presidente Lula para tentar puxar o saco do Obama dizer que podemos eliminar os terroristasdo Taleban

Afeganistão é o maior alvo para aviões construido pelos Estados Unidos. Atualmente está desativado devido a morte de Osama Bin Laden mas daqui uns anos chega um outro barbudo de turbante, derruba a Casa Branca e os Estados Unisdos voltarão a reativar o Afeganistão.

O Afeganistão é considerado o único país do mundo onde é possível comprar uma ovelha, um avião e 355 toneladas quilos de heroína a 1 dólar e cinquenta centavos. Fica localizado entre duas grandes potências mundiais, os reinos de Ondequistão e Indigestão (maior produtor mundial de antiácidos).

História[editar]

O Afeganistão é tão incrível que ingleses, russos, comunistas, talibãs e americanos já tentaram dominar esse incrível país!

Pré História[editar]

Carro popular afegão.

O país foi fundado em 30.000 a.C., ninguém sabe como... Algum tempo tempo, em 1500 a.C. é fundada a APBA (Associação Internacional de Proteção Às Borboletas do Afeganistão) com o objetivo de proteger a fauna local, o que aos pouco fazia juntar gente por aquela região.

Idade Média[editar]

É no ano de 1444 a.C. que o primeiro rei afegão domina o Afeganistão. Porém, ele morre de diarréia na semana seguinte. E assim estoura uma guerra civil de mil anos, até o ano de 664 quando os russos aparecem com sua tecnologia de raios laser e matam os afegãos. No ano seguinte é a vez dos vikings russos também matarem os afegães e em 666 foi instaurado o domínio Viking. Em 667 os africanos expulsam os vikings e colonizam a região.

Século XX[editar]

No início do século XX os ingleses chegam ao Afeganistão e, após muita negociação, o compram. O pagamento foi: quinze toneladas de hambúrgueres, três mil barris de cerveja e oitocentas prostitutas holandesas.

Mas em 1944 a URSS invade o Afeganistão, em busca de espaço disponível para construir fábricas de vodka. Desistem logo em seguida, pois tiveram que enviar seus soldados para uma um conflitozinho mais à oeste largando o Afeganistão às moscas para o Talibã fazer a festa.


Em 1942 nasce o sósia de Bin Laden, Caetano Veloso, mas em 1957 nasce o Bin Laden verdadeiro que virioa a revolucionar a importância mundial do Afeganistão. Em 1979 até acontece uma nova invasão soviética, mas em 1989 enfim, os afegãos conseguem vencer uma batalha, os soviéticos que estavam falidos são expulsos e inicia-se um duradouro período de guerra civil.

Em 1996 na falta de gente para botar ordem na casa, o Talibã toma o poder. Proíbe as mulheres de andarem sozinhas e mostrarem os rostos em público, obrigando-as a usar uma tal de burca. Como eles não são bobos, não as proibiram de fazer umas outras coisas aí.

Mas em 2001 os Estados Unidos do nada invadem o Afeganistão e estupram o sósia de Bin Laden.

Em 2006 metade da população morre de tédio porque a atenção voltou para a Guerra no Iraque, mas em 2007 o tédio acaba e os afegãos partem para a guerra de novo.

Para a história contemporânea do Afeganistão, consulte: Counter Strike.

Economia[editar]

Uma fraquia da McDonald's no Afeganistão

A economia do Afeganistão é movida à papoula. Lá é produzida a heroína mais pura do mundo, e infelismente aqui no Brasil não podemos injetar heroína Afegã na veia

Outras culturas[editar]

O Afeganistão também é famoso pela sua produção de maçã e abóbora (as afirmações de que também se plantam ervinhas danadas por lá são pura lenda e não merecem crédito algum, ainda que se vejam dezenas de afegãos em transe coletivo pelas ruas), frutas que são geralmente cultivadas em cavernas escuras e regadas a petróleo.

Esse é o motivo também de se acreditar que os afegãos são terroristas, o que é uma injustiça. O fato é que as frutas regradas a petróleo se tornam muito explosivas, então, muitas vezes, quando alguém morde uma delas, causa uma explosão totalmente inesperada e involuntária. Essa é a verdadeira história dos homens-bomba.

Revolveres e pistolas são brinquedos de criança. Já metralhadoras são instrumentos de trabalho de um estudante afegão. Enquanto bazucas são instrumentos de trabalho de um pai de família. E mísseis teleguiados, morteiros e armas de destruição em massa podem ser compradas no cartão de crédito em 24X nos shoppings da cidade. Sua venda só é proibida para menores de 6 meses de gestação.

O lado bom da economia afegã é que não há Previdência Social no Afeganistão. Não existe e nunca existiu população idosa.

Geografia[editar]

Fica em algum lugar perto do... ah, sei lá, perto do Acre... ou é na África, Ásia, Oriente Médio ou Oriente Bomba.

Subdivisões[editar]


Demografia[editar]

Talibans se escondendo dos americanos.

País com mais de 15 milhões de habitantes, bem rico e a segunda maior superpotência mundial de fazer merda (perdendo apenas pro Cagaquistão) e sofrer catástrofes.

Sua capital é a cidade de Kandahar, a qual conta com 2,5 milhões de habitantes, situada a beiramar, ou seja, no meio dos mares. A sede do poderio afegão fica em Caboom Cabul.

Política[editar]

Soldados norteamericanos conquistando um territorio afegão.

Taliban, autoritária fechada e terrorista. O Afeganistão é um país livre... Para matar, para explodir, para aterrorizar...

Nesse país, as mulheres tem o direito de não ter direitos.

Segurança[editar]

A polícia do Afeganistação tem autoridade de matar, cortar a cabeça ou por fogo em uma criança que use chupeta após os quatros anos.

Educação[editar]

No Afeganistão, quem não cumprir o serviço obrigatório de homem-bomba, morre executado. Mas até que não há reclamações quanto aos instrutores dos homens-bomba. O nível de aprendizado de um homem-bomba é de 100%

Cultura[editar]

Desde cedo, as crianças aprendem a dar valor à morte, mas são alertadas constantemente sobre a vida, que é considerada subversiva e devem se afastar dela.

País de cultura singular, um afegão que completa 26 anos é preso, torturado e executado.

Ao se casar, o afegão recebe um cronograma de produção de filhos, mirins de homens-bomba, e ao se mastubar, deve explodir o esperma ejaculado para que não tenha chance de sobrevida.

Os afegãos (homens) adoram uma dança executada pelos bachabazi - rapazes impúberes que se vestem de mulher e que dançam de forma erótica. A questão é que depois da dança é que vem os problemas, pois não ficam apenas na dança. Esses meninos são assediados e estuprados!

Vídeo[editar]

Flag map Afeganistão.png Afeganistão
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo
Jackiechan.jpg
Ásia
v d e h

Países: Afeganistão | Arábia Saudita | Armênia | Azerbaijão | Bahrein | Bangladesh | Brunei | Butão | Camboja | Cazaquistão | China | Chipre | Coreia do Norte | Coreia do Sul | Egito | Emirados Árabes | Filipinas | Geórgia | Iêmen | Índia | Indonésia | Irã | Iraque | Israel | Japão | Jordânia | Kuwait | Laos | Líbano | Malásia | Maldivas | Mongólia | Myanmar | Nepal | Omã | Paquistão | Qatar | Quirguistão | Rússia | Singapura | Síria | Sri Lanka | Tadjiquistão | Tailândia | Timor-Leste | Turcomenistão | Turquia | Uzbequistão | Vietnã

Territórios: Abecásia | Caracalpaquistão | Caxemira | Chipre do Norte | Coreia | Curdistão | Estado Islâmico do Iraque e do Levante | Goa | Hong Kong | Macau | Manchúria | Nagorno-Karabakh | Ossétia do Sul | Palestina (Cisjordânia e Faixa de Gaza) | Taiwan | Território Britânico do Oceano Índico | Tibete