Anal Giratório

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Cquote1.png Na União Soviética o anal giratório curte VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre o anal giratório

Cquote1.png Em Togo você giraliza a analidade da curtição Cquote2.png
Inversão Togolesa sobre o anal giratório
Cquote1.png Relaxei e gozei! Cquote2.png
Marta Suplicy sobre o anal giratório
Cquote1.png Eu tenho medo!!! Cquote2.png
Regina Duarte sobre o anal giratório
Cquote1.png Vamo exprimentá, minhas amiguinha Cquote2.png
Palmirinha sobre o anal giratório
Cquote1.png Gira gira gira, gira gira gira, gira gira gira, girôôôô!! Cquote2.png
Silvio Santos sobre o anal giratório
Cquote1.png A galerinha que se amarra numa aventura entre quatro paredes vai agitar de montão com essa nova onda que chegou para ficar e promete criar um clima de paquera e muita azaração. Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre o anal giratório
Cquote1.png A vida ensina. Cquote2.png
Mona sobre o anal giratório

Tabela de conteúdo

[editar] O que é?

Anal giratório é o nome pelo qual é conhecida a prática milenar também referida como "gira, feladaputa, gira". Sendo considerada pelos monges bundistas do Timete uma prática altamente perigosa, o anal giratório foi abolido do Oriente há muitos séculos. No entanto, a versão mais coerente dos fatos supõe que os orientais não praticam esse ato devido ao tamanho diminuto de sua gleba.

Muito difundido no Ocidente, praticantes dessa atividade podem ser encontradas facilmente em regiões periféricas de grandes metrópoles, ou vai dizer que você nunca leu anúncios afixados nos orelhões de profissionais do sexo que oferecem essa atividade de lazer? De qualquer maneira, fuja dos anúncios que cobram algo abaixo de R$20,00 e qualquer outro que apresente a palavra "ativa". Sério. Mas caso você deseje explorar a experiência mais a fundo, procure por go-go boys, afinal o prazer será seu, e é você quem deve matá-lo da forma que desejar.

Como alternativa para aqueles que preferem não recorrer a estranhos, sempre é possível tentar praticar o anal giratório com aquela tia bêbada que enche a cara durante as festividades de natal, réveillon e carnaval. Aproveite.

[editar] Tá bom, mas o que é?

Ah sim. O anal giratório consiste basicamente no ato de posicionar estrategicamente o oríficio anal da mulher (ou o seu próprio, se preferir) sobre a gleba de um homem de modo que o indivíduo do sexo "feminino" nessa situação possa executar movimentos livres de rotação sobre o eixo vertical numa altura confortável e que proporcione prazer sexual ao parceiro que a perfura através de uma abertura especial na parte de baixo do apoio giratório. A velocidade ideal é de 200rpm.

[editar] Anal giratório Hard Style

O indivíduo que vai receber a gleba deve estar pendurado no ventilador de teto, enquanto o que vai meter o talo deve estar deitado de barriga para cima. Deite na cama, meta a gleba no c* do indivíduo e ligue o ventilador.

[editar] Anal giratório Playsson Style

Pessoas dotadas de dinheiro podem arcar com equipamentos adequados para a prática do anal giratório, como cadeiras especiais com ajuste de altura e que até giram sozinhas através do movimento rotacional proporcionado por um motor elétrico, ou seja:

Cquote1.png Eles relaxam e gozam! Cquote2.png
Marta Suplicy sobre os playboys endinheirados

[editar] Anal giratório Basic Style

O anal giratório pode ser algo traumático para aqueles que não podem bancar um bom equipamento, mas felizmente existe uma receita tradicional que pode ajudar um pouquinho:

Sabe aquela banha de bacon que sobrou depois de você fritar o café da manhã e que a essa hora tá parecendo vaselina? Então, funciona igual, só que ainda tem o plus do cheirinho de porquinho. Espalhe sobre sua gleba de modo que toda a extensão esteja lubrificada. Em seguida, assegure-se que você seja casado, namore, se relacione com uma mulher relativamente esbelta ou seja a própria; se este não for o caso, chute a gorda pela janela e procure uma mulher mais adequada (não se esqueça de vestir uma roupa antes de sair pelas ruas, mas embrulhe o palhaço numa sacolinha de supermercado, pra não estragar todo o trabalho que você teve anteriormente com a banha).

Se tudo estiver certo até aqui, é hora de brincar. Posicione a moçoila sobre sua gleba de forma que haja equilíbrio e força no braço que 'o bagulho vai esquentar'.

[editar] E depois?

Uma prática muito difundida, e que já se tornou inclusive uma espécie de tradição, é cheirar gatinhos após o anal giratório. Fumar um cigatinho é tido como um sinal de respeito com o companheiro e demonstra sua gratidão após o coito.

[editar] Não entendi. Você pode desenhar?

Spin.png
Rotorfuck.gif
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas