Angra dos Reis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Yusuke morre, ou que Kamina morre antes de libertar o seu povo.

Spoiler3.jpg
Pimentamas.jpg Este artigo é queeeente!

Se quiser editar este artigo, entre numa geladeira, ligue o ar condicionado no máximo e beba uma coca-cola gelada. E não lute contra Kyo Kusanagi!


Conrrrhado.jpg Credo, seu azar é contagioso!

Este artigo traz relatos de uma criatura azarenta que só se estrepa no dia-a-dia.

Por precaução, deixe o artigo quietinho, mas se você se sentir seguro em mexer, vá em frente.

Município de Angra dos Reis
"Angras"
Aniversário 6 de janeiro (em 2014, dia da inauguração do Hospital Geral da Japuíba, que foi um PARTO para sair)
Fundação 6 de janeiro de 1502 (Dercy Gonçalves nem pensava em existir)
Gentílico Não disponível
Prefeito(a) Ferdinand Mafiantono Siciliano Jordan
Estado Não disponível
Mesorregião Não disponível
Microrregião Não disponível
Municípios limítrofes Bananal, São José do Barreiro, Rio Claro, Mangaratiba, Paraty
Distância até a capital Insuficiente para chegar a ela de ônibus de linha da Costa Verde sem dar um pulo no banheiro km
Características geográficas
Área Não disponível
População Não disponível
Idioma Não disponível
Clima Não disponível

Cquote1.png Na União Soviética, Angra passa as ferias em VOCÊ!! ... Cquote2.png
Reversal Russa sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Nossa você mora em Angra? Mora perto de algum famoso ai... Cquote2.png
Mineiro sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Fica perto do Acre... Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Toca Carry On... Cquote2.png
Nerd sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Ich Liebe Angra dos Reich... Cquote2.png
Hitler sobre Angra dos Reis
Cquote1.png No peão ali em Angra fiz mais de 10 mil em compra Cquote2.png
MC Daleste sobre Angra dos Reis
Cquote1.png A Angra é dos Reis Cquote2.png
Legião Urbana sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Ela Ela Ela Ela Ela vai vai casar comigo, vai casar comigo vai casar a filha do Manel Venâncio... Cquote2.png
Varandão sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Angra, adoro a música deles... Cquote2.png
Carla Perez sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Essa praia do Anil é uma merda... Cquote2.png
Turista Pobre Frustrado sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Vamu fiarada i toma banhu de praia e cumer um frango com farofa na praia das gorda... Cquote2.png
Mãe gorda mineira ou volta redondense sobre Angra dos Reis
Cquote1.png OLHA O PEIXE, LIMPOOOO, TEM CARAPAAL, TEM CURVINA,TEM ENCHOOVA... Cquote2.png
Vendedor de peixe que passa nos morros sobre Angra dos Reis
Cquote1.png Perdeu mané... Cquote2.png
bandido morador da Sapinhatuba conseguindo seu pão de cada dia sobre Angra dos Reis
Cquote1.png ¡Viva Zapata! Cquote2.png
Mexicanos, sobre a Revolução. O que não quer dizer nada sobre Angra dos Reis

Panorangra.jpg

Angra dos Reis também conhecida pelos mineiros caipiras por ANGRASSS é uma usina nuclear com casas embutidas cidade que é dita ser fluminense, já que a grande maioria da sua população é paraíba, caipira, ou seja, de todo buraco do interior do Brasil conhecida por sua falta de criatividade em batizar seus principais marcos urbanos, Angra I, II, III ... ; Sapinhatuba 1, 2, 3, 4, 5, 6 ...,onde os bandidos donos de boca de fumo do Rio de Janeiro, e os voltarredondenses e barramansences vem passar os feriados, fato o qual será tratado mais adiante.

Turismo e Entretenimento[editar]

Em Angra você pode escolher um dos maravilhosos programas: Se você tem dinheiro, vá para as ilhas. Se você está na Classe quase falida Classe média, vá aos Shoppings(lê-se galerias). Neste ponto é necessário informar que existem 2 shoppings em Angra, o Angra Shopping (repare na criatividade dos "cidadãos") e o Shopping Pirata's, porém, os dois são shoppings latinha, lá tinha loja, lanchonete, clientes... não tem mais. Você também pode sentar e chorar, por ter torrado seu 13° com absolutamente porra nenhuma. Angra é uma cidade maravilhosa, tem programas para todas as classes, sociais ou sossials(sic).Vejam:

Se você gosta de funk, o melhor point de angra o Vera Cruz, situado no Beco da Cirrose [sic]. Lá você pode é dançar (levar tiros), pegar aquela quebrete, ou até mesmo ser jogado pela janela no meio da atração principal do baile, as brigas. Venham logo enquanto o prédio velho não cai em cima da lanchonete (lê-se boteco, ou melhor, banheiro). Se você é metaleiro vá para o Angra Shopping jogar Magic, ou pode dar uma paradinha em Jacuecanga, curtir as bandas porta de garagem da cidade. Se, por outro lado, você é bandido pode escolher um dos points da cidade, Sapinhatuba 1, Sapinhatuba 2 (3,4,5,6...), Areal, Japuíba, Belém ou se contentar apenas com o Planalto Nacional ou Senado, mas estes ficam em Brasília e são para bandidos melhor trajados, ou seja, esqueça.

Se você é pobre, por favor não vá pra Angra, pois de pobreza já basta sua vida, não é necessário ver a dos demais. Para as patricinhas resta ir ao Shopping ver se encontram algum playboy para casar, ou vai pra F&P e Fedrizzi gastar a grana dos pais pra relaxar.

Se é otaku, fica em casa vendo anime, vá ao shopping jogar RPG de mesa, Dance Dance Revolution na Playtoy no shopping, mas nesse último caso se aproveitou, ótimo, pois já faliu fechou há vários anos.

Mas se você é daquelas pessoas que gosta de uma caminhada turística, existem rotas maravilhosas da Praia do Anil até o Colégio Naval e do Colégio Naval até a Praia do Anil (se for mulher entre 8 e 88, tenha cuidado com os milicos (ou recrutas) nas guaritas). Se quer ir pra praia e não tem dinheiro, esquece, praia é pra rico ou urubu, estes últimos estão em maior número nas praias de Angra.

Se o seu gosto é exótico e tem grande senso de aventura, um belo passeio na Japuíba vai fazer seu sangue correr mais rápido... no chão. Se preferir, sua cabeça também pode rolar morro abaixo lá pros lados da Sapinhatuba e adjacências, depende do tipo de programa que for de maior agrado.

Se você (ocê pros de lá), for de Volta Redonda ou de Minas, você (ocê) não terá outra escolha a não ser baixar no Parque Mambucaba, antigo Perequê (Pereca para os mais íntimos), talvez no Frade se a grana estiver maior, achando a coisa mais linda do mundo a descida da Serra (Serra d’Água), tudo isso de dentro daquele carrinho 1.0 movido a gás, e poder retornar Serra acima com o carro no gás, e assim economizar pra poder voltar mais vezes por ano ou (na altérrima temporada), socado em um dos muitos ônibus que a Viação Colitur coloca em horários extras e vir junto com mais de 80% da população do sul fluminense no mesmo ônibus, com crianças chorando (descaradamente pobres), velhas (senhoras) chatas reclamando a viagem toda, casaizinhos fujões, moleques que vomitam na janela (e sempre acertam quem vai logo atrás), no dia 31 de Dezembro, vai ver a exuberante queima de fogos que rola no Hotel do Bosque, tudo isso da beira da Rio-Santos lógico, sonhando com o dia que nunca vai chegar que você vai estar lá dentro. 01 de Janeiro, vai passar o dia inteiro torrando no sol, como se nunca mais fosse voltar pra esse cidade, pegando uma insolação e voltar pra casa ardendo de febre e entrando na maior fria dentro dos ônibus lotados, ou melhor ainda, de VAN!!!

Favelas Bairros Comunidades[editar]

  • Abraão: É uma vila fodida na Ilha Grande, serve como capital da mesma. Lá é fudido como o resto da cidade… Quase não tem casas, é feito de hotéis/pousadas, além dos maluquinhos que fazem o transporte para o Centro de Angra;
  • Areal: Subúrbio da Japuíba. A população daquela favela pode ser dividida em 5 grupos: Os crentes, os favelados, os riquinhos do fundo que já devem ter saído, com certeza por conta do crime os pé-rapados e os moradores "das casinhas" (vulgo Condomínio Areal), que agora também estão morando empilhados em prédio que não têm nem piso… Ainda existe uma nova população emergente: A dos viciados. Volta e meia, matam um que ficou devendo droga, atrás do CIEP no morro, ou no fundo do "bairro" mesmo;
  • Ariró: O Acre da cidade bairro mais LIMPO de Angra. Quando você está na Rio-Santos, nem precisa ter atenção, pois o cheiro podre mais de cadáveres do que de lixo indica o bairro. Além do lixo da cidade todo parar naquela floresta, causando a fragância sentida no "bairro".
  • Belém: Reduto de crentes fracassados e favelados ou seja, tipicamente angrense. Se quiser puxar um fuminho, aqui é o lugar certo. Iluminação é precária nesse bairro. Às 07 PM, já parece 02 AM. O Belém se resume em: Tráfico, assassinatos, brigas na rua, igrejas, esgoto à ceu aberto, Cola-Cola, Embratel, Vale Sul, garotas de família
  • Banqueta: É O Ó! Praticamente, só tem umas 8 ruas, sem falar que as únicas coisas que tem naquele fim de mundo Acre é a cachoeira, o local de pesca, forrózinho e muita macumba. No ponto final do bairro, você encontra no mínimo, 6 despachos, circulando a rua. Drogas e assassinatos não não incomuns. Em 2018, ganhou um condomínio popular (Minha Casa Minha Vida).
  • Jardim Balneário: É razoável. É conhecido por abrigar a mais célebre praia, a do Anil, que sofreu um problema sério de abutres nos últimos anos. Cheio de ruas confusas e um planejamento urbano pra fazer inveja em Brasília! Onde fica um dos "shoppings" da "cidade", uma concessionária Fiat, o Iate Clube Aquidabã (onde os ricos da cidade relaxam no verão), postos de combustível, e condomínios (de rico) como o Le Corsaire. Além de ser completamente conurbado com o Parque das Palmeiras e o Praia da Chácara (em tempo: imprópria pra banho). São bairros indiferenciáveis, apesar de quem passa pelo "pacote" e não o conhece achar que deve ter passado em 4 bairros diferentes, por causa da falta do planejamento.
  • Bracuhy: É um bairro-reflexo de Angra· É favelado, fodido, parte das ruas não tem asfalto· Além dos inúmeros crimes naquele bagulho: Drogas, assassinatos, briga na beira do bar, infrações de trânsito (é clássico na cidade, carros estacionarem nas calçadas, também, nem todo lugar tem calçada, e quando tem, nem sempre é possível duas pessoas passarem juntas sem bater, uma das marcas mais simbólicas e tradicionais da cidade. É apenas um buraco que passa pela estrada, nada de mais.
  • Caetés: É um buraco na floresta, quase desabitado, fica ao lado da Garatucaia. Além da praia pequena e realmente limpa, em comparação com as outras da cidade e das ruas decentes, tem algum comércio leia-se: boteco. É tranquilo, e uma boa aposta caso deseja voltar pra onde você veio do mesmo jeito que chegou aqui.
  • Campo "Belo": Fica nas redondezas da Japuíba. Se você curte um lugar, tipo Los Santos, você TEM que passar aqui. É o lugar mais favelado da cidade. Funk, educação, hospitalidade, e ausência dos Correios é uma das características do lugar, que foi projetado para os pagadores de aluguel, e como sempre, por mais que a cidade sabe que o político seja ficha suja, só porque fez casinhas de 10m², a pobretada toda vota mesmo assim, como o planejado.
  • Camorim: O lugar é uma montanha habitada e meio metro de terra plana onde tem uma praia que se alguém for se banhar lá, se tiver sorte, pegará apenas uma leptospirose. Tem também uma prainha mais deserta no lado esquerdo do bairro onde é utilizado pelos maconheiros se afundarem no bagulho e pelos moços do bairro que vão lá com seus namorados pra dar horrores namorar com mais tranquilidade. Apesar de lá não ter merda nenhuma que agrade, os "camborinhenses" se gabam de ter um mirante, que fica mais habitado por traficantes do que por turistas. Não se atrevam estacionar lá por 2 minutos, ou senão vão voltar pra casa a pé.
  • Centro: Uns dos únicos bairros de verdade da cidade. Congestionamentos são comuns na alta temporada (na verdade, do natal até o carnaval, 24 por 7) Se você quer ir para o subúrbio, a rodoviária urbana é ao longo da Avenida Júlio Maria ao lado da costa.
  • Gamboa: É uma favela dividida. De um lado, tem o morrão & umas ruas, onde mora os fodido, & do outro, onde fica o GDG (Ginásio da Gamboa), onde vivem os pé-rapado. É tipo o Acre, não tem porra nenhuma de interessante.
  • Garatucaia: Pode ser considerado bairro, mas os "vizinhos" são tudo favela. Tem praia boa, tem até ruas decentes, é bom, em comparação com o resto da cidade. Fica do lado do limite com Mangaratiba, uma versão menor de Angra ainda com influência metropolitana. Tem comércio, igreja, terreiro, hotel, pousada, esses negócios aí.
  • Enseada: Pequeno, onde tem classe média, praia fodida, traficantes à vontade, um campinho de futebol não, de badminton!
  • Frade: Favela rica.
  • Morro da Glória 2: Bairro cópia da Glória 1, tem milhões de entradas, mas só podem entrar com carro em uma, não se esquecendo dos caminhos abertos pelos traficantes no mato, ou pelos pivetes procurando pipa, tem uma quadra poli-esportiva - ----só jogam futebol -, e tem uma fonte para tomar água, mas a água vem da boca, que é usada nos processos de refino, então se você tomar, fica viciado.
  • Mambucabinha Vila Histórica de Mambucaba: Os Bolsonaro tem mansão ponto de apoio[1].
  • (Com ônibus "na porta")

  • Aa90da7146cabfbeddbb68acafef5560.jpg
  • São Bento: Contém uma escola pública estadual (Conde Pereira Carneiro); dormitório e local pra onde vai (não é pra baixo do tapete) a poluição do centro da cidade (por exemplo, estacionamentos e o( gás carbônico d)os ônibus do transporte público que ali passaram a manobrar em 2017).
  • Bonfim: Assim como a escola pública do bairro supra, é um ovo, em forma de bairro. De carro, em 2 minutos, dá pra passar tranquilo em todo o bairro, que tem uma praia super limpa, uns boteco, pousada, escola, sorveteria, nos dias de Sol, lá fica muito bonito, mas na alta temporada, é tanto carro naquela estrada maldita que passar ali num dia cheio, passa de 5 minutos para 5 horas… Graças aquela gentalha do Sul Fluminense, SP e da fazenda do estado de MG.

Geografia & Estatísticas[editar]

Angra hoje[editar]

  • Estabelecimentos de ensino pré-escolar: 5
  • Estabelecimentos de ensino fundamental: 30
  • Estabelecimentos de ensino médio: 15
  • Brizolão: 05
  • Hospitais: 02
  • Agências bancárias: 12
  • Cursos Universitários Presenciais: dá pra contar nas mãos (só isso?)
  • Igrejas Evangélicas: 742.356
  • Igrejas Católicas: 2
  • Bocas de Fumo: 9.302
  • Botecos: 5.392
  • Cinemas: 02
  • Puteiros: 04
  • Ônibus/hora: Se você der sorte 01, sendo este sujeito a atraso.
  • jogadores de Counter Strike: 13.590, sendo 100% deles na bnr. team

Demografia[editar]

Dados do Censo - dezembro de 2010

População residente|População Total: 168.133 micróbios pessoas

    • Homens: 100.00
    • Mulheres: 8.133
    • Gays : 40.000
    • Emos: Extintos
    • funkeiros: 40.000 + ou - por que a número dos que saem e entram e relativo ao número de bailes funk e as visitas de Capitão Nascimento a cidade para pegar um traveco solzinho.
    • Metaleiros: 43 (atualmente essa raça desgraçada esta diminuindo drasticamente)
    • Otakus: 62 (normalmente você os encontra todos os sábados no shopping no PlayToy)
    • Flamenguistas: Este número aumenta numa velocidade surpriendente que não pode ser visualizado aqui!
    • Densidade demográfica (hab./km²): 185,5 hab./km² (no carnaval esse número é convertido a

milímetros).

Referências[editar]

  • Bergue (rei do pó): gerente da boca de fumo da caixa d'água, atualmente preso, por isso a cidade está sem pó... mas exitem algumas outras opções. Angra é cheia de morros (leia bocas). Também há a boca do Peres e a Glória 2, você vai parece que tá no rio e o famoso bonde do pai..
  • Tuca Jordão (ex-prefeito) (Prefeito??? Corre que a merda tá formada): nada fez, nada faz, e nada fará por ninguém. A maior parte da população não sabe, mas ele renomeou um prédio do São Bento, com seu nome verdadeiro, além de estúpido, é metido ù_ú, primo do antigo prefeito Fernando Jordão, esse sim, fez muito pelo Brasil. Além de asfaltar mais de 15 vezes as mesmas ruas, contribuiu para a reflexão popular sobre a discriminação, tradição em Angra, sendo um dos poucos prefeitos gays de terras tupiniquins, casado com o transformista Adélio Bispo de Oliveira. Morto politicamente; atualmente enrustido em iPiabas, Barra do Piraí.
  • Conceição Rabha:
    ( )Ex-alcaidessa que... AAAAAAAAAAAHHHHHH!!!!! VÁ DE RETO!!!!
    ( )Segunda-dama da cidade. Parente (não o Manoel) da primeira

Jornais locais[editar]

Orgulhosamente sensacionalista.

Os mais expressivos são os semanais:

Pessoas[editar]

Política[editar]

Neste terceiro milênio, majoritariamente polarizada entre o Partido dos Trabalhadores e a família Jordão. O partido de Lula ficou 12 anos no poder, depois 12 anos de férias para ser perdoado, voltou para 4 anos de poder (vereadores traíras impediram o impeachment da última prefeita) e parece que saiu de cena.

Vereadores[editar]

Eleitos em:

2016[editar]

  • Sargento Thimóteo: Boca-suja sem-vergonha.
  • Flavinho: Bravinho.

Mobilidade urbana[editar]

Passageiro Cidadão, consenso entre todas as forças políticas da cidade

O transporte público por ônibus tem o criticadíssimo monopólio da Viação Senhor do Bonfim como concessionária municipal, empresa fundada por alguém que dá nome a um colégio particular, cuja diretora é descendente dessa pessoa, mas ninguém se lembra, e tem na sua história donos como (o frustrado) João Dória Jr., Jacob Barata e ex-prefeitos.

História[editar]

Em 2010, de acordo com a Globoni, a cidade sucumbiu a chuvas no Ano Novo e uma pousada foi vítima de um golpe de marketing: nenhum hóspede pagante, a filha única (que virou artigo na Wikipédia, teve os pais entrevistados por um jornalista bom de esporte (Tino Marcos) no Jornal Passional sob efeito de remédios passados pelo Dotô Sei-Lá barato, teve missas póstumas que dividiram os católicos do mundo inteiro e cedeu uma vaga de arquitetura na UFMG, deixando um coeficiente de rendimento indeterminado - não é Fantástico?) e dois hóspedes convidados morreram debaixo da terra, além de outras dezenas de gente que não importa muito (inclusive num ponto do continente). Por absoluta falta de pauta, a "tragédia" se apoderou da mídia naquele princípio de ano, ao mesmo tempo que a tradicional procissão marítima foi cancelada. transposta para um pré-carnaval, sabia? Pensou-se em cancelar o Carnaval, inclusive nos anos seguintes, mas felizmente desgraça pouca é bobagem, tal qual o, quando comparado a outros, baixo lutinho oficial de apenas 3 dias.
Morro do Bumba? Sou mais o do Bulé (ninguém morreu lá, mas houve 100% de desocupação)!

Conclusão[editar]

A cidade é tão famosa que ninguém sabia que possuía pouco mais de 500 anos. No verão, engarrafamento de lanchas é comum na praia do Dentista, afinal vários ----sem dentes ou melhor desdentados vão lá para colocar os dentes.

Mas apesar de tudo, emprego não falta nessa próspera cidade... Você pode escolher entre ser pescador, gari ou peão da Brasfels.

Favela-bresil2.JPG Essi artigu é faveladu!

Nem por isso tá involvida cum droga, putaria ou ladruagi!

Os traficantes e as milícias estão de olho.

Angra dos Reis faliu!
Cows1.jpg Nem a Mega-Sena quita suas dívidas!

Outros que ficaram no vermelho.