Alexandre Porpetone

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
SBTTV.JPG Este artigo é coisa da ex-vice maior audiência do mundo! Seu programa é chato e ruim, dá menos audiência que o Vídeo Show e usa os produtos Jequiti. Se vandalizar, você será forçado a aguentar a Camila Uckers no programa da Eliana. Conheça outros plágios mal-disfarçados clicando aqui.


Alexandre Porpetone antes de se tornar mamãe.

Alexandre Porpetone é um dos poucos humoristas da Praça é Nossa que têm um pouco de graça, isso quando não está na Praça É Nossa, porque caso esteja ele não foge tanto da regra, mas é um dos melhorzinhos. Quem achava que não fosse uma pessoa e sim uma espécie de boneco de borracha robotizado, se enganou: Ele é de fato uma pessoa, se olhar de perto vai perceber que ele não tem nenhum circuito que não seja orgânico.

La pergunta?[editar]

Porpetone aderindo à causa, o maldito coraçãozinho saiu mais consistente devido às mãos gorduchinhas.
Porpetone emocionado ao amamentar pela segunda vez, na primeira quem mamou foi outro Alexandre.

Sendo quase um anão com mais barriga do que gente, Porpetone combina completamente com seu nome, parece mesmo aquelas bolinhas de carne da culinária italiana. Sua barriga toma mais espaço do que o todo dele, que é baixinho e tem cara de Corcunda de Notre Dame, com a diferença de que o Quasímodo ao menos era forte e ágil. Porpetone, que deveria sim, ser Porpetinha, tenta ser ágil, mas apenas nas piadas, porém dependendo do recinto em que está ele fica mais devagar na graça também, não se sabe se isso é excesso de sensibilidade ou excesso de respeito com o espaço dos demais.

Na Praça é Nossa, ele não tem muita graça, e assim mesmo é dos mais engraçados. Já na rádio Transamérica ele mostra mais criatividade, mais graça, mais versatilidade, mais tudo e, o melhor: Não é preciso ver a sua figura canhestra. No programa do Sirvio, ele até tenta ter graça, mas como a Lívia Andrade não deixa mais ninguém falar, ele fica mais na dele do que seria necessário.

Com a Lívia junto é melhor fazer o seguinte: Torcer para que ela vá com aquelas roupinhas que deixam tudo que ela tem de melhor bem à mostra(e quase sempre ela faz essa caridade), deixar o volume no mínimo(não esse volume, me referi à som mesmo), e da boca dela só ver as risadinhas e os dentinhos brancos, evitando assim, de escutar um monte de bobagem, além disso ela fala mais do que todo mundo junto.

Porpetone nesses programas vai mais para ajudar a preencher, quando muito consegue mandar algumas tiradinhas, mas muito pouco. Elenco de apoio nem sei se seria a palavra, mas ele ajuda em alguma coisa quando deixam. Possui muitos personagens(ou os personagens é que o possuem, mas como em tv se dá preferência ao que há de pior, seu personagem mais famoso é uma homenagem muito doce ao jogador Carlos Tévez. Como o atleta estava sempre disposto a responder o que lhe era perguntado, ele dizia la pergunta? Não que ele não entendesse nem onde estava, era só uma forma de se mostrar disposto à responder à toda e qualquer pergunta. E esse ficou sendo o bordão(sim, bordão, mas não fuja) que Alexandre Porpetone utiliza. Isso não significa que ele esteja chamando o Carlito Tévez de distraído, DDA, desplugado, ou coisa assim, nada disso, está sim, chamando o Tévez de imbecil, retardado, anencéfalo...