Almirante Tamandaré

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Nota: Se procura pelo cabra da Marinha do Brasil, consulte Joaquim Marques Lisboa.


Almirante Tamandaré, mais conhecida como Almirante TamandaYork é um município dormitório e desovador de corpos de crimes realizados em Curitiba, pertence à região metropolitana da capital do Paraná.

População

Uma das várias igrejas evangélicas na cidade.

Sua população é caracterizada pela grande quantidade de gente feia fedorenta e mal educada, alto índice de evangélicos, e mortos pelas esquinas, manos ou mais conhecidos como vida loka! E muitas minas que também adotam o estilo de vida loka e deste fato discorre uma alta taxa de natalidade discrepante com as taxas nacionais, chegando ao ponto de uma criança estar grávida já no ventre da mãe, porém o número da população é controlada graças aos óbitos ocorridos nos bailões, festas de igreja, zonas e escolas locais. Apesar da grande população o poder da cidade está todo na mão de uma família, que domina todas as instituições públicas e privadas locais, como escolas, prefeitura, postos de saúde, autoescolas, lojas de carro, despachantes, padaria, igreja evangélica, zonas, bailões, posto de gasolina (o único), funerária, delegacia, lan house e o escambau. Existe um fenômeno que é grande número de igrejas evangélicas, lojas de móveis e farmácias na única e principal avenida. Em Alm. Tamandaré 90% da população feminina são domesticas que trabalham e apartamentos em Curitiba, 90% da população masculina são os famosos "orelha seca" que trabalham mais que escravos e ganham o suficiente para comprar o ovo para sua marmita, e os outros 10% são traficantes, prostitutas e donos de funerárias.


Urbanismo

A cidade tem uma peculiar tradição de ter grandes quantidades de motéis na famosissíma Rodovia dos Minérios, que possui grande área para turismo sexual para os caminhoneiros que transportam minérios e vidas loka que ganham a vida na rodovia.

A arquitetura da cidade é famosa pelas famigeradas favelas, com estilo barroca. A única avenida asfaltada é a do centro, sendo que todas as outras apresentam estilo rústico de barro e pedras. Possui grandes nascentes de rios, como o Barigui, que já nasce poluído, pois os vida loka cagam em tudo, e moram em invasões sem saneamento básico, umas das maiores é o Bonfim o próprio nome já diz tudo onde é proveniente o tráfico de drogas; É impossível você avançar 1 metro dentro a favela a comunidade, os vida loka te roubam e te executam, Bonfim esse é o lugar mais badalado de tamandaré sempre aparece na mídia, exemplo de mídia: balanço geral, tribuna da massa, parana TV etc... sempre anunciando um homicídio.

Tamandaré é unica la os moradores praticamente tem que escalar para chegar ao seus barracos humildes lares porque incrivelmente não existe ruas planas, as ruas incrivelmente tem uma elevação de 90º onde é impossível chegar de carro já nos primeiros metros os vida loka te roubam.

O único carro do IML que atende a cidade é de ultima geração, ele também é único porque a porta traseira não tranca e ao subir um morro a bandeja com o corpo simplesmente cai para fora do carro e desce a ladeira a baixo, isso é forma de entreterimento que o povo de tamandaré vê nos finais de semana.

Em alm. tamandaré, tem 3 tipos de urbanização: 1ª favelas é a grande parte, 2ª região de desova você encontra perto da região rural porem é muito visitada pela Banda B a rádio numero 1 de tamandaré sempre trazendo noticias de lazer. 3ª região rural onde por incrível que pareça é mais perigosa que a região de favela onde os moradores te atacam igual os ganados do resident evil 4 e depois jogam seus restos mortais para os porcos, e também a maior região de "polacos" de tamandaré.

Educação

As escolas são verdadeiros centros de formadores de meliantes que adoram ser vida loka desde pequenos. A principal atividade dos pivetes é escutar Hip-Hop, funk, pagode e qualquer outra música de pobre, principalmente durante as aulas em seus mp6's comprados em milhões de prestações por suas mães que trabalham em Curitiba como domésticas, ou roubados interceptados por seus irmãos mais velhos que vão passear em Curitiba. As escolas são verdadeiras sucatas que não possuem nem teto direito... a escola do central possui uma cratera do chão sala de aula, a biblioteca fica toda alagada em dias de chuva. As professoras são verdadeiras peruas que são todas parentes, quando não moram em Curitiba e vão lá ganhar seus trocados.

Transporte Público

Toda a tecnologia do Terminal Tamandaré, incluindo até um cordão de segurança para evitar que o pessoal se mate para entrar nos ônibus.

O grande point dos vida loka e de toda população é o Terminal de Almirante Tamandaré o mais fedorento do parana porque dizer não do brasil onde pode se sentir o odor de urina a kilometros, que ultimamente está roubando a cena dos assassinatos na mídia pelo fato de ser sujo, fruto do estilo de vida porco dos moradores da cidade que jogam lixo chão, bitucas de cigarro, escarram e jogam pacotes de salgadão estilo Milhopã fedorento. Os ônibus são verdadeiros comboios do inferno o modelo mais novo é um volvo 1974, onde podem se encotrar até 20 vida loka em um mesmo metro quadrado, pessoas suja e cabeluda no buzão falando alto, aposentados que adoram sair no horário de pico para infernizar a vida das domésticas que estão mortas e fedendo suvaco voltando da casa das patroa, o papo é sempre falar mal dos "patrão", é muito provável que você encontre poças de vômito no chão e nos bancos. Os veículos, independente do clima, são sempre mantidos com as janelas fechadas, favorecendo a atmosfera formada pelo peculiar e forte odor que pode até arder as narinas do viajante, que é uma mistura de suvaco, bunda, peido, suor, cabelo sujo de crente, de dread, vômito, chulé de boca (bafo), dente podre, cigarro, pinga, salgadinho com cheiro de chulé, chulé mesmo, cocô, pastel, salgadinho de queijo, peixe podre, valeta, merda de cachorro, perfume barato do avon e etc. Outra curiosidade é que a três quilômetros do terminal o povo corre para a porta e começa a se aglomerar para sair e para pegar os alimentadores ou para fumar mesmo, porém existe uma grande resistência, é um momento de grande tensão que pode gerar empurra empurra, brigas, porradas e mortes pela galera desesperada que quer entrar e garantir um banco para ir dormindo até o trampo.

Refúgio intelectual e a invasão dos ricos que gostam de comprar pela Internet

Eu vim aqui para conversar contigo. O que assunto gostaria de discutir? Sobre geopolítica da Suíça? Geografia do Brasil? Qual?

Almirante Tamandaré é um bom lugar para quem gosta de puxar assuntos culturais de interesse intelectual sobre história e geografia e não poder fazer isso na cidade grande, só porque é um rato de biblioteca muito inteligente que faz perguntas e respostas de Show do Milhão de ciências humanas, especialmente política, que pode esse assunto ser discutido na tranquilidade do campo. Os assuntos mais falados na zona rural pela zelite curitibana rica são: países, estados do Brasil, filosofia, biblioteca, livros (opa! não precisa isso, já está na seção biblioteca), política, eleições, sistemas de governo, liberdade de expressão, informática, religião, história, colonização portuguesa no Brasil, exploração, desmatamento, MST, geografia, economia, demografia, cultura, esportes, filosofia, psicologia, Internet, moda, dinheiro, construção civil, guerras, direito, jornalismo e muitos outros assuntos polêmicos que na hora de pensar, causam celeuma social nas mulheres que sofrem de transtorno bipolar.

A escravidão é coisa de cidade grande, pois muitas pessoas tem medo de conversar de assuntos inteligentes, então se você não quer ser taxado de nazistas, então corra pra caralho. Chegando aqui em Almirante Tamandaré, leve o seu trabalho pronto de Wikipédia e venha conversar com a gente! Fuja do estresse de Curitiba, troque ideias de Wikipédia e assuntos culturais de interesse intelectual com o teu motorista particular. Venha pra cá do Juruqui com seguinte objetivo: ir buscar água mineral de 15 em 15 dias para encher as garrafinhas que você tirou do armário da área de serviço. Depois vá fazer os teus discursos que você tanto quer. Bom passeio! Bons estudos!

Aqui em Almirante Tamandaré, a crise não tem vez. É um lugar tranquilo para passar o final de semana e o feriado numa terra tão linda. Que tal? Nós vamos arrumar um dia para ir até a fonte da Clari para debater uns assuntos polêmicos para deixar a tua mãe em paz, tá bom? Traga o seu livro e venha ler com muito prazer!