Al Mafraq (governorado)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Al Mafraq (ou então, apenas para retirar aquele clássico estereótipo de que tudo que é árabe tem "al" na frente, apenas Mafraq) é uma região da Jordânia, muito conhecida por corresponder por 98% de toda a economia do país que se baseie apenas na agricultura. Em outras palavras, para evitar eufemismo, é apenas outra região da Jordânia que acaba sendo um carro-chefe do resto do país e tendo que sustentar todas as bocas famintas da Jordânia.

Agricultura[editar]

Os vastos e esverdeados campos da Jordânia.

Ironicamente, é uma das áreas menos recomendáveis para plantio, não só pelo terreno em que ela está e nem pelo tipo de solo, mas sim por causa do Iraque e de seus princípios terroristas.

A Jordânia é um dos países mais esculachados do Oriente Médio só por causa da guerra "iraco-jordã" que ocorreu a muitos anos, mas ainda existem idiotas em ambos os países que acham que podem relembrar os bons tempos e voltarem a fazer a única coisa que foram ensinados na faculdade: serem homens-bomba.

Por esses dois motivos, as plantações de Al Mafraq são todas sem vida. Mesmo assim, ainda dão um jeito de se divertirem, praticando o esporte que a Jordânia mais gosta de praticar: tentar atirar em jornalistas.

Conseguiram acertá-los quando estavam em pleno ar pelo menos umas duas vezes, por isso, quando conseguem acertar um jornalista no meio de uma transmissão, acabam marcando 500 pontos e se matarem ele, marcam o dobro. Os que vivem em Al Mafraq se justificam dessa maneira:

Cquote1.png Atiramos em jornalistas não só porque gostamos disso, mas também que é a única coisa que a gente sabe fazer além de manusear uma AK-47. Cquote2.png
Atirador sobre Al Mafraq

Economia[editar]

Por puxar todo o país com sua agricultura de vegetais e frutas sem vida, Al Mafraq é conhecida como "celeiro paraguaio do Oriente Médio". É conhecido como paraguaio por todo o produto feito por lá ter uma qualidade duvidosa e que, se não fosse pela localização geográfica e não ficasse na Ásia, então seria confundido com o próprio Paraguai.

É por isso que já tentaram mudar o nome da região para Paraguai 2#.