Anticristianismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Atenção: leia este artigo com bom humor

A Desciclopédia é um site de humor, não venha nos dizer que pegamos pesado.
Se você não é capaz de apreciar o bom humor afrodescendente, visite outro artigo.

Por que o leproso não passou no teste de direção? Porque deixou o pé no acelerador.

Night creature.JPG Anticristianismo surgiu das trevas!!

Vamos mergulhar o mundo nas trevas!!

Puro osso.gif
264939.jpg
ATENÇÃO:
Simplesmente estamos cagando e andando para quem não gostar do conteúdo deste artigo e, por conseguinte, das opiniões e sugestões dos mesmos. We just couldn't care less.

Cquote1.png Experimente também: Satanismo Cquote2.png
Sugestão do Google para Anticristianismo
Cquote1.png Aí sim! Cquote2.png
Varg Vikernes sobre Anticristianismo
Cquote1.png Mexeram com Deus, mexeram comigo!! Seus bobões! Cquote2.png
Cristão babaca sobre este artigo
Cquote1.png Você vai para o inferno, menino! Cquote2.png
Sua mãe sobre você acessar a Desciclopédia
Cquote1.png Quem não paga o dízimo vai para o inferno, irmão! Passa pra cá, passa, passa! Cquote2.png
Pastor sobre o dízimo
Cquote1.png Eu tô vendo essa risadinha aí... Cquote2.png
Diabo sobre você
Cquote1.png Eu liguei pra Jesus hoje, chamei ele pra jogar um futebol, mas ele disse que não dá porque tá pregadão... Cquote2.png
Eu sobre Jesus
Cquote1.png Eu sou do exército de Jesus! Cquote2.png
Adolescente cristão besta achando que vai ser salvo porque vai na igreja todos os domingos
Cquote1.png Ave Samael! Cquote2.png
tr00 de Black Metal
Cquote1.png Quero saber de Jeová porra nenhuma não, vão embora, filhos da puta! Cquote2.png
Pessoa que quer dormir sobre Testemunhas de Jeová que a acordaram às 7h da manhã no Domingo

O anticristianismo é um movimento formado por gente que toma Toddynho sem agitar e que prega o ódio ao cristianismo e tudo o que é relacionado ao herói mais famoso da Marvel, Jesus Cristo. Valores cristãos, como apedrejar a mulher que te traiu, a não tolerância à homossexuais e mulheres acusadas de bruxaria, falar que todo mundo que não enche o cu do pastor com dízimo vai para o inferno, votar no Jair Bolsonaro, acordar os outros às 7h da manhã no Domingo para falar de Deus, a submissão da esposa ao marido sem direito de questionamento e falar mal de todo mundo que não é cristão são vistos como idiotice para os anticristãos. Nesse movimento, tem-se os tr00 do Black Metal, que adoram criticar Jesus mas vão na igreja todos os domingos; Nietzsche, que nunca teve sequer um livro lido pelos que dizem gostar dele; os pagões; neo-pagões; ateuzinhos de Facebook; Varg Vikernes e pessoas com QI superior a dez.

"Aê, bando de trouxa! Quem acredita no papai do céu por ter medo de queimar no inferno levanta a mão!

Muitas pessoas confundem o anticristianismo com o ateísmo e até o ceticismo, porém, é como aquela comparação entre ladrão e corinthiano: "Nem todo corinthiano é ladrão, mas todo ladrão é corinthiano". Ou seja, há ateus e céticos no anticristianismo (que ou dizem louvar Satã ou se cagam de medo dos umbandistas incorporando espíritos), mas nem todo mundo que segue o anticristianismo é ateu. Oras, ele pode odiar o cristianismo e seguir o paganismo, ou se dizer servo de Satã mesmo tendo lendo apenas umas creepypastas na internet.

Filosofia[editar]

O anticristianismo é simples: odiar os cristãos, não seguir Jesus e ouvir muito Black Metal. Queimar a Bíblia é visto como um ato de rebeldia, uma revolução anticristã. Ora, quem é o idiota que segue um livrinho escroto com mais de dois milênios de existência? Varg Vikernes, o herói do anticristianismo, queimou várias igrejas com seu grupinho de satanistas, o Inner Circle, e isso para os anticristãos tem tanto significado quanto a Meca tem para os muçulmanos ou o Anime Friends para os otakus.

Os anticristãos não se misturam com os cristãos, é óbvio, e não participam de grupinhos como Exército de Jesus, Jovens pelo Senhor e essas remelices de adolescente besta que cresceu na igreja porque os pais obrigaram e não questiona nada porque sua mente já foi lavada. Tampouco usam camisetas estampadas com o rosto de Jesus, como aquelas velhinhas crentes que participam das caminhadas de algum action figure do cristianismo como São Pedro, Maria Aparecida, Santa Efigênia, Santo Caralho, etc.

Pregam que é possível haver uma sociedade sem o cristianismo (os Vikings e celtas que o digam!), pois, segundo eles, o cristianismo cega as pessoas e a bíblia está cheia de contradições e baboseiras que os cristontos ignoram, usando alguns trechinhos quando lhes convém. Sem contar no famigerado amor cristão que consiste em chamar umbandistas de macumbeiros, metaleiros de satanistas, praticantes de Wicca de adoradores do Demônio e gente da igreja vizinha de "religião falsa". Expõem, também, a hipocrisia dos cristãos, que acabam fazendo coisas que a Bíblia fala que é errado: sexo antes do casamento, punheta, homossexualismo, deixar o cabelo grande, raspar as pernas... Afinal, quem é que vai levar a sério um livrinho escrito por um apóstolo que supostamente viajou um continente inteiro só para falar de Deus para os povos, há mais de dois mil anos? Quem é que acredita nas palavras de um cara que lucra com o dinheiro dos fieis e está comprando seu terceiro carro? Vamos falar a verdade: nenhuma mulher cristã hoje em dia é virgem. Mas os que se arrependem vão correndo chorar para o padre ou pastor, dizendo que cometeu um pecado e não quer queimar no inferno porque ama o papai do céu. Para os anticristãos, colocar a fé em algo por medo não é uma virtude, e sim burrice.

Dão risada dos cristãos quando os mesmos dizem que alguém é do Diabo só porque foram vistos fazendo algo que o livrinho mágico diz que é errado. Sem contar aqueles shows na Igreja Universal, onde um crente se oferece voluntariamente para ficar se chacoalhando igual um retardado e grunhindo que Satã está em seu corpo e ele é muito mal, enquanto a plateia fica extremamente assustada pensando que tudo aquilo é verdade. Virou até meme!

Um dos vários ensinamentos de Jesus que não é seguido pelos cristãos.

Igrejas são caça-níquéis. Templos de pedra mal climatizados onde as pessoas se concentram no fedor do calor humano, sentadas em cadeiras de bar e ouvindo, por duas horas ininterruptas, choros de criança e um cara lá na frente pedindo dinheiro em troca de algum objeto mágico que supostamente trará as bençãos de Deus na casa da pessoa. Tem otário que acredita, lógico, e compra! Não há relatos de satanistas, umbandistas ou wiccanos fazendo isso, mas sobre os cristãos, dá e sobra! Há, provavelmente, uma igreja em cada esquina de seu bairro, caro Descíclope, e só você sabe como é infernal toda aquela gritaria, por mais irônico que essa frase possa parecer.

A intolerância religiosa é um dos fatores apontados pelos anticristãos, e o engraçado é que isso não existe em nenhuma outra crença, apenas no cristianismo (e nos pseudo-cristãos como Testemunhas de Jeová). Houve, claro, perseguição dos cristãos pelos pagãos, mas ninguém forçava a fé na goela de ninguém. Ninguém jogava mulher na fogueira por acusação de bruxaria por não ter um marido, por exemplo. Pelo menos os cristãos tinham cavaleiros com armaduras fodas, mas enfim: a verdade é que cristão não gosta de quem não é cristão. É todo mundo adorador do diabo: rockeiro (mesmo gospel), metaleiro, umbandista, universitários que falam top, mulheres que se vestem de preto, prostitutas, nerds punheteiros, gente que não dá dinheiro para o pastor, jogadores de RPG... a lista é imensa.

Outro costume que os anticristãos acham engraçado é a oração. Antes de comer, de jantar, ao acordar, ao dormir, até antes de tomar banho: os cristãos pedem a proteção de Deus 24h por dia, e tudo é graças à ele, menos se alguém morre num acidente. A comida? Graças à Deus, não ao agricultor ou dono de gado. Num acidente com cinco pessoas, só três sobreviveram? Graças à Deus que as três ficaram vivas, as outras duas só sofreram uma fatalidade. Ou eram adoradores do demônio e por isso morreram.

Anticristianismo no Black Metal[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Black Metal

As bandas de black metal, pelo menos no começo, pregavam o anticristianismo e/ou as tradições pagãs. Varg Vikernes, o deus nórdico do Metal e soberano da Noruega, falava que o cristianismo era uma doença (e ele está certo), que a queima de igrejas foi para compensar a destruição dos templos pagãos, mesmo ele não estando vivo na época. Os guerreiros invernais do interior do Ceará possuem a mesma opinião, embora não saibam quem é Freyja, Odin ou Thor. Odeiam o cristianismo e pregam adoração à Satã, mas dormem sempre de porta aberta. Possuem o mesmo medo que os cristãos que tanto dizem odiar de ir para o inferno por cometer alguma coisa que Jesus não deixa.

Ver Também[editar]