Ana Beatriz Barros

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Keira knightley d-1-.jpg Ana Beatriz Barros é uma modelo anoréxica!

Este artigo contém fatos sobre uma modelo que pesa menos que uma mulher grávida, descontando o peso da mulher. Sua dieta faz os presos em campos de concentração parecerem obesos e se virar de lado, desaparece.

Ana Beatriz Barros
Ana-beatriz-barros-picture-1.jpg
Se achando a top!
Origem Bandeira do Brasil Globo 16x9.gifBrasil
Data 29 de Maio de 1982
Onde trabalha (Ô) Lá em casa
Talento(s) vide imagens
Dados
Cabelos Tem
Olhos Verdes
Altura 1.85
Peso 54
Busto 88
Cintura 58
Quadril 86
Coxa 53
Perfil
Hobby(ies) Achar que está arrasando com roupas esquisitas
Característica marcante Não se veste muito bem
Frase Cquote1.png Pra que Camarão Empalado quando eu tenho os Pães de queijo da minha mãe, uai? Cquote2.png
Prêmios Miss Boa MG 2000-2002, Miss Gostosa Brasil 2003, Miss Vestimentas Esquisitas 2005
Website
Casa de Ana

Cquote1.png Você quis dizer: Ana Beatriz Burra Cquote2.png
Google sobre Ana Beatriz Barros

Cquote1.png Não dá pra entender porque ela voltou para o Brasil... Cquote2.png
William Bonner sobre Ana Beatriz Barros

Cquote1.png ...É uma das modelos mais bem pagas............do Brasil Cquote2.png
Analista Financeiro sobre Ana Beatriz Barros

Ana sabe como chamar atenção

Ana Beatriz Barros é uma modelo Brasileira, ou seja, é pobre e, portanto, não come Camarão Empalado. Ela tinha uma carreira de sucesso nos EUA, quando quis entrar clandestinamente nos EUS e foi barrada.

História[editar]

Ana Beatriz Barros nasceu em Itabira, no Brasil, em 29 de Maio de 1982, enquanto a sua mãe preparava deliciosos pães de queijo para vender na quitanda.

Quando era jovem, vendia os pães de queijo da sua mãe na quitanda. Ela não tinha nada de especial, exceto a sua mania de vestimentas esquisitas (assim como trajes de desfile). Quem conhecesse ela desde pequena diria que ela seria uma atriz, pois ela adorava fazer encenações teatrais para a escola.

Ela nunca quis saber muito de homens, pois seu pai deixou a sua mãe grávida dela. Sua mãe ficou praticamente arrasada depois que ele deixou ela na mão num acidente de caminhões. Depois que soube desta história, ela resolveu não se casar com homens.

Com 16 anos, ela foi visitar a sua irmã Patrícia no Rio de Janeiro e acabou se inscrevendo para o concurso da Elite Models (embora não tenha nenhuma modelo de elite, serve para lançar modelos aspirantes no mundo da moda), The Look of the Year, que elege a mais gostosa boa bonita garota do concurso. Ana foi a vencedora daquele ano e conseguiu uma vaga como modelo da Elite Models.

Não demorou muito tempo para ela ser fotografada para revistas como Marie Claire, Elle e Vogue, fazendo sua popularidade crescer no cenário mundial. Mais uma vez, seus gostos esquisitos para roupas, biquinis e trajes íntimos acabou atraindo a atenção da agência L'oreal.

Realmente sabe chamar atenção..

Com o contrato da L'oreal em mãos, ela prosperou na carreira de modelo, desfilando em países como a Tailândia, Indonésia e Madagascar. Depois que entrou na L'oreal, Ana começou a se vestir melhor, e com isso conseguiu um emprego na Victoria's Secrets.

Na Victoria's Secrets, ela chegou ao seu auge, desfilando em países como a Mongólia, Quênia e Guiné-Bissau. Ela já estava com a carreira feita: tinha dinheiro, um bom emprego e um belo apartamento em Nova York. Porém não estava satisfeita.

Seu gênio ambicioso a levou a entrar clandestinamente nos EUS, numa tentativa de ser uma modelo de sucesso lá. Não foi bem sucedida.

Ela perdeu o seu emprego e foi deportada dos EUS para o Brasil.

Atualmente, ela está desfilando para a Lumière Models, que embora não seja tão luminosa assim no mundo da moda, a sustenta no Brasil.

Trabalhos Importantes[editar]

  • Marie Claire
  • Vogue
  • Elle
  • Victoria's Secrets
  • L'oreal