Alquimia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cometinha.jpg Este artigo é um artigo com pretensão pseudo-científica.
Portanto seu autor é um desocupado e mentiroso e não diz coisa-com-coisa.
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Alquimia.
Cientista da Alquimia

A Alquimia é a Ciência de transformar pessoas e coisas (algumas coisas também são pessoas) em OUROOOOO GERALDO ALCKMIN (exceto as chamadas "Al"; estes deveriam ser transformados em gatos miadores, para passar o resto da vida miando, ou sendo cheirados)("Al" não está relacionada á Álcool). A Alquimia é um cachorro com sindrome de gato.

Um alquimista realizando importante experimento científico.

Na maior parte do tempo, isso envolve misturar uma pá de substâncias químicas arbitrariamente e torcer que funcione.

Tabela de conteúdo

[editar] História

A alquimia foi inventada por Anônimo, o maior filósofo de todos os tempos, quando ele descobriu que, ao mergulhar pessoas em ouro derretido, duas coisas aconteciam:

  1. Elas morriam
  2. Elas ficavam cobertas de ouro derretido
Um alquimista super ocupado e responsável estudando.

Naturalmente, sendo um emo, Anônimo pensou que isso era MuItuu LeKaUuUu. Então ele afogou todos os seus miguxos em ouro líquido. Ele logo descobriu algo muito interessante:

Trecho de: Porque todos meus Miguxos estão Mortos de Anônimo, tradução de Alguém: "...é, com bastante empolgação, que eu descobri que, não somente qualquer um cujo nome seja Al não morre nem vira gato, como também que eles se transformam em super-vilões ou em baleias. As baleias, claro, eu dinamitei, porque elas sux, mas os outros caras... eu dinamitei. Eles sux também. Ai ai ui ui, minha vida sux mais ainda."

Então este era o grande desafio, Anônimo tinha que descobrir como impedir que pessoas chamadas Al se transformassem em baleias ou super-vilões quando mergulhados em ouro.

Infelizmente, Anônimo morreu de overdose de gatos persas na quinta-feira seguinte.

Então o bastão da Alquimia foi passado pro filho de Anônimo, Desconhecido. Desconhecido escreveu um monte de livros mas eles eram sobre "porque Linux era melhor que Windows", e não tinha nada a ver com alquimia. Infelizmente ele morreu ao ser atacado por um Peixinho Dourado Assassino aos 42, e não teve tempo de mudar de ideia quanto à sua carreira literária.

É uma pena que a soma de todo o trabalho de Desconhecido sobre alquimia consista disto:

"Sóóóóóó.... Alquimiiiiaaaa..... Sóóóóó..... lol"

Desconhecido não teve filhos. Exceto pelo seu filho, Fulano D. Tal, que fez o maior progresso já feito em Alquimia:

Trecho de: Técnicas de Phishing de Fulano D. Tal: "O resultado final de meu extenso conjunto total de experimentos é a de que, quando Al's são afogados em ouro líquido, eles viram baleias ou super-vilões, não por causa do ouro, mas porque pessoas chamadas Al sempre viram baleias ou super-vilões quando morrem. Então, a conclusão é de que tudo em que meu pai e avô trabalharam foi inútil, e eu estou falido. Por favor, mande dinheiro."

Fulano D. Tal morreu de fome (literalmente =p) no final daquela semana, deixando apenas um iô-iô da Coca-cola e uma cópia da Caras. Isso te dá o que pensar.

[editar] A Pedra Filosofal

Exemplo de alquimista.

O lendário artefato, o qual acreditava-se que transformava Al's em ouro foi destruído para sempre quando Lindomar, o sub-zero brasileiro, tropeçou em cima dela, ficou muito puto e aplicou o poderosíssimo L.A.I. na famigerada rocha, arremessando-a para os confins do universo.

Agora ela está perdida para sempre... até quarta-feira.

Apesar de o propósito original da pedra filosofal ainda ser desconhecido, a biografia do famoso alquimista Paulo Coelho, o qual gosta de usar vestidos com babadinhos todas as vezes que visita um dos 350 países onde possui fama internacional, revela que a pedra pode ter alguma relação com crueldade severa em crianças e animais bem como conferir a poderosa habilidade de evitar ações judiciais por vandalismo. Outra tese (roubada de seu discípulo Edward Elric) seria a de que era usada pelos homúnculos para se tornarem humanos ou conseguirem qualquer coisa que queiram (sem usar dinheiro) sem ter que aplicar o Princípio da Equivalência.

[editar] Efeitos da Alquimia

Apesar de ser a ciência mais importante já estudada, a alquimia não teve nenhum efeito perceptível na humanidade, cultura ou qualquer coisa. Exceto por Al. Todos os Al's são baleias ou super-vilões.

[editar] Livros sobre alquimia

Aprenda você mesmo o segredo, trate de seu CC e fique rico!!

O livro mais extraordinário livro sobre o tema, foi escrito por um brasileiro. Nada mais, nada menos, por Bernardinho O Alquimista (nas horas vagas, técnico da seleção brasileira de vôlei). O livro se chama: "Transformando Suor (que nojo) em Ouro" . Em vez de metais, ele usa apenas suor! E quanta matéria prima ele tem nas mãos!! Incrível, não é mesmo? Imagine como ele deve fazer as outras coisas...

Se você ficou curioso, vamos te revelar o SEGREDO da transformação de SUOR em OURO. Este segredo vai mudar sua vida. Você está a poucos segundos de saber apenas o que apenas alguns privilegiados sabem...

Eis a Fórmula.


  • Primeiro para melhor entendimento, vamos substituir o "s" do suor, pela letra "o".
  • Depois colocamos o "o" no final da palavra.
  • Por ultimo trocamos de ordem as letras "u" e "o".


PARABÉNS!!

Você acaba de transformar SUOR em OURO!!

Você acabou de saber o segredo mais bem guardado do mundo!

[editar] O Renascimento da Alquimia...

Seu renascimento pode acontecer a qualquer hora, se alguém for bem-sucedido em fazê-la. Claro, se Jesus Negão não conseguir fazê-lo, ninguém pode. Exceto o óbvio.

[editar] Substâncias Alquímicas

  • Aqua Regia: Esta "água real" (da realeza, não da realidade, duh!) é a única substância alquímica capaz de dissolver o "metal real" - Ouro. Por esta razão, era a substância mais temida dentre as conhecidas pelos alquimistas.
  • Limo Regio: O sal resultante da ação da Aqua Regia em limão.
  • Antimônio: Substância que afugenta os demônios.
  • Ouro Fulminante: Ouro que explode. Uma pegadinha comum entre alquimistas.
  • Cinábrio: Minério de Chucknorrita, do qual se extrai o Chuck Nórrio.
  • Enxofre: Tem cheiro de ovo podre. O lanchinho preferido de 9 entre 10 góticos.
  • Mercurius Praecipitatus: Todo mundo sabe o que é. Nem vou perder meu tempo explicando.
  • Limonada: Ninguém sabe o que é, afinal não é nada. Cientistas chegaram à hipótese de que se trata de um tipo de Limo.
  • Ouro: Um metal maleável praticamente sem valor, com uma péssima coloração amarelada. Porém até que é gostoso em barras.
  • Sangue de Dragão: A seiva vermelha da árvore Dracaena draco, vendida pra alquimistas trouxas que mesmo depois de grandinhos ainda acreditam em dragões. Ha ha! (possível fonte da Seiva de Sogra)
  • Manteiga de Latão: É que nem um latão de manteiga, só que ao contrário. Com Limo Régis fica ótimo num sanduíche-iche de enxofre.
  • Orpimento: Um pigmento amarelo contendo arsênico. Geralmente utilizado como corante nos deliciosos M&M's amarelos. Batizado em homenagem ao Gorpo.
  • Ouro Puro: Parece com ouro normal, mas vai ficar te enchendo o saco se vangloriando sobre como ele não quer fazer sexo, não quer nunca jamais pensar em olhar pra alguma droga, e sua tendência em votar em tucanos.
  • Ars Regia: Ingrediente principal do sabão em pó Arse - Arse todo branco fosse assim.
  • Gás de Pântano: Essa coisa não vem realmente de pântanos. Confie em mim, você será mais feliz se não perguntar de onde ele vem de verdade.
  • Manganês: Substância comumente utilizada por alquimistas japoneses. Evite contato físico - os sintomas variam entre ficar com olhos grandes, nariz pequeno, coloração aleatória de cabelo, etc.
  • Realgar: Minério vermelho de arsênico. Batizado pelo fato de que ele existe.
  • Fakegar: Minério invisível rosa de arsênico. Batizado pelo fato de os alquimistas sempre o perderem, e só de raiva, decidirem declará-lo inexistente.

[editar] Elementos Alquímicos

São os componentes básicos de todas as substâncias alquímicas - mesmo quando não se sabe quem compõe o quê.

Os elementos alquímicos oficialmente costumam ser guardados numa tal de Tabela Periódica, mas ninguém sabe pra que ela serve.

Não-oficialmente, ou seja, paralelamente à Ciência convencional, os cientistas loucos, lunáticos, psicóticos e psicopatas utilizam a Tabela Idiótica dos Elementos do Professor Pardal.

[editar] Fórmulas Alquímicas

Alquimia usa diversas fórmulas, algumas delas envolvendo elementos alquímicos por exemplo:


  • 100 litros de sangue + 1 história tosca + (2 mortes/minuto) = Filme do Jason
  • (8 heróis improváveis + 1 vilão afeminado + diálogo entediante + deus ex machina)/50 horas = Final Fantasy
  • 3 copos de água + 1 buldogue vivo = um cachorro molhado
  • Tudo que ha de bom no mundo + Tempero + Açúcar + Elemento X adicionado acidentalmente = Meninas Super poderosas
  • 100 litros de cachaça + estudande até a segunda série - um dedo = Futuro Presidente


[editar] Metais Planetários

Alguns metais usados em Alquimia foram associados a planetas, devido ao fato desses planetas serem inteiramente feitos dos seus respectivos metais.

  • Venus symbol.png Irídio (Inri)
  • Sun symbol.pngSun symbol.png Ôro (os Sóios, véi!)
  • Mars symbol.png Ferro (Marte)
  • Saturn symbol.png Giz (Saturno)
  • Pluto symbol.png Plutônio (Plutão)
  • Tatooine symbol.png Areia (Tatooine)
  • Krypton symbol.png Kryptonita (Krypton)
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas