Al Jazeera

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Al Jazeera (árabe: الجزيرة, que significa literalmente A Odalisca) foi uma tentativa de canal de entretenimento adulto na Arábia, mais especificamente no Qatar, que acabou na verdade tornando-se um canal de notícia, sendo a CNN e BCC versão árabe. A grande ideia da emissora é dar voz aos terroristas, visto que estes não podem se divulgar em Facebook, Youtube, Twitter Instagram, etc, pois são veículos norte-americanos e podem assim acabar monitorados, então nada melhor do que divulgar ameaças e autorias de ataques já realizados numa emissora de televisão de credibilidade como a Al Jazeera.

História[editar]

A Al Jazeera foi fundada em 1996, época em que a BBC em língua árabe foi fechada no país, talvez porque tenham cansado das constantes ameaças de morte. Sediado no Qatar, o seu fundador e então emir (dono) do Qatar, Hamad bin Khalifa Al Thani, sabendo que tratando-se de uma ilhota pequena e inútil, não tinha nada a perder, tornou-se o primeiro canal de televisão do mundo a ser financiado por terroristas e exibir uma programação diversificada que não fosse só de elogios ao governo.

Todavia, esta rede de televisão ganhou notoriedade foi em 2001, após os atentados de 11 de setembro, quando realizou diversas entrevistas com Osama bin Laden, e criou diversos programas e realitty shows onde militantes da Al-Qaeda eram as estrelas principais.

Foi o canal que cobriu com maior precisão toda a Guerra do Afeganistão e depois a Invasão do Iraque, que se sucederam de 2001 até 2006, visto que os correspondentes europeus e norte-americanos estavam se borrando de cagaço, os correspondentes da Al Jazeera que mais pareciam criadores de cabras eram praticamente anônimos no meio do conflito. Nesta época a Al Jazeera ganhou vários prêmios dos jornais ingleses.

Sabe-se ainda que por volta de 2010, a Al Jazeera foram os grandes arquitetos da Primavera Árabe, incendiando e incentivando as pessoas da Arábia a terem ódio, confirmando a tendência ao caos que este canal possui. Com o surgimento do Estado Islâmico depois, apenas conseguiu um novo patrocinador.

Programação[editar]

Um dos programas infantis da Al Jazeera.
  • Al Jazeera TV - Jornal televisivo transmitido para milhões de cavernas, ruínas e lares de todo o Oriente Médio. O grande apelo comercial da emissora é entrevistar terroristas e escutá-los em nome da liberdade de expressão ao qual a emissora é sempre muito elogiada. O programa também frequentemente relembra os seus telespectadores como todo mártir será recompensado com 72 virgens no Paraíso. Por ser um jornal que promove o jihad, procurando tornar um mundo um lugar mais decente para se viver sem maus costumes, a Al Jazeera já recebeu 11 Prêmios Nobel da Paz de maneira consecutiva, sendo um jornal extremamente respeitado pelo mundo inteiro.
  • Al Jazeera Forum - Programa semanal que reúne eminentes sábios, líderes religiosos e políticos árabes que possuem boas ideias de comod estruir o Ocidente de uma vez por todas.
  • Achmed, o terrorista - Um talk-show com muito humor onde um terrorista morto usa um homem ocidental como fantoche para fazer piadas, constranger os outros e realizar as entrevistas.
  • Meu Terrorista Favorito - Um dos programas mais populares, consiste em notícias de recentes ataques terroristas e seus respectivos autores, bem como imagens de vídeos de ameaças de ataques ainda não realizados.
  • Casos de Terroristas - Um psicólogo recebe em seu programa famílias árabes e suas cabras para discutir o relacionamento, tamanhos diminutos de pênis e problemas do cotidiano de uma família árabe.
  • Al Jazeerinha - Programa matinal infantil onde uma criança sorteia numa roleta itens de relevância para crianças como AK-47 e urânio enriquecido. O grande concurso de desenho de 'Como Matar Mais Violentamente George Bush', o vencedor do desenho mais criativo sempre aparece no programa da segunda-feira
  • Master-ramadã - Programa culinário onde um grupo de 16 competidores chegam numa cozinha durante o ramadã e devem ficar ali passando fome. Depois, quando acaba, todos vão a um Habib's.
  • Esquadrão da Moda do Homem-bomba - Programa com dicas de moda, alertando sobre a burca que seja do tom mais preto e também dos melhores casacos e jaquetas para ocultar bombas conforme as tendências da Doha Fashion Week.
  • Esporte Nada Espetacular - Transmitido todos domingos de manhã, é na verdade mais um programa de comédia do que um programa esportivo, pois como todos jogos do campeonato qatarense terminam de 0x0, o programa dedica-se a exibir os lances bizarros dos jogos de gols incrivelmente perdidos.
  • Domingão da Sharia - Programa exibido no fim-de-semana, repleto de homenagens a grandes terroristas, pegadinhas com mulheres de burcas que na verdade são homens, ou as vezes até cabras e as vídeo-cassetadas, com as explosões mais marcantes da semana.
  • Cine-Burca-Privê - Programa adulto exibido nas madrugadas de sábado, uma mulher sem burca chamada Eman Ayad apresenta um jornal, usando inclusive batom.