Alone in the Dark

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Night creature.JPG
Alone in the Dark surgiu das trevas!!

E está aqui pra puxar seu pé!

Puro osso.gif


Cenário bem original, parecendo mais com cenário de filme tipo Van Hellsing ou outro filmezinho de mansão mal assombrada.


Alone in the Dark, em português Masturbação no Escuro, é um videojogo de computador lançado no começo do universo minutos após o Big Bang. Os cientistas teorizam que após a singularidade do Big Bang, surgiram as cordas, as partículas elementares, as partículas compostas, o famoso relógio londrino, Dercy Gonçalves, e logo em seguida um Floppy Disk com Alone in the Dark.

Tabela de conteúdo

[editar] Origem

Cena do game.

Alone in the Dark (sozinho no escuro)foi criado pela Infogrames em 992. Com gráficos que rodam a --60 frames por segundo, conquistou muitas pessoas que não imaginavam a existência da NVIDIA.

Pena que os gráficos são indecentes... As pessoas naquele século, ao jogar Masturbação no Escuro, tinham certos tipos de problemas como confundir seu personagem com um animal qualquer perambulando pelo cenário (isso era horrível, pois se realmente tivesse um animal no cenário, era mais fácil ficar brincando de secretária bancária no prompt de comando do DOS do que tentar achar seu personagem...) devido à extrema distorção nos graficos.

Outra coisa que marcou este game em seu lançamento foi a expressão facial do personagem. Lembra algo como "eu vejo gente morta" ou "vi minha vó se masturbando".

Com o tempo o game evoluiu bastante ao ponto de ter requisitos para rodar que dão medo. (veja ao longo deste artigo).

Outro aspecto é que nunca mudam o personagem principal (Edward - Masturboy)... Outro erro, pois o cara tem 100 anos no último da série.

[editar] Jogos

Todos os jogos da série continuam molhando calças alheias por serem abominavelmente horríveis a ponto de fazer com que o jogador dê uma marretada na tela da tv, só assim para acabar com o sofrimento de ter que jogar essa porra.

[editar] Personagens

Edward dando uma de rambo, sendo que ele mal sabe comer coxinha.
  • Edward Carnby - personagem controlável que não sabe correr de decentemente e cansa de tal maneira que parece que carrega o Jô Soares nas costas, o que obriga o jogador a ter uma paciência do caralho para esperar o desgraçado descansar para continuar a correr de zumbis que parecem irmãos felinos de Neo.
  • Emily hartwood- gostosa Loiraça pixelada com peitos triagulares extra grandes, é a namorada do Carnby.
  • Ezechiel Pregzt - Um pirata que vive na mansão Derceto, do alone in the dark 1. Além da escrotisse de ser um pirata bêbado que desvia de tiros, ele também é uma árvore que solta bolas de fogo.
  • Elizabeth Jarret - puta namorada do Pregzt, ela faz rituais e muita bruxaria, além de pagar boquete tributos ao seu amor. Ela é a mãe de aluguel de Jed stone.

One Eyed Jack - Um pirata que é gay e vive brincando com seus companheiros em seu navio mal assombrado. Ele é o antagonista do alone in the dark 2.

  • Jed Stone - Filho mal criado, vivia fazendo atrocidades desde pequeno, como queimar teatros, etc. É o principal inimigo do alone in the dark 3. Além de beber com o sherife, gosta também de trepar com seus companheiros, além de ser muito viciado em dinheiro.
  • "John e Duke" Elwood - Irmãos imortais, servem para atrapalhar você durante o jogo todo.
  • Cobra - Um lutador metido a jackie chan, escapou da prisão colocando uma pitoca gigante bala 30/30 e dando uma porrada na bala, não me diga como ele não ferrou toda a mão.
  • Lone miner - outro fantasma filho da puta um fantasma que é muito mercenário e só morre se tomar um tiro de uma bala de merda ouro.

[editar] História

No jogo, o jogador controla um personagem de aparentes 68 anos por corredores extremamente claros escuros, como sugere o nome do game, onde é completamente dificil de ver qualquer coisa, além de você morrer ao ler um de ouro livro ou tocar em fantasmas. Já no game 2, lançado alguns dias depois do big bang, o personagem está mais novo com aparentes 49 anos, numa casa de piratas fantasmas que são sugados pelo chão depois de mortos. Além do mais você pode se disfarçar de papai noel e ser perseguido por tridentes voadores (?). No terceiro jogo da série é possível controlar o mesmo personagem porém já com seus 43 anos de idade numa cidade imensa do velho oeste composta por 2 ruas, que tem cowboys filhos da puta imortais que vivem bloqueando seu caminho, e como costume, qualquer merda que for feita, game over, além de possuir um intenso realismo, onde manequins anões atiram com buquês e violinos. No game da série você o controla, evidentemente, já com seus 22 anos de idade numa ilha infestada de monstros duros e feios, além de ter quebra cabeças super complexos, onde tudo o que você precisar fazer e puxar uma pitoca alavanca para destravar quadros (?).ja no seu sexto voce controla ele pelo central park depois de sair de um predio desmoronando dirigir fugindo de um terremoto sair de um museum sendo atacado por uma aranha gigante logo apos sair de um buraco quase no nucleo da terra tudo pra o satã possui tu o a puta q te segue no jogo intero.

[editar] Filme

Foi criticado como o pior filme que já existiu na história do universo, com a famosa frase " I don't Know" e deveria ser destruido junto com a Terra( vide guia do mochileiro...). Obs.: É por coisas assim que não temos contatos rotineiros com alienigenas, pois eles têm medo que mongolice seja contagiosa.

[editar] Gráficos

Edward desta vez dando uma de homem aranha, alguém esqueceu de avisá-lo que ele precisa ser mordido por uma aranha meia azul meia vermelha antes.

A série conta com o melhor visual já visto em todos os games 3D do planeta:

  • 364 quadrilhões de polígonos processados em tempo real
  • resolução 5510 X 3650
  • 450 bits de cores
  • ray tracing
  • Quinquilinear filtring
  • Blu(é, o bicho azul da Mansão Boster para Amigos Retardados)

[editar] Pré Requisitos mínimos

  • Estar sozinho no escuro
  • Processador Intal com no mínimo 8 núcleos (socketes 5666)
  • 69 Gb de memória ram DDR21123
  • 5 GB no HD (para carregar os sons) e 500 GB para texturas
  • GayForce 129000008000700000 GTXOPQPFDP
  • Monitor modelo LED TV com suporte a realidade aumentada
  • DirectY 22.24
  • Lanterna, óleo para lanterna e caixa de fósforos.
  • Winchester com balas
  • Amuleto indiano
  • Vários frascos com bebida curativa
  • Paciência, pois qualquer merda feita no jogo, você terá que recomeçar.

[editar] O que veio a reboque

Cquote1.png Meu filme ficou jóia! Cquote2.png
Uwe Boll sendo desonesto.

Depois do grande pequeno sucesso dos outros Alone's in the Dark, a Atari (Não era Infrogrames? Mudou e eu não fiquei sabendo?) lançou outro título: Alone in the Dark: O Retorno, com duas perturbadoras evoluções: agora você pode olhar para a frente e dar uma de Magayver. Além disso, o genial diretor Uwe Boll, já muito famoso por sua extremamente bem-sucedida adaptação do jogo House of the Dead para o cinema, resolveu continuar sua carreira transformando Alone in the Dark em filme. O resultado foi de um sucesso arrasador, que quase rendeu a Boll uma condenação à prisão perpétua pelo Tribunal Internacional de Haia.


v d e h
Logo Terror.png
Boris-Karloff.png


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas