Andréia Albertini

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Loser 2.JPG
Andréia Albertini já morreu!

Já estava na hora...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Andréia Albertini era uma das diretoras executivas da Ícaro Studios, cuja função era mexer os pauzinhos dos funcionários da empresa quando o proprietário, Jailson Mendes, estava fora em viagens de delícias. Ficou famosa não pelo seu trabalho delicioso, mas sim por ter comido o Ronaldo Fenômeno.

Biografia[editar]

A venda nos melhores camelôs da feira.

Nasceu em Erechim, terra do Crack Neto, cidade gaúcha onde só dá macho.

Passou a infância ajudando seus pais nas plantações de mandioca e pepinos da família. As vezes, para ajudar no orçamento familiar, fazia bicos entregando peças na oficina do Kauan Desu.

Na adolescência, conheceu James Matarazzo, futebolista que aspirava ser um novo Messi, mas que acabou sendo apenas um novo Ronaldo Fenômeno, não no quesito futebol, já que o mesmo nunca jogou nada, mas pela tara em ser comido por travecos de pau grande. Andreia e James passaram bons momentos juntos, travando batalhas épicas (ou é picas) em busca de seus pontos G.

Entrando na idade adulta, em uma viagem para Curitiba, Andreia conheceu Sandro Lima, um renomado diretor brasileiro, que estava procurando machos virgens para encenarem sua mais nova produção cinematográfica, apelidada de "Ela é um Fenômeno", que contaria a história de Ronaldo sob uma nova ótica, conhecida apenas pelos mais íntimos. Pensando em seus pais, que haviam ficado em Erechim e precisavam de um auxílio financeiro, Andreia aceitou, e, trabalhando duro, ou no duro, sob os comandos de Sandro Lima e Jailson Mendes, o proprietário da empresa, conseguiu aprender rapidamente os macetes de atriz, e executou uma performance digna de nota máxima no IMDb.

Tornando-se uma celebridade nacional, Andreia viu uma mudança abrupta em sua vida. Se antes era apenas uma jovem pobre do interior com um pau grande, agora ela era uma estrela no cenário cinematográfico com pau grande. Em todos os lugares que frequentava, fãs pediam para tirar fotos com ela.

Porém, este era apenas o começo de sua fama.

Indo para São Paulo com o dinheiro ganho pela sua atuação, Andreia conheceu Ronaldo, em uma rua pouco movimentada da capital paulista. Então, papo vem, papo vai, sapato que tira, calça que cai, e os dois já estavam lá, no bem bom, curtindo aquilo que a vida tem de melhor. Porém, ao final da transa, ainda com o pau sujo de cocô, Andreia pediu uma colaboração financeira para o astro da seleção brasileira, já que as pedras de crack não se compram sozinhas. O atacante recusou, e assim começou uma confusão, confusão, que só terminou com a intervenção do Policial Gaúcho.

Depois deste acontecimento, Andreia caiu no ostracismo, até que morreu em 2009, após uma overdose de viagra barato.

Filmes[editar]

  • Ela é um Fenômeno - Neste filme que retrata a vida de Ronaldo, Andreia faz o papel dela mesma, metendo várias bolas no gol do atacante (interpretado por James Matarazzo).