Aline Barros

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Yvelhise.jpg -Aline Barros é gospel porque ser gospel tá na moda...-

...e só assiste Raul Gil.

Cuidado: Ouvir suas músicas é um perigo para o teu cérebro.

Emblem-sound.svg.png Aline Barros
Sem Graça - Aline Barros.jpg
Capa do seu CD Sem Graça. Detalhe para a roupa de vadia.
Nome Aline Kistenmacker Barros dos Santos
Origem Rio de Janeiro
Sexo Feminino
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Tudo menos a voz dela
Gênero Pop rock, death metal, funk carioca, black metal gospel
Influências Ana Paula Valadão, Fernanda Brum, Lady GaGa
Nível de Habilidade Deu sorte
Aparência Maquiada
Plásticas Algumas
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Se fazer de santa
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Yvelhise de Oliveira

Cquote1.png Você quis dizer: Lady GaGa crente Cquote2.png
Google sobre Aline Barros
Cquote1.png Você quis dizer: Louva (mal) ao Senhor Cquote2.png
Google sobre Aline Barros
Cquote1.png Só sabe gritar, canta merda nenhuma Cquote2.png
Gente que tem ouvido sobre Aline Barros
Cquote1.png Não alcança as notas e joga pros backs vocais Cquote2.png
Gente que tem ouvido novamente sobre Aline Barros
Cquote1.png DIVAAAAAAA! Seus louvores mudaran minha vidaaaa! Cquote2.png
Fã bitolado sobre Aline Barros
Cquote1.png Ela trabalha com mineração? Cquote2.png
Carla Perez sobre Aline Barros
Cquote1.png Você traiu o movimento gospel, véia! Cquote2.png
Dado Dolabela sobre Aline Barros
Cquote1.png O filho dela é feio pra caralho Cquote2.png
Você sobre Aline Barros
Cquote1.png ALELUIAAAA! ALELUIAAAAA! Cquote2.png
Aline Barros sobre ser irritante

Aline Barros é uma cantora gospel, que integra o projeto de alienação da Igreja Universal. É basicamente uma espécie de Lady Gaga só que na versão crente, sendo um pouco menos efusiva que esta, na qual ela rebola no mastro sagrado do templo, passa a mão no cajado dos dançarinos que se vestem com trajes dos tempos bíblicos com o traseiro à mostra, e rebola frenéticamente entre a plateia que depositam dinheiro na sua cintura em nome do "Senhor", ou de qualquer indivíduo que pague o seu cachê.

Não sabe compor nada, e durante os shows deixa os backs vocais negões escravos da senzala cantarem em seus lugares. Detalhe para o figurino extremamente moderno (como toda crente que se preze) em suas apresentações. Bem, ela sempre foi muito certinha e inteligente, se auto-reprimiu na adolescência e entrou na UFRJ com 17 anos no curso de Biologia Marinha, mas cansou dessa vida de menina nerd e resolveu radicalizar, louvando o Senhor até o chão e fazendo a "dança do siri" (que ela aprendeu com os siris do laboratório da UFRJ, que ela usou para seu TCC, e que fez com que ela se tornasse grande precursora da dança do siri, que bomba em todos os bailes funk... quem diria que isso seria descoberto por uma senhorita inteligente feito Aline Barros, NO LABORATÓRIO DA UFRJ!!!!! Tá bom ou quer mais??)

Seu repertório musical é como qualquer outra música genuínamente gospel, sendo constituída por letras pobres, rimas idiotas, arranjos monótomos, tendo basicamente como temas das suas canções; Deus, Diabo entre outras coisas difundidas pela Universal, como desencapetamento, salvação, libertação, e acima de tudo, a fidelidade ao dízimo. Não muito raro (quase sempre) rouba músicas de bandas crentes internacionais de sucesso como Hillsong United, Third Day, etc, para compor seu repertório chato e sem criatividade. Mas ela resolveu também fazer um álbum sobre a Criação de Deus (só sobre a fauna marinha, é claro!), e os maiores "singles" do álbum são: "Zooplânctons Abençoados de Jesus", "Macroalgas Lindas da Criação" e "Abençoados Invertebrados Nectônicos do Senhor Jeová"

Atualmente, é considerada uma das melhores cantoras gospel dos últimos tempos, na qual isso não é grandes coisas, pois até mesmo o Tiririca, Latino, Kelly Key ou o Rogério Skylab conseguiriam o mesmo status, se acrescentassem Deus em seu repertório musical. Uma vez que o seu público alvo são os crentes tapados que lotam as igrejas evangélicas, da qual são dotado de gosto musical duvidoso, com disposição para gostar de funk, axé, pagode entre outras merdas auditivas, da qual só não ouvem por causa do pastor que diz que isso é coisa do Demônio, embora as letras gospel sejam mais infernais do que as músicas de tele-atendimento. Uma das suas canções entrou no tema da novela Duas Varas, quando aparecia cenas de crentes fazendo o desencapetamento nos cultos.

Finalmente está na gravadora MK Music desde 2004, onde participa dos planos de monopólio da breguice gospel no Brasil.

Grandes sucessos[editar]

  • "Para Sempre te comerei" - fala sobre uma transa, em que o macho da relação é um viciado em sexo
  • "Mete-me, arromba-me": o nome já diz tudo
  • "Desmascara-me": É aquela música chata do Anderson Freire que todo mundo conhece: "Remove minha calcinha, me chama de puta, toca minha xana, me faz ter um orgasmo..."

Discografia[editar]

Fiéis dançando ao som de Aline Barros em uma típica festinha evangélica.
Discos adultos (pornôs)
  • 1995: Sem Limites - a putaria é never ends
  • 1998: Voz do Popozão - neste disco, Aline ensina o dialeto das nádegas
  • 2001: O Poder do Teu Money - Karl Marx não curtiu isso
  • 2003: Fruto de Money - continuação do anterior
  • 2004: Som de Masturbadores - Aline pegou seu filho batendo punheta no banheiro, e com o barulho sentiu-se inspirada. Foi o seu maior sucesso comercial, até porque punheteiros tem em todo o lugar
  • 2007: Caminho de Sacanagens - a música-título foi uma parceria com os integrantes do Trazendo a Arca, incluindo o safadão Davi Sacer
  • 2011: Extraordinária Orgia de Bênçãos - outro sucesso da cantora, contém o sucesso "Desmascara-me"
  • 2013: Sem Graça - Sermão enfadonho sobre vida de crente
Infantis (tão pornográficos quanto os adultos)
  • 1999: Bom é Fazer Bacanal Quando é Criança
  • 2002: Bom é Fazer Bacanal Quando é Criança vol. 2
  • 2005: Aline Barros & Orgias
  • 2008: Aline Barros & Orgias vol. 2
  • 2008: Aline Barros & Orgias vol. 3
Internacionais
  • 2000: Más de Mí
  • 2003: El Poder de Mi Xana
  • 2005: Alino
  • 2005: Suruba en mi banheiro
  • 2008: Ejaculación
  • 2014: Puto Estás
DVDs
  • 2001: Aline Barros Aprontando in Korea
  • 2002: JVV
  • 2005: Galerinha toca siririca com Aline Barros
  • 2008: Sacanagens no Maracanãzinho
  • 2011: Vadiando na estrada
  • 2012: 20 Anús
  • 2015: Extraordinária Orgia Sem Graça
Coletâneas
  • 2008: O pior da música góxpel

Ver também[editar]