Al Pacino

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Atenção.jpg Este artigo se trata de eventos desatuais, então larga de preguiça e faça o favor de dar uma atualizada nesta porcaria!

Se for o caso, retire parte da merda colocada pelos vândalos pré-históricos aqui e crie piadas novas para que o artigo volte a ser engraçado e não apenas idiota. Os descíclopes agradecem!


EUA Falencia.jpg Powered by Chevrolet

Este artigo é gringo! Não tente usar armas químicas de destruição em massa ou jogar aviões contra ele, Tio Sam agradece.

Macarraopre.jpg PORCA MISÉRIA!!

Questo articolo è 100% made in Italia ed è sotto il controllo di Cosa Nostra! Perciò sta' bene attento a dove metti le tue manacce zozze o i nostri amici verranno a casa tua per spezzarti le gambine!

Al Pacino Capone em início de carreira.

Alfredo Ferrando Pacino, conhecido como Al Pacino, (Sicília, 25 de Abril de 1920) é um canastrão italiano.

Biografia[editar]

A primeira grande atuação de Alfredo Pacino foi atuar seu nascimento uma vez que sua mãe estava a todo momento tentando aborta-lo, em seguida Alfredo faz sua segunda grande atuação de tal forma que acabou mudando de sexo, atuou tão bem ser um homem contrariando todos os exames e ultrassons, que seu corpo acreditou e formou um pênis que está no Guinnes como um dos maiores pênis de um feto do mundo, inclusive o médico confundiu com o cordão umbilical e quando fez o corte acabou reduzindo ao tamanho normal.

Nasceu onde toda grande futura estrela de Hollywood nasce, no subúrbio de Nova York, seu pai era um italiano dono de todos os estereótipos possíveis e pouco se sabe sobre sua mãe, muitos dizem que ela foi criada apenas para os deuses do cinema e teatro darem a Pacino o dom da atuação.

Início[editar]

Bom tudo começou quando Dionísio o deus grego que representa o teatro resolveu fazer uma COPPOLA (HUMOR) com uma mortal, entretanto essa mortal ja era casada e não queria trair o marido, os três então entram em um acordo e topam fazer um ménage, logo recebendo o esperma de um mafioso italiano com o Deus do Teatro, a mãe de Pacino estava carregando o que para muitos se tornaria um alcoólatra velho e sem rumo cinematográfico.

Desde criança ele atuava, só que não de um jeito convencional, ele sabia que já era um ator desde os 5 anos, então quando ele fazia algo errado seus dons de atuação faziam com que ele atuasse ser inocente, mas não é assim tão simples, ele atuava uma atuação de estar interpretando alguém inocente, deu pra sacar?

Ironicamente a família de Pacino nunca apoiou muito a ideia dele ser ator, eis que um dia Pacino atuou ser os dois e copiou a assinatura de ambos clonando seus cartões e partindo em direção a Hollywood, entristecidos com isso eles bloqueiam o cartão e acabam com a felicidade do nosso não tão querido Al. Logo Al vai precisar atuar como garoto de programa ou melhor dizendo vai ter que ser um ator que está interpretando um ator sendo garoto de programa.

Inclusive esse papel como garoto de programa gerou para Alfredo Pacino seu nome artístico, uma vez que as pessoas mandavam ele imitar um cachorro, logo a frase "Faz au Pacino" foi visto com bons olhos pelo seu "empresário" e transformou-se em Al Pacino.

Cansado de comer velhinhas e participar de surubas, Pacino decidi se arriscar no Teatro experimental, fazendo o papel de um patinador no gelo que precisa começar a patinar ao lado de pequenos patos, o nome da peça ficou icônica como "Patina Pacino no Patinho" ou "Pacino Patina no Patinho" ou "Patinho Pacino Patina".

Ascensão[editar]

A atuação de Pacino atuando ser um ator que atua ser ele mesmo dançando no gelo ao lado de patos chamou a atenção dos cineastas da época.

Não atoa Coppola o chamou para atuar como cenário de "Poderoso Chefão" ele atua então sendo a cadeira em que ele está sentado e todos os diversos objetos em cena, logo a verdade é que em O Poderoso Chefão ele ta interpretando o papel de Deus, logo está em todos os lugares e em todos os objetos possíveis, até mesmo Marlon Brando é Al Pacino em alguns momentos, mas não confudemos as coisas Pacino é bom, Brando é excelente, logo sendo erroneamento indicado para melhor ator coadjuvante uma vez que obviamente ele sendo Deus era o protagonista.

Apesar de ter tido mais 250 nomeações, somente em 1993 Pacino conseguiria alcançar o almejado prêmio com o filme “Adventures of Sonic the Hedgehog” de Marlon Brando, no qual desempenha o papel de um militar reformado, cego e com formato de ovo; para além de ter ganho o Oscar de melhor ator, foi também cogitado para a nomeação de melhor cadáver com o filme “Amityville: A New Generation”; a única pessoa que conseguiu ser nomeada para os dois prêmios no mesmo ano foi a atriz Sylvia Saint, que em 2003 conseguiu repetir o feito, não tendo no entanto, de qualquer das fezes, conseguido enfiar nenhum deles.

Al Patinho é um dos melhores atores de sua degeneração.

Depois dessas nomeações, Pacino nunca mais foi nomeado para qualquer dos prêmios; no entanto, conseguiu vencer dois Troféus Imprensa.

Nos anos 80, tanto a carreira como o pênis de Pacino entraram numa curva descendente, com as suas atuações em “Howard, o Super-Herói” e “Willow - Na Terra da Magia”, não sendo muito apreciadas pela crítica. No entanto, conseguiu mais uma nomeação para os Globos de Ouro com o filme Scarface, onde representa o papel de um barão da droga cubano chamado Fidel Castro.

No violentíssimo filme de Alfred Hitchcock, ele faz sexo pela primeira vez com Michelle Rodriguez. Em 1992, eles voltariam a trabalhar juntos em Mork & Mindy, sob a batuta de Frankenstein.

O reverso da medalha surge em 1985, com o filme “Os Trapalhões e o Mágico de Oróz”, considerado por todos como a sua pior atuação, o que o levou de volta para a sarjeta nos quatro anos seguintes. Em 1989 regressou com “Star Trek V: A Fronteira Final”, seguido de uma série de excelentes interpretações em “Cemitério Maldito”, “Além da Eternidade” “Donnie Darko” e “A Recruta Benjamin”. Ao longo da sua carreira, Pacino recusou vários papeis, entre eles "piloto gordinho de cavanhaque" em Guerra Nas Estrelas, “Capitão Gancho” em Apocalypse Now e “Julia Roberts” em Uma Linda Mulher.

A qualidade variável das representações de Pacino, bem como a sua feiura na tela grande, deram-lhe o estatuto de um dos atores mais medíocres da história do cinema. Pacino continua a fazer teatro infantil e começou uma carreira como diretor, e embora o seu primeiro filme (“Cumback Pussy 36”) continue sendo editado, os seus outros dois trabalhos (“Videocassetadas Volume 1” e “Festa de Aniversário 25/11/1988”) foram bastante aclamados.

Família[editar]

Apesar de ser um dos poucos atores homossexuais solteiros, é pai de Maria Antonieta (nascida em 1989), fruto do seu relacionamento com a professora de teatro Jennifer Lopez. Com a cantora Beyoncé é pai dos gêmeos Olivia e Popeye, nascidos no dia 25 de Dezembro de 2001, o ano que fizemos contato.

Filmografia selecionada por uma galinha hipnotizada[editar]

Título original Título no Brasil Título em Portugal Diretor Ano
The Panic in Needle Park Os Viciados Pânico No Parque Da Pica Jerry Lewis 1971
The Godfather O Poderoso Chefão Mafioso O Deuspai Francis Harrison Ford 1972
Scarecrow Espantalho O Espanta-corvos Jerry Seinfeld 1973
Serpico Sérpico Serpico Sidney Magal 1973
The Godfather: Part II O Ainda Poderoso: Parte II O Pai-de-Deus: Parte II Francis Henry Ford 1974
Dog Day Afternoon DogDay - O Dia do Cão Um Dia de Cão Depois do Meio-Dia Serguei 1975
Bobby Esponja Um Momento, Uma Vida Spongebob Sid Vicious 1977
And Justice for All Justiça para Al E Justiça para Todos Norman Bates 1979
Cruising Turbo Outrun Tom Cruise William Holden 1980
Author! Author! Autor em Família Ai, Jesus! Rei Artur 1982
Scarface Scarface Facicatriz - A Força do Pó Tiririca 1983
Revolution Matrix Revolução Revolução Hugh Hefner 1985
Sea of Love Vítimas de uma Peixe Mar Do Amor Ernest Hemingway 1989
The Godfather: Part III O Chefão Arrependido: Parte III Papai do Céu: Parte III Francis Ford Motors 1990
Glengarry Glen Ross O Sucesso de Glengarry Glen Ross O Ross de Glen Glengarry James Dean 1992
Carlito's Way O Pagamento De Carlitos O Caminho de Carlitos Charlie Chaplin 1993
Scent of a Woman Aroma de uma Mulher Fedor de Mulher Don Martin 1992
Heat Fogo Contra Fogo Calor Michael Jackson 1995
City Hall City Hall, Conspiração em Alto Escalão City Hall: A Sala Da Cidade Herbert Richards 1996
Donnie Darko Donnie Brasco Donnie Escuro Mike Meyers 1996
The Devil's Advocate O Advogado do Capeta O Diabo's Advogado Elizabeth Taylor 1997
The Insider O Informante O Inserido Michelangelo 1999
Any Given Sunday Um Domingo Qualquer Qualquer Domingo Dado Olivia Palito 1999
Insomnia A Cura Da Insônia Insomnia Christopher Walken 2002
People I Know O Conhecedor Pessoas Eu Conheço Daniel Boone 2002
S1m0ne Simony S1m0na Peppino Di Capri 2002
The Recruit O Novo Recruta O Recruta Roger Rabbit 2003
Angels in America Angels na America Anjos Dentro da América Mike Huckabee 2003
The Merchant of Venice O Supermercado de Veneza O Mercador de Venezianas Michael Moore 2004
Two for the Money Tudo Por Dinheiro Dois Pelo Dinheiro D.J. Marlboro 2005
88 Minutes 88 Minutos 5280 Segundos Jon Bon Jovi 2007
Ocean's Thirteen Treze Homens e um Novo Segredo Os 13 Do Oceano Steven Spielberg 2007
Righteous Kill A Outra Face da Lei Morte Certa Stevie Wonder 2008
You Don't Know Jack Jackass Jack Estripador Dráuzio Varela 2010

Prêmios e Nomeações[editar]

  • Recebeu 5 nomeações ao Kikito de Melhor Ator: por "Blackula" (1973), "Jesus Cristo Superstar" (1974), "Caravana Da Coragem" (1975), "O Exorcista 5" (1979) e "O Íncrivel Homem Que Derreteu" (1992).
  • Ganhou em "Rocky Horror Picture Show" (1992)
  • Recebeu 3 nomeações ao Oscar de Melhor Ator Pelado, por "Chaves: O Filme" (1972), "Vila Sésamo" (1990) e "Inferno Na Torre" (1992).
  • Recebeu 143 nomeações ao Globo de Ouro de Melhor A11tor - Pastelão, por "Xanadu" (1972), "Apertem Os Cintos, O Piloto Sumiu" (1973), "Ataque Dos Tomates Assassinos" (1974), "Superman 2" (1975), "Volta Dos Mortos-Vivos" (1977), "D.A.R.Y.L." (1979), "Anaconda" (1983), "Noiva De Chucky" (1989), "American Pie: O Casamento" (1990) e "Congo" (1992).
  • Ganhou por "Lagoa Azul" e "Karatê Kid".
  • Recebeu uma nomeação ao Globo de Ouro de Melhor Ator - Comédia Musical, por "Lista de Schindler" (1982).
  • Recebeu 2 nomeações ao Globo de Couro de Melhor Figurante, por "Embalos de Sábado A Noite" (1990) e "Batalha De Riddick" (1992).
  • Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator - Filme para TV/Mini-série, por "Manimal" (2003).
  • Ganhou o Prêmio Alfred E. Neuman, concedido pela Associação de Críticos Estranhos de Hollywood.
  • Recebeu 3 nomeações ao BAFTA de Melhor Ator, por "Fantástica Fábrica De Chocolate" (1973), "Cantando Na Chuva" (1974) e "Ben-Hur" (1975). Ganhou por "Cleópatra" e "Bananas De Pijama", sendo que ambos disputaram o BAFTA no mesmo ano.
  • Recebeu uma nomeação ao BAFTA de Melhor Ator Aleijado, por "Cheiro de Mulher" (1990).
  • Recebeu uma nomeação ao BAFTA de Melhor Revelação, por "Striptease" (1972).
  • Recebeu uma nomeação ao MTV Movie Awards de Melhor Violão, por "Amargo Pesadelo" (1997).
  • Recebeu uma nomeação ao Framboesa de Ouro de Pior Ator, por "Mad Max" (1985).
  • Recebeu uma nomeação ao Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante, por "American Bukakke 25" (2003).
  • Ganhou um Vibrador de Ouro honorário em 1994, no Festival de Veneza, em homenagem à sua carreira no cinema.
Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Al Pacino no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg