Anthony Hopkins

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
DescicloWales.png ESTE ARTIGO É GALÊS!

Ele pertence a uma insignificante porção de terra do Reino Unido, usa nomes complicados para suas cidades, adora dragões e provavelmente possui uma conta na Celwyddoniadur.

Após o tratamento para se livrar do personagem Hannibal, Anthony Hopkins ficou inteirão e praticamente um menino, observe...
Anthony Hopkins (31 de dezembro de 1937) não suporta mais que o vejam e automaticamente chamem-no de Hannibal. Quando isso acontece ele educadamente leva a mão à testa enrugada e diz um bufante puta que o pariu, na língua dele, que é sabido ser o latin, embora pensem ser o ingrêis. Sempre há segredinhos dessa espécie sobre os grandes artistas. Contaremos acá na DP(inclusive no Distrito Policial), alguns dos segredos dessa grande figura.

E agora?[editar]

Hopkins nunca ligara, em seus trabalhos de macumba como ator, de ser chamado pelo personagem, até que ficou marcado, mesmo sem ter levado uma mordida de si mesmo encarnado no personagem, como o canibal Hannibal Lecter. Você sabe sobre quem estou citando, se não sabe, vá àquele nosso amigão douto em quase tudo. Comecei (e esse artiguinho nem pretende ir muito além disso) com o problema de Hopkins que é pior do que seu outro problema, e se é mais sério que isso, pode imaginar o quanto é difícil pra ele. Se acha frescura saiba que as piores figuras chegaram a aparecer se oferecendo para ser comidas, no outro mal sentido. Aos berros chegaram perguntando que parte ele queria primeiro, isso justamente no dia em que Hopkins estava com vontade de comer linguiça... Pois nesse dia ficou em jejum forçado.

Todos os esforços dele sobre escapar do Hannibal, foram sem sucesso, não porque ele olhava no espelho e o via, por mais diferenciada que fosse sua expressão facial, mas porque foi o precinho camarada de seu melhor trabalho. Foi o melhor trabalho, o próprio capeta assina embaixo. Hopkins foi até internado, uma vez que se rendeu à Lecter, porque queria mesmo morrer: Sua esposa o pegou comendo a si mesmo... Não dessa forma que sua cabecinha lindamente poluída está imaginando, mas sim comendo como se estivesse tentando se livrar de uma sarna usando os dentes. Ela não viu outra auternativa que mandar o pobre Hopkins para o hospício. Conseguiram desintoxicar o ator até mesmo de seus charutos mais fedorentos que os do Mestre Linguiça, sua urina já parecia água destilada... A última coisa que conseguiram foi tirar o Hannibal. Imagine que poderia ser fácil, mas tiveram que garantir que, ao ser chamado de Hannibal ele não teria outro ataque. Até que, curado, pode ter sua vida de volta.

E agora?(Parte II)[editar]

Hopkins ao espelho, pensando em comer sua própria orelha, antes do tratamento contra o Hannibal.

Não é sobre a parte dois do filme do Hannibal, que cá pra nós, sem a Dona Judie caiu bastante, inclusive mais que o pinto do Anthony Hopkins. Parte dois, sobre como está o Hopkins após o tratamento. Ele tem alguns tiques ao ouvir o maldito nome Hannibal, mas nada que se compare às crises de antes. Teve sua vida de volta, mas não sem algumas pequenas recaídas. Por isso se tu meu caro amigão pensa em ser ator, saiba que, se tiver talento mesmo e conseguir, pode ficar marcado pra sempre por um personagem, e imagine se for algo do tipo Hannibal...

Hopkins nem pensou que, seu melhor desempenho e auge, seriam também sua mair desgraça, até que os problemas começaram de verdade. Nem seus papéis posteriores o livraram, por mais que fizesse-os com esmero, os personagens sempre acabavam sendo comidos pelo Hannibal, como ele mesmo descreveu para seu psicanalista. Psicanalista este, que também quase acabou sendo devorado, quando Hopkins ficou curado, estavam numa equipe de mais de cem profissas uns tentando exrcizar os outros, pois estavam mentalmente vendo o Hannibal comê-los, assim como nos pesadelos do Hopkins... E imagine que nos tais pesadelos, o Hannibal comia todo mundo nos dois sentidos.

Outros trabalhos de Anthony Hopkins[editar]

Bom, claro que existe vida (problemática) além do Hannibal Lacter. Por isso mesmo, irei citar agora sobre a vida e outros trabalhos de Anthony Hopkins, começarei por... é... Bom, eu vou esperar o Hannibal vomitar(ou cagar), daí eu continuo...

Comer também[editar]