Ananindeua

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png É MEU estágio!! Cquote2.png
Hélder Barbalho sobre Ananindeua
Cquote1.png No município de Anandeu... Anindua... Ananinda... Ah! Esquece! Neste município ocorreu... Cquote2.png
Telejornal local tentando explicar mais um assassinato na cidade

Ananindeua é uma grande favela de Belém, comumente designada como "Cidade-Nova de Belém", mesmo que tenha mais de 800 ânus. Faz fronteira com Belém, BR, BS, BT, BU, BV, BX e BZ, por causa das favelas que não param de crescer.

História[editar]

Como toda metrópole do Brasil (exceto Manaus que é só uma pseudo-metrópole), Belém também deve ter sua favela, e Ananindeua é a maior delas e um município próprio apesar da caótica conurbação que há entre a capital do Pará e esta cidade.

Recebeu esse nome por conta dos inúmeros pés de ananim que existiam na região (hoje em dia, não há um sequer para contar a história e nem os moradores de lá sabem que o nome vem da planta). Começou com um monte de barracos feitos de qualquer jeito ao longo da rodovia (que antes era a estrada de ferro para Bragança) e depois cresceu até se tornar a maior favela do Norte do Pará. Para tentar amenizar esse ocorrido, foi lançado o projeto "Cidade Nova", na qual um enorme bairro seria planejado e construído. Foram nove bairros no total, mas quem projetou não sabe nada sobre ordem numérica e fez a seguinte sequência: começa pela Cidade Nova 1, depois a Cidade Nova 9, depois a 3, 2, 8, 4, 7, 5 e 6. Nessa confusão toda, esqueceram de colocar calçadas para o pedestre caminhar e o povo anda pelo meio da rua, dividindo espaço com os carros e motos. Hoje sabemos que essa falta de planejamento da Cidade Nova foi porque ela foi pensada para ser apenas uma "cidade dormitório" de Belém, dos trabalhadores que não tinham onde cair mortos e foram jogados pela Cohab pra morar longe do centro de Belém e não "enfeiar" a metrópole com suas pobrices.

Clima[editar]

O clima é relativamente menos ameno (leia-se mais escroto) do que o clima de Belém (já que desmataram tudo, e o que não falta é gente transformada em pó), o micro-clima de Ananindeua difere basicamente numa coisa para a capital, a noite quando chove e principalmente no "inverno" (outubro-maio) paraense, chega a dar umas noitinhas frias em torno de 50° e 22,9999° Graus Celsius. No geral, a média é:

  • Temperatura máxima média: 100º
  • Temperatura máxima registrada: 22,9999º
  • Temperatura mínima média: 70º
  • Temperatura mínima registrada: 50º (dentro de uma geladeira, é claro, porquê fora mesmo só se tu estiveres com calafrios causados por aquele derrame rabial violento da maniçoba que tu tirastes da geladeira ontem que tu não comestes no círio).

O clima de Ananindeua, portanto, reúne boa parte do clima dos outros municípios do país. Quando começa a chover, pode descer a canoa do telhado porquê tu vais ter um pau d'água daqueles. E quando faz sol na cidade é de evaporar toda e qualquer chance que o mosquito da dengue tem de se proliferar, mas é também o momento em que os mosquitinhos filhotes que já se metamorfosifisaram, aparecerem para atazanar a vida daqueles que não usam repelente. Não se sabe então, qual é o tempo mais propício para boa sobrevivência neste município. Mas apesar de tudo, o aquecimento global ainda não é um problema para quem vive em Ananindeua, este pequeno-grande município do Pará, o buraco na camada de ozônio não fica em Ananindeua de acordo com os estudos.

População[editar]

Panorama de Ananindeua antes do alagamento.

Hoje, ninguém mais sabe qual a população deste município, de tanto que cresce (em gente, não em qualidade de vida). Fenômeno este motivo do crescimento de favelados em Belém que acabam sendo banidos para Ananindeua e ao sexo sem camisinha da habitação carente da cidade-favela.

Apesar disso, é fato notório que a população é composto quase que inteiramente por cabocos. O índice de desmatamento da cidade é muito alto. 75% das terras foram devastadas para servir de moradia.

As espécimes de homens são magros, feios, com cabelo de R$ 1,99 (também conhecido como luzes), sandália Kenner roubada, cordão de latão que insistem em dizer que é de aço e camisas da Nike, Adiddas e Mizzuno entre outras marcas de boleiros, que eles insistem em dizer que são oficial, mas todos sabem que é da feira do P.A.A.R ou do Centro (BR). Geralmente este espécime anda em duplas nas "bikes" ou várias duplas em "bikes", escutando tecnobrega e derivados no último volume; Existem em grande quantidade em Ananindeua. (Um conselho: Fuja desse espécime!)

As mulheres da cidade são estilo piriguete carioca só que feias, geralmente de bucho grande de tanto comerem farinha ou por estarem grávidas mesmo de algum malandro, abusam da maquiagem a ponto de praticamente virarem palhaças de tão maquiadas (principalmente quando usam blush) que colocam piercings e ainda se acham gostosas. Usam sandálias Kenner, calças jeans da Absoluta ou FH, ou qualquer roupa apertadíssima, cheia de penduricalhos brilhantes, a maioria é mulher de traficantes locais ou putas de escola tentando arranjar um babaca que as banque nas festas de aparelhagem ou as levem para trepar no motel. (Um conselho: Fuja desse espécime!)

Transportes[editar]

Essa cidade apresenta uma única avenida: a BR-316. Todo dia tem que morrer algum babaca desatento que atravessa a rodovia sem olhar, estudos afirmam que essa é a maior causadora de morte na cidade. Os mais céticos afirmam que são os assassinatos por posse de terra.

Nas demais ruas da cidade a única coisa que se vê são os motociclistas mal educados que desconhecem o uso de capacetes e insistem em transportar centenas de pessoas na mesma moto, normalmente todas sem camisa e descalços.

Esportes[editar]

Até hoje, o resultado mais expressivo do Clube Municipal Ananindeua foi um suado segundo lugar no campeonato paraense! Claro, com a ajuda do juiz ananindeuense que apitou todos os jogos do time e ainda bateu os pênaltis para a equipe, que é incapaz de ter um bom cobrador de pênalti.

Lazer[editar]

Existe a Praça da Bíblia e a Arterial 18, ambos na Cidade Nova, lugares de riquinhos, que dia de sábado e domingo enche de playboys, maconheiros, pseudo descolados, pseudo nerds, pseudo skatistas, regueiros, roqueiros, forrozeiros, tecnobregueiros, alunos matando aula, pessoas de tudo quanto é igreja, crianças só faltam nos atropelar com aqueles carrinhos motorizados, todos os tipos de gente que não presta que vão para lá fazer pose, comer aquele sanduíche ou comprar bugigangas caras.

Turismo[editar]

Ninguém sabe ao certo se Ananindeua possui pelo menos uma praça. Mas, cabocos habitantes que moram há gerações na cidade afirmam que lá tem um "igarapé, pai d'égua, rapáz!". Na cidade tem o rio 40h, que a maioria dos moradores acham a coisa "már" linda! Só que a droga desse rio é todo poluído, sendo possível "apreciar" apenas todo o sistema de esgoto da cidade e a merda que você deixou no vaso no dia anterior! Só essa cidade lhe dá a chance de dar um último adeus ao seu chibé!

Sem falar também nos 2 mais importantes pontos turísticos que rotineiramente são visitados por programas policiais, são eles Icuí e P.A.A.R. (sigla que significa Proibido Andar de Anel e Relógio), obviamente não podemos esquecer outros: Distrito Industrial, Guajará, Águas Lindas com Águas Claras, Águas Negras e Outras Águas, Curuçambá, Stélio Maroja, Elo Perdido (sim! Ele existe!, e qualquer outro bairro que não seja a Cidade Nova e que pode ser chamado de periferia da periferia.