Against

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Medinho do escuro.jpg Este artigo se trata de um álbum

E já teve milhares de cópias vendidas! (ou não).

Conheça o resto da playlist clicando aqui.

Babel fish.gifTraduzindo: Contra
Babel Fish sobre Against

A capa do disco, repare nas figuras negras demoníacas na capa. Uma clara alusão a macumba.

Against é o sétimo álbum de figurinhas da banda brasileira de metalSepultura. Ele é o primeiro álbum da banda com o vocalista Derrick Green, que é um escravo comprado de Moçambique, que é pago pra cantar na banda com uma quantidade de fubá regularmente. Max Cavalera resolveu sair da banda, por que estava louco de paixão por uma groupie que conheceu em uma turnê pelo Acre. O disco foi lançado em 1900 e guaraná com rolha 1997.

Informações do álbum[editar]

Do mesmo modo que o álbum anterior Roots, esse álbum também teve uma suruba de ritmos diferentes, nesse disco o que mais se destaca são elementos de percussão japoneses, uma ironia é que os membros da banda que tinham o famoso negão Derrick Green como vocalista, dividiam os mesmos banheiros com os percussionistas japoneses na hora do banho, mas isso foi só por alguns dias, depois os japas ficaram com medo do incrível membro do vocalista.

Os percussionistas que fizeram parte do álbum, repare em suas cuecas sexys

A banda lançou três singles nesse álbum que não fizeram sucesso nenhum, e mais um vídeo músical, esse vídeo tinha imagens do projeto Barulho contra a Fome, do primeiro show da turnê, o título do projeto era uma clara alusão aos parentes de Derrick Green que viviam em Moçambique passando fome, além disso, foram incluídos aparições do indiozinhos Xavantes que ajudaram a gravar o álbum anterior, Mike Patton, Jason Newsted, Carlinhos Brown, o guitarrista original Jairo Guedz, Coffin Joe, sua mãe, seu pai, a puta que pariu, Jesus e Capitão Nascimento.

A parte que tem flauta da música "Kamaitachi" é plágio baseada em "The Hunted", e a canção "The Waste" aparece no filme Freddy vs. Jason.

A banda ajudou o Metallica que estava quase falido nessa época, a fazer tour pelo Brasil, só que deu tudo errado. Afinal, eram duas bandas falidas.

Recepção[editar]

Se comparar esse álbum com Roots esse álbum foi uma merda, um lindo fracasso, mas mesmo sem vender porra nenhuma, puxaram o saco do álbum dizendo que muitas coisas incríveis ainda estavam por vir (o que é verdade).

Formação[editar]

Os membros da formação fazendo cara de mal.

Faixas[editar]

Segue as faixas, selecionadas pelos próprios japas.

Against[editar]

Música que fala sobre jogos de futebol famosos que fizeram muita história, pois eram um "contra" o outro.

Choke[editar]

Conta a história de um cara que morreu de choque elétrico.

Rumors[editar]

Conta várias fofocas, da vida dos integrantes da banda.

Old Earth[editar]

Fala do planeta terra que tá ficando velho, capenga e acabado. E não aguenta mais você em cima dele.

Floaters In Mud[editar]

Se trata de uma alusão aos parentes de Derick Green, que eram vagabundos e matavam aula dentro dos lamaçais.

Boycott[editar]

A banda se inspirou em fazer essa música depois de um namorado de um dos membros que não posso revelar o nome o largar. Ele se chamava Cott, por isso o nome, Boycott.

Tribus[editar]

Conta a história da família do Derick Green em Moçambique.

Common Bonds[editar]

Conta uma aventura de James Bond onde ele foi clonado, por isso o nome, Bonds.

F.O.E[editar]

Conta as história do Capitão Planeta e os amigos da terra.

Reza[editar]

Uma oração que a banda criou para abençoar a vida dos ouvintes. E foi João Gordo que cantou, o que fez ele trair o movimento ateu.

Unconscious[editar]

Fala sobre as visões que uma pessoa pode ter quando se está inconciente.

Drowned Out[editar]

Conta a história de uma mulher que dormiu com a cara no travesseiro, e morreu de abafamento.

Hatred Aside[editar]

Conta a história do nosso amigo ódio que está sempre do nosso lado.