Agremiação Sportiva Arapiraquense

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Agremiação Sportiva Arapiraquense
Escudo do ASA.png
Brasão
Hino Para sempre viados seremos (Versão por Gutinho)
Nome Oficial Absurdamente Small Arapiroquense
Origem link={{{3}}} Alagoas- Arapiroca
Apelidos Cornos, Emos, Viados
Torcedores Aidético, Doente Mental, Problemas Psicológicos, Maníacos, Psicopatas, Gays
Torcidas Mancha Rosa, Impávidos Aidéticos
Fatos Inúteis
Mascote Vibrador Elétrico
Torcedor Ilustre Gasparzinho
Estádio {{{estadio}}}
Capacidade 15000
Sede Arapiraca
Presidente Zé do Mé
Coisas do Time
Treinador Nego Tula
Pior Jogador Nuvola apps core.png Todos
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Nenhum
Patrocinador Lubrificantes Analgay
Time
Material Esportivo Abibas
Liga Liga dos Matutos e Matadores do Agreste
Divisão Série Z
Títulos CSA 0X5 Sampaio Correa, Joinville 4X0 CRB
Ranking Nacional 97854672432132º (consolo)
Uniformes



Cquote1.png Você quis dizer: Agremiação Sportiva Arapiroquense? Cquote2.png
Google sobre Agremiação Sportiva Arapiraquense
Cquote1.png Uh! A Mancha é Rei. Cquote2.png
Favelado sobre o ASA
Cquote1.png Tem Coroinha no time???. Cquote2.png
Padre Pedófilo sobre o elenco

ASA, acrônimo para Absurdamente Small Arapiroquense ou para-oficialmente Agremiação Sportiva Arapiraquense é um suposto clube de futebol de Alagoas, que até hoje não se conhece a utilidade a não ser ter eliminado o Palmeiras em algum ano aí da Copa do Brasil. Trata-se de um time adorado sobretudo por cornos, modinhas, emos e cortadores de cana e gente que não se importa em ter um time que seja o saco de pancadas do CSA e CRB.

História[editar]

Fundação[editar]

O ASA é um time sem história, mas com um pouco de esforço é possível ser capaz de inventar ou glorificar uma coisa ou outra.

O Asa de Arapiraca foi fundado em 1952, mas só começou a dar trabalho em 2000 de já ter época que chegou à série B do torneio nacional, porém a franca freguesia para os dois grandes do estado é imensa, sempre que enfrenta CSA e CRB sofre de bulle e é humilhado, além de ser assumidamente freguês do Coruripe e do Murici também.

Campeonato Alagoano de 1953[editar]

Dentre os feitos deste time, vale ressaltar o Campeonato Alagoano de 1953, que ficou conhecido como "A Maior Cagada da História", onde o ASA, dono da pior campanha do campeonato, com simplesmente, vinte derrotas, conseguiu uma virada de mesa histórica, a presidência do clube de Arapiroca invadiu a sede da Federação Alagoana, chegando lá, ameaçou os funcionários com enxadas e pás. Os membros da Federação, temerosos por suas vidas, concordaram em marcar uma nova final, que seria uma disputa entre o titulares do ASA contra o time B do ASA, vencendo o time B do ASA, o Absurdamente Small foi campeão de qualquer jeito.

Anos 2000[editar]

No século XXI, o ASA fechou um acordo com a diretoria da Federação, comprou por valores incrivelmente baixos (três litros de água) os Campeonatos Alagoanos de 2000, 2001, 2003, 2005, 2009 e 2011, o último foi o de maior escândalo, após receber o Coruripe, melhor time do Campeonato até então, depois de empates por 0x0 e 2x2, comprou o time do interior pelo preço recorde, sete litros de água, um recorde em Alagoas, para conseguir a vitória por 27x0.

No ânus ano de 2002, o ASA conseguiu um feito então inacreditável (será?), conseguiu eliminar um time tradicional do futebol brasileiro, cujo nome é Porcos FC Palmeiras, mesmo apesar de ser derrotado em seus domínios pelo placar de 1 a zero, a equipe do Absurdamente Small de Arapirocapiraca conseguiu reverter o resultado apesar de toda a fraqueza, vitória pelo placar de 2 x 1 sobre o timeco do PAUmeira e o timeco do Absurdamente Small Apapiroquense pode enfim comemorar o nem tão surpreendente resultado em pleno Chiqueirão, apesar de essa equipe de merda não conseguir sequer passar da fase seguinte contra o também desconhecido Confiança do Sergipe.

Anos na Série B[editar]

Subiu para a Série B em 2009 de forma muito suspeita, fontes indicam que os jogadores teriam sido obrigados a se prostituir para os membros dos outros times com o objetivo de subir para a Série B, conseguiu assim em 2010 disputar o Brasileirão da Série B, quando os jogadores mais uma vez foram forçados a darem uma de profissional do sexo para conseguir ficar bem na tabela, quando amargaram um oitavo lugar.

No ano seguinte de 2011 os jogadores se recusaram e organizaram uma verdadeira revolução, assumindo o controle do clube, o técnico Vica foi obrigado a se demitir, e a diretoria apareceu morta uma semana depois, mistério, nunca saberemos a verdade. Até que finalmente a normalidade se estabeleceu e o time foi rebaixado para a série C no ano de 2014.

Série C de 2015[editar]

De volta ao seu normal, que é uma mera terceira divisão, teve um desempenho razoável no certame e pelo menos não foi rebaixado. Teve um bom desempenho na primeira fase do campeonato meramente porque só enfrentou os times igualmente falidos do Nordeste, mas só foi enfrentar um time semi-falido do sudeste, o Tupi FC, que perdeu os dois jogos e foi a equipe mais facilmente eliminada das quartas-de-final da Série C.

Torcida[editar]

A torcida do Absurdamente Small Arapiroquense se gaba pois sempre lota os estádios nos "clássicos" contra CSA e CRB, mas o que eles não sabem, é que os torcedores dos grandes alagoanos, viajam para Arapiraca, unicamente com o objetivo de dar um sexo prazeroso para as mulheres dos cortadores de cana daquela cidade, que não comparecem na cama à muitos anos.

Hino[editar]

Na terra dos manés, um clube de bosta se fudeu.
Pelo valor de seus merdas, o ASA de Arapiraca
O seu pênis alvi-negro, sai com rabo queimado,
Conquistando sempre derrotas, sob os céus deste Brasil corrupto.

Ui! Fudidos da esportiva, o ASA pequeno tornai.
Com merda e vaidagem, ide avante. Morreu! Morreu!
Ui! ASA da minha choradeira, aos píncaros da derrota voai,
E aos vossos rivais, os loiros burros da derrota legai.

Triste e fudido, o ASA sempre morrendo,
Ficará nas páginas da história fudida, não da terra do PSOL!

Glórias do Absurdamente Small Arapiroquense[editar]

  • CSA 0X5 Sampaio Corrêa
  • Vitória 2X1 CSA
  • CSA 0X1 Coruripe
  • CRB 0X2 Lanús