Andradas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Galinhacaipira.jpg Enxada-2.pngEsti artigu é caipira, sô!!Enxada-1.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Andradas.

Cquote1.png "Proibido pisar na grama se não sabe ler chame o guarda Cquote2.png
Placa na praça de Andradas
Cquote1.png Aqui é Poços de Caldas? Cquote2.png
Pergunta típica feita por turista em Andradas
Cquote1.png Esse bairro é de Poços de Caldas? Cquote2.png
Pergunta típica feita por turista em Andradas
Cquote1.png Tá quase! Cquote2.png
Resposta do poços-caldense em Andradas
Cquote1.png Não sei não viu, bem! Cquote2.png
Resposta do andradense em Andradas
Cquote1.png O moço eu tô perdido ou tô no caminho certo para Andradas? Cquote2.png
vendedor de tapetes indo para Andradas
Cquote1.png Tá nu caminhu certu sim....mas tá perdido do memo jeitu! Cquote2.png
resposta do capiau
Cquote1.png Ah, é perto do Mato Grosso, né?! Cquote2.png
Qualquer pessoa conversando com andradense sobre a localização de Andradas
Cquote1.png Andradas, visite antes que acabe! Cquote2.png
Moço iscraricido sobre coisas erradas da cidade
Cquote1.png Cuidado com os buracos! Qualquer coisa chame o resgate Cquote2.png
Placa amiga na entrada da cidade
Cquote1.png O maior clássico do meu Estado, meu querido Estado, é Palmeiras contra Corinthians e depois a caninha 51 Cquote2.png
Andradense sobre os clássicos do Estado
Cquote1.png Ai, gente, Andradas é uma gracinha, pena ter tanto drogado! Cquote2.png
Hebe Camargo sobre Andradas
Cquote1.png Ossa, ela é bunita pur bosta! Cquote2.png
Andradense em linguagem delicada típica sobre qualquer mulher que achar bonita
Cquote1.png Ossa, ela é bunita pur bosta! Cquote2.png
Andradense sobre qualquer mulher que achar feia
Cquote1.png Cê tá sabendo? Cquote2.png
Fofoqueira típica para a próxima vítima
Cquote1.png Cê é fii de quem? Cquote2.png
Pergunta típica
Cquote1.png Firrrme? Cquote2.png
Saudação típica andradense
Cquote1.png Não, é futibor! Cquote2.png
Resposta à saudação
Cquote1.png Eu ainda vou jogar neste time! Cquote2.png
Ronaldinho Gaúcho sobre o Rio Branco de Andradas Futebol Clube
Cquote1.png Nossa, quanto homem biito! Fiquei facinha! Cquote2.png
Mamãe sobre os homens de Andradas em desfile no Clube Rio Branco
Cquote1.png Chique...chique! Todas muito bem vestidas! Cquote2.png
O que as andradenses pensam que Ronaldo Ésperman dirá sobre elas quando visitar a cidade
Cquote1.png Que beleza! Cquote2.png
Zé do Chá sobre Andradas
Cquote1.png Muedinha! Muedinha! Cquote2.png
Primeiras palavras de Julião ao nascer em Andradas em 12 a.C.
Cquote1.png Alô, Andrada!!! Cquote2.png
Artista que vem na festa do vinho sobre Andradas
Cquote1.png Seu Fii di Puta!! Cquote2.png
Típico palavrão da alta cúpula andradense.
Cquote1.png Vamu no bar bebe umas quinze?? Cquote2.png
Pergunta comum entre habitantes andradenses.
Cquote1.png Entaum vamu cagá na carça!!! Cquote2.png
Resposta à pergunta acima.
Cquote1.png Eu sou como o andradense e não desisto nunca nem caindo de bêbado!!! Cquote2.png
Lula sobre o otimismo
Cquote1.png "Para de Tocar Harpa" Cquote2.png
Qualquer andradense nos anos de 1993 a 1996 respondendo alguém que soltou um burracha
Cquote1.png "Gata me liga mais tarde tem balada" Cquote2.png
Música infernal mais tocada na capitar
Cquote1.png "Se tocar reto sai la na frente?" Cquote2.png
Andradense tentando descobrir o caminho pra Blumenau

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Andradas é terra do Jorge, o primeiro cachorro santo do Brasil?
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Andradas é o único lugar onde tem esquenta com breja na faixa pra chegar bêbado em festa open bar?
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Em Andradas, o que você não está fazendo, todo mundo está sabendo, menos você?


Localização e alguns fatos históricos[editar]

O crescimento e o progresso da cidade têm expandido o número de semáforos como esses perto da rodoviaria

Andradas antes se chamava Caracol (ou Caracor, como muita gente ainda chama a cidade), mas alguém quis puxar o saco de políticos que não tinham nada a ver com a cidade e mudaram o nome da bendita para desgosto de muitos, mas o mais importante mesmo é que Andradas está localizada no ABC do Sur de Minas, formado também por Bitiúra, que é o distrito industrial da região e também conhecida por Paraguay, e Caldas.

A cidade conseguiu se desenvolver enormemente nos últimos anos, graças ao impulso especial de alguns ilustres moradores, da proliferação de buracos e cachorros vagando pelas ruas, do crescimento de negócios e atividades em área nobres como o Buraco Quente.

A cidade é o maior território autônomo do norte de São Paulo Sumpaulo, Estado do qual passou a fazer parte, reflexo da luta dos moradores que queriam mais transmissões do Campeonato Paulista de Futebol na cidade, e do Mercosur.

Há séculos, Andradas (no dialeto caracolês se pronuncia “Andruadas” com um “r” bem delicadinho) e Espírito Santo do Pinhal(Argentina) têm travado consecutivas guerras. Pinhal porque tem uma finesse toda especial que não permite a mistura com pobre e Andradas porque não é chamada pra jogar golfe com os pinhalenses porteños.

Turismo[editar]

Família andradense sendo flagrada em direção à Bitiura

A cidade tem importantes áreas de lazer, turísticos ou de influência:

  • o barril na entrada da cidade;
  • Scorpions, casa de família onde você encontra sua família lá sem saber que ela estaria lá;
  • Praça do centro, também conhecida como Faixa de Gaza e Medelin (cuidado com o buraco), uma opção de lazer saudável e de contato com o verde, como as plantas Cannabis;
  • a R$1,99 da garotada, casa de senhoras da família que vendem seus corpinhos adiposos por um preço promocional;
  • a saída pra Bitiwura, reduto procurado para quem procura um passeio alternativo;
  • o bar da esquina, uma casa que parece fechada mas tá cheia de gente comendo e bebendo até cair e esvaziar o estoque;
  • a saída pra Poços de Caldas PósdiCarda, também conhecida pelos locais como “Pócio” — “Vam pá pócio?”, onde o povo curte uma noitada na Jovita;Que é 10 real a puta


  • saída pro Pinhar, onde o povo vai falando que vai fazer faculdade e pára no Garé;
  • saída pro Jardim ou Garden, onde o povo vai falando que vai fazer um piquenique e pára numa boate chamado Subacus;
  • saída pra São João da Boa Vista, onde o povo vai falando que vai fazer faculdade e dá uma volta com a galera no busão da prefeitura

Dados da população[editar]

A cidade tem 40 mil habitantes, sendo 35 mil de cachorros, 3 mil fofoqueiras (que parecem ter 300 mil línguas) e o restante de homens e mulheres - reféns das fofoqueiras e dos cachorros. Os cidadãos desta ilustre cidade são megalomaníacos, tudo deles é melhor do que dos outros! A poligamia é comum e aceita (haja vista que há 4 mulheres muié pra cada homem homi). A cidade de Andradas também consta em um ranking muito importante: é uma das únicas cidades no mundo em que se começa a beber bebidas alcólicas e drogas com menos de 9 anos de idade. Uma genuína característica dos andradenses é que eles só pensam em dinheiro e status, uma coisa que faz da cidade parecer ser meio paulistinha, né meu? Ao conhecer alguém eles já vão logo perguntando quais as posses ou status que aquela pessoa possui, e contando as coisas que tem(quando tem, quando não tem, eles fazem referência ao um grande amigo ou parente "poderoso" ).E todo assunto deles se trata somente disso, a cidade inteira não fala em outra coisa, fazendo de todos muito engraçados!

As pessoas de fora[editar]

Para o andradense, há quatro tipos de pessoas: as de Andr(u)adas; as de fora, que são recebidas com colares, danças, atabaques típicos e favores sexuais; pinhalenses; e as pessoas que não são bem vindas, desde que sejam pobres ou use cores berrantes.

Autoestima local[editar]

Carro de mauricinho típico da cidade em raro acidente

Mas o grande orgulho é o time que disputava o Campeonato Mineiro. Agora que o time tá parado, a maioria acredita que agora a cidade não vai pra frente, o que mostra que o andradense compreende que o futebol é a coisa mais importante nessa vida para o desenvolvimento da cidade. O time tem uma torcida desorganizada organizada que se chama ressaca azul ou coisa parecida…Que se chama ressaca azul por ter sido a torcida mas beuda da cidadi.

Idioma predominante[editar]

O dialeto predominante é o caracolês, uma mistura de expressões usadas pelos chupa-cabras que há séculos habitam a região e do país vizinho e distante, o TREM (Territórios Remotos de Minas), formando um tipo de comunicação altamente delicada. Ainda existe o povo que vai morar nos Istaduzunidus Estados Unidos e volta falando um "ingreis" caracolado...

Terra do Vinho[editar]

Conhecida como "Terra do Vinho", os habitantes da cidade juram que todo vinho é uma maravilha, o que na verdade é uma tendência dos habitantes de gostarem de tudo o que tem teor alcóolico.

Festa do Vinho[editar]

A Festa do vinho é comemorada desde a chegada dos italianos pra cá, trazendo exclusivas receitas de frieira com suco de uva. É uma festa livre, livre até para as crianças caírem de bêbadas. Afinal, todo mundo brinca de quem vai beber mais.

O povo valoriza muito essa tradição cultural, muito rica, saudável, amiga do fígado e que faz as pessoas pensarem e sentirem mais antenadas como as modernas escolas de sociologia e filosofia...e o seu papel para a evolução do pensamento científico.

Louça Sanitária[editar]

A fabricação de louça sanitária e a busca de certificação internacional tem gerado a Guerra das Privadas. Mesmo assim o povo mija nas ruas e a cidade acaba ficando com a cara de um privadão.

Poluição[editar]

Atualmente,Andr(u)adas passa por sérios problemas de poluição, aumento da violência com a soltura do ladrao mais conhecido em andradas o bucetinha(nome verdaderu Carlos)ele é capaz de passar em uma fenda de 20cm para te roubar,só foi ele chegar que começou a robalhera(PALAVRA EM CARACOLES) e Filhos bastardos nas piriga.

Cachorros sagrados[editar]

Cachorros andradenses e grande parte da população de humanos da cidade.

Em Andradas, os cachorros são sagrados (há pelo menos dois em cada esquina ou numa “encruzilhada”, no bom dialeto caracolês, e quase sempre, mesmo sem dono, tem nome) e, por isso, é a única cidade brasileira onde a monarquia sobrevive. Na rua central da cidade é possível ver longas caminhadas feitas pelos cachorros, que no cio, passeiam mostrando todo seu orgulho por serem andradenses. Eles sempre dormem na entrada da prefeitura, mostrando quem manda nessa cidade de classe crassi.

Jorge (reinado de 1880 a.C a 1995 d.C)[editar]

Em 1995, o cachorro Jorge, que era querido por todos, sempre presente em velórios e festas religiosas, faleceu levando romarias densas e extendidas por dias até seu jazigo. Com isso, Jorge se tornou o primeiro santo cachorro do Brasil. Resultado dessa prática podem ser vistas nas missas dominicais, onde cachorros fervorosos acompanham as missas junto com a população.

Sabe-se que Jorge é o único cão que teve seu enterro transmitido ao vivo em rede nacional pelo sobrenatural Gil Gomes no programa "Aqui e Agora", e chamada internacional pela CNN.

Fumaça (de 1995 a 2005)[editar]

A líder da comunidade, até 2005, foi a cachorra Fumaça, que corria atrás “das condução” (do dialeto carcolês, que significada “carro, automóvel”). Militou durante toda a vida pela implementação do “Bolsa-Sorvete”, porque os hábitos alimentares da canina a tornaram mais gostosa, sendo portanto desejo da mesma tornar todos os habitantes tão volumosos como ela, de modo a chegar à felicidade plena, diminuindo o consumo de bebida alcoólica na cidade. Foi sepultada onde atualmente é o gasoduto da cidade, colaborando para o desenvolvimento do município. Ela será homenageada no carnaval 2012 pela escola de samba da cidade.

Tiazinha[editar]

Tiazinha é outra cachorra famosa da cidade. Conhecida pela sua máscara igual a da cadela atriz Suzana Alves ela lidera passeatas na praça central e late pra quem ela não vai com a cara. Algumas mulheres da cidade tem adotado este comportamento mostrando que elas estão de olho nas tendências. Nos últimos anos Tiazinha terminou sua faculdade de Pedagogia e está de olho nos estudantes que matam aula na E.E. Edmundo Vieira, e também controlando o trânsito para evitar atropelamentos de alunos no local.

Cachorrinho-saci[editar]

É um cachorro que não tem uma das patas (provavelmente arrancada por alguém de bicicleta passando na contramão) e anda pulando pela cidade. Dizem ser espião de Fumaça.

A perda de sua perna também pode ter sido ocasionada por uma mordida de um cidadão não identificado, que ao brincar com a cachorra, a mordeu, o que ocasionou uma infecção, levando a perda de sua perna. O cidadão não foi identificado.

Cidadãos ilustres[editar]

Adriano, tá me ouvindo?, em Andradas, as pessoas são feliz e cuidam dos denti com amor (pra que creme dental se temos vinho?).

As pessoas mais conhecidas de Andradas (entre os humanos que ainda restam, pois os cachorros são bem mais abundantes) são os cachaceiros.

Mesmo assim não poderia deixar de ser citado um dos melhores professô da cidade. Ele tem uma Variant que ja está caindo aos pedaços precisando de uma reforma, mas que ainda tem seu prestígio. Certa vez, enquanto ele passeava em seu automóvel, avistou um cachorro, mas como estava em um morro e a Variant, além de portas, também não tem freio, passou com tudo por cima do pobre animal. Desesperado, olhou para trás, para ver qual era o estado da vítima de seu atropelamento, e notou que o mesmo cão estava no banco de trás da Variant, graças a um santo buraco no assoalho. Não se sabe ao certo o destino do cão. Por Finar nun podemos deixar d emencionar os maiores trabalhadores de Andradas, que acordam as 5 horas da madrugae vão pra roça pegar na enchada, dá até dó deles, nunca tiveram ferias ou qualquer outro beneficio.

Um dos cidadãos mais conhecidos e ilustres da cidade é um cidadão que ninguém sabe de onde veio e muito menos de onde surgiu a ideia de ser Brega!! estiloso como ele. Há suspeitas de que ele pode ser descendente do chupa-cabra que aterrorizou a Bitiúra há uns anos e em Andradas adquiriu os maus hábitos dos moradores: ficar cheirando cecê e achar que tá uma gracinha, e cair de bêbado em praça pública.

Por todo lugar que você anda pela cidade você vai ver um monte de bosta senhor de chapéu vermelho, terno verde, gravata azul, calça amarela, tênis Branco (ou essas cores ao contrário — pois ele deve ter cada objeto desse de cada cor diferente), em cima de uma bicleta que veio de Jerusalém (nota-se pelo design que foi criada por Abidao kinhioen em 10 a.C.). Pode ter certeza: é o Brega!!. Se você não sair da frente de sua suntuosa e moderníssima bicicleta, ele passa, quase te atropela e ainda fala: Sai da frente, filho da puta!