Antrax

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Asclepius.png A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um pra fazer seu check-up.
Uma ótima mensagem para mandar ao chefe, ou à sogra, tanto faz.

Cquote1.pngVocê quis dizer: AntharesCquote2.png
Google sobre Antrax
Cquote1.png Vou mandar uma mensagem para o Bush Cquote2.png
Osama Bin Laden sobre antrax
Cquote1.png Merda, maldito funcionário! Cquote2.png
Seu chefe após receber a correspondência ao lado.
Cquote1.png Desse eu não vendo. Mas bem que seria ótimo vendê-lo para a polícia Cquote2.png
Traficante sobre antrax

O Antrax é uma doença, mais conhecida como um pozinho (não confundir com drogas) que você manda para aquela pessoa que enche o teu saco, como o seu vizinho. Essa doença não é muito perigosa, pois se tratada corretamente, as chances de morte do infectado caem de 120% para 119,84%.

Ela é causada por micro-organismos produzidos em laboratório com a finalidade de matar, matar e matar. O Antrax é considerado uma das maiores invenções da humanidade, pois graças a ele, qualquer um pode se livrar da sogra, do chefe, do valentão da escola, dos políticos, etc.

Acredita-se que devido ao alto número de vendas de antrax para gente que quer se livrar de um FDP através de uma carta amorosa até organizações terroristas como os Teletubbies, os esporos com o antrax estão espalhados pelos 7 continentes, incluindo Acre e a Camada de Ozônio.

O antrax é muito eficiente nas guerras, pois basta espalhar um pouco do pó que a batalha está terminada, não importa quanto forem maneiras e incríveis as armas do inimigo. Porém, o manseio dos esporos deve ser feito com extremo cuidado. Uma das medidas de segurança é manter o negócio afastado de usuários de droga, que podem confundir os esporos com outra coisa.

Tabela de conteúdo

[editar] A bactéria que causa toda doença

Fotografia tirada com a ajuda de um microscópio do micro-organismo causador do antrax.

O micro-organismo responsável por isso se chama Canudus Antracius Fatalus. Canudus porque a bactéria mais parece um canudo de refrigerante (tamanha a magreza), ou a Olívia Palito. Antracuis por causa do nome da doença. Fatalus porque quase todas as pessoas que pegam a doença ganham uma viagem só de ida para conhecer Deus no céu, ou o chifrudo no andar de baixo, dependendo da pessoa.

Como ninguém viu essa bactéria por causa do seu tamanho minúsculo, a existência dela não foi confirmada, podendo ser o caso dela não existir. Só dizem que ela existe porque antes a culpa da doença era das bruxas, e como geralmente inocentes eram acidentalmente executados, muita gente passou a protestar perturbar os políticos para retirar a culpa das bruxas sobre os casos de antrax.

Então, se não eram as bruxas, os pesquisadores botaram a responsabilidade sobre a bactéria. Ela possui alta resistência, podendo sobreviver sem problemas no seu suvaco (uma prova de sua alta resistência) ou em qualquer lugar. Apesar de parecer um ser tosco, ela transmite o antrax, além de estar espalhada por todo o mundo, incluindo seu computador, seu teclado e seu mouse. Portanto, é melhor você parar de ler esse artigo e ir correndo até o hospital.

[editar] História

Usar homens-bomba é coisa do passado. Agora a moda é usar Antrax.

O surgimento do antrax ocorreu durante muitos anos atrás, mais precisamente no início da Idade Momentânea Contemporânea. A bactéria que causa essa doença foi primeiramente planejada em algum laboratório de uma base secreta dos Estados Unidos da América. Os cientistas desenvolviam um micro-organismo para combater pragas nas plantações americanas.

Em um certo dia, um dos cientistas pavacilaorticipantes do projeto e espião da Arábia Saudita decidiu mostrar um recipiente com os esporos em formato de pó para seu filho, Osaminha. Mesmo com a curta idade, o pequeno Osama percebeu que aquele negócio se tornaria algo muito importante para seu país. Usando seu kit de química, o garoto cuidou dos esporos, até eles se desenvolverem.

Outra hipótese diz que a criação do antrax foi mais antiga, acontecendo no período Paleozóico. Alguns pesquisadores atribuem a uma epidemia de antraz as causas da extinção dos dinossauros, e não a um asteroide que atingiu o planeta, como afirmam a maioria dos historiadores. De qualquer forma, a primeira hipótese é a oficial, e ensinada nas escolas como mais uma matéria inútil que não auxilia em nada na vida dos vagabundos alunos.

Outra hipótese afirma que o vírus foi criado por russos satãnistas na ilha de vozrozhdeniya, que por sinal tem o nome de renascimento, estranho? Não tanto quanto a xereca da sua mãe.

Depois dos esporos estarem prontos, uma mega-operação realizada por organizações terroristas internacionais misturou o pó do antrax a plantações de coca na Colômbia. Depois do refino, o antrax se misturava ao outro pó, e assim pôde se espalhar por todo o mundo. Agora era só esperarem a bactéria fazer o que ela tinha que fazer (matar).

[editar] Descoberta

As bactérias causadoras do antrax fazendo uma orgia dentro do seu organismo.

Um usuário da droga, quando foi aspirar o pó, percebeu que ele estava com uma consistência diferente. Analizando a substância no microscópio, descobriu o antrax. Mas não teve tempo de anunciar a descoberta e virar uma estrela no mundo nerd científico, pois o mesmo morreu. Não se sabe se foi por contaminação ou por overdose.

A primeira pessoa a descobrir o antrax e não morrer, além de seus criadores, foi um traficante do CV que analizava o sal antes de vender, e viu algo diferente. Como ele não havia cheirado o negócio, sobreviveu. Quando descobriu o antrax, o bandido negociou com as autoridades a notícia da descoberta, em troca da libertação dos companheiros que estavam presos. Devido à enorme eficiência da polícia brasileira, o cara facilmente enganou os trouxas, não deu informação nenhuma e para piorar os criminosos presos escaparam.

[editar] Desenvolvimento da doença

Médico cuidando de alguém contaminado com antrax. Pela sua cara, percebe-se que não é nada de grave.

A doença começa quando a bactéria de alguma maneira passa pela fiscalização nas fronteiras e se infiltra no organismo. Geralmente as partes do corpo onde a Canudus Antracius Fatalus mais facilmente passa são conhecidas como "Ponte da Amizade. Terminada a parte da infiltração, os esporos ficam ativos, prontos para a ação.

Quando as bactérias saem do sono, elas passam a se multiplicar rapidamente, num ritmo muito louco. Isso é possível porque um dos genes presentes nesse micro-organismo tem o mesmo efeito do Viagra, potencializando o desempenho sexual do micróbio, que assim pode produzir milhares de microbiozinhos.

O problema é que os fluidos expelidos durante essas relações são extremamente perigosos. Eles tem na sua composição uma mistura de ácido sulfúrico com urânio radioativo misturado à cocaína (lembre-se que os esporos foram misturados na droga) e aos outros produtos de má qualidade também presentes junto com a droga (como pó de mármore).

Com tanta porcaria no organismo, provavelmente você sabe o que acontece. Mas para os mais burros, aí vai a explicação: Seu corpo não suporta tantas substâncias ruins, e ele entra em colapso até lhe garantir uma vaga no cemitério. A história é muito triste, mas essa é a verdade.

[editar] Tipos

O pulmão de alguma pessoa que pegou a forma pulmonar. O que são as manchas roxas, eu não faço a mínima ideia, por acaso tenho cara de médico?

O antrax pode ocorrer de diversas formas, em vários locais. As diferenças para cada variação da doença são poucos, já que de qualquer forma o infectado já era. São 4 formas: Pulmonar, gástrica, cutânea e cerebral.

[editar] Pulmonar

Essa forma da doença é adquirida principalmente por usuários de droga que confundem cocaína com esporos do antrax. Devido à alta concentração de monóxido de carbono (vindo da fumaça liberada pelos baseados no ar) nos pulmões, a bactéria se desenvolve melhor, se reproduz mais depressa, e no final você se ferra.

Quem pega antrax no pulmão, já era, não adianta ir ao médico, fazer macumba, implorar pela cura, etc. A melhor providência a ser tomada nessa hora é comprar um bom caixão, reservar uma vaga no cemitério, fazer seu testamento e realizar qualquer besteira que você sempre quis fazer na sua vida, mas nunca teve coragem; como correr pelado pela rua.

[editar] Gástrica

Ocorre em quem se alimenta exclusivamente da comida do McDonalds. Como os animais utilizados para fazer o sanduíche vem de áreas contaminadas pelos esporos, quase todos os hambúrgueres estão infectados. Os principais sintomas são aumento de peso, gordura excessiva, vício em comer no McDonals, diarréia e oxiurose.(ETA PORRA).

Se muito bem cuidada na fase inicial, as chances de sobrevivência contra a forma gástrica aumentam muito, chegando a 5%. Os infecitados, quando descobrirem a doenças, devem fazer as mesmas recomendações dadas contra a forma pulmonar. Quem quiser procurar um médico, vá em frente, mas não diga que foi avisado.

[editar] Cutânea

Um rapaz de 25 anos que desenvolveu a forma cutânea.

Não, cutânea não vem do que você está pensando, e sim de pele. Essa variação do antrax atinge pessoas que usam sabonetes infectados. Como agora as empresas de cosméticos acrescentam nos seus produtos substâncias estranhas, esses casos se multiplicaram rapidamente.

O principal sintoma é a o avanço da idade da pele, que fica velha. As pessoas desinformadas na maioria das vezes passam a usar mais cosméticos para combater a doença, mas isso só piora, já que são eles que causam o problema.

[editar] Neurológica

"Tempo de vida após o contágio: Variável, podendo chegar até 1000 milésimos de segundo..."

  • Formas de contágio:

1.Burrice aguda - Existem determinados anormais que vêem um pó qualquer e pensam que o mesmo seja antrax,a partir daí acontece a intoxicação neurológica.Nela, esses dals acham que vão bater as botas rápido e acabam fazendo uma bobagem coisa boa, suicidando.Só na outra vida eles percebem que o suposto antrax era pó de giz,sal ou então açúcar.E aí "Não adianta chorar o antrax inalado...".

2.Injetando antraz diretamente no cérebro - Drogados muitas das vezes se aventuram injetando novos "pózinhos mágicos do Bob" em diversas partes do corpo.Quando o lazarento injeta antrax diretamente no cérebro acontece o contágio do tipo 2.Uma vez injetado no cérebro, o antrax faz um belo trabalho, não sendo por viés tão ruim assim.Ele apenas paraliza momentaneamente por 24h as seguintes funções cerebrais:

  • Motoras
  • Tactéis
  • Auditivas
  • Visuais
  • Respiratórias
  • Equilíbrio &
  • Cardíaca

Resumindo:É uma morte muito boa, e também, veja pelo lado bom, se realmente existir reencarnação você pode acordar noutra vida sendo um filhote de viadinho,UI. Mas pode ficar despreocupado se você for normal!A forma neurológica só acontece quando o indivíduo tem uma doença pré-existente: retardadismo, Q.I baixo, loiras, frequentadores de academia, drogados,etc e tal.

[editar] Tratamento

A vacina contra o Antrax. Tem certeza de que você quer tomá-la?

Cquote1.png A sua pesquisa Tratamento do Antrax não encontrou nenhum documento correspondente Cquote2.png
Google sobre tratamento do antrax

O Antrax tem tratamento. Ele consiste em rezar muito, ter uma fé imensa, e acreditar que tudo dará certo. Não existem remédios para combater a doença, e mesmo se existisse, o doente morreria antes de tomá-lo. Para quem não tem fé, pode procurar pelo tratamento no SUS, mas é provável que os profissionais capacitados de lá te levem a um convento.

[editar] Arma biológica

Esse pode ser o novo lar da pessoa que você mais odeia. Para isso, é só mandar um pouco de antrax para o cara.
Isso que dá confundir cocaína com antrax.

O Antrax é muito importante devido ao seu papel em reduzir a superpopulação mundial. Desde sua criação, ele não era uma simples doença, pois também era uma arma. Para usar o Antrax, é só pegar umas Canudus Antracius Fatalus, espalhar a bactéria por onde quiser, e esperar a doença fazer seu trabalho. Simples assim.

Inicialmente, os ataques com o uso de antrax eram contra apenas desafetos do Osama júnior (lembre-se, ele que desenvolveu os esporos). Mas aí algum desocupado teve uma ideia genial, e decidiu usar o Antrax contra a sogra, o chefe, um wikipedista e o verdadeiro pai dos filhos da mulher dele.

Desde esse dia, foi consolidado o uso dessa doença para solucionar definitivamente as dores de cabeça do dia-a-dia. Diferente das armas de fogo, nenhum perito pode descobrir quem foi o autor do crime; já que o cara morreria durante as análises das pistas.

Portanto, se você, leitor, tiver algum problema com o professor, o vizinho, o Ricardão, ou outra espécie de ser insuportável que esteja lhe estressando, envie uma carta com Antrax para ele, que assim seus problemas acabaram!


[editar] Ligações externas


[editar] Notas

[editar] Ver também

v d e h
Tipos de Vírus

black
v d e h
Doenças, enfermidades e pragas em geral

Acavaria - Acalasia - Acne - Acondroplasia - Adrenoleucodistrofia - Afta - AIDS - Alcoolismo - Alergia - Amebíase - Amnésia - Ancilostomose - Anemia - Anorexia - Antrax - Artrite - Artrose - Asbestose - Ascaridíase - Asma - Atravancamento de Lancherrose - Avatar Blues - Beribéri - Berne - Blenorragia - Bócio - Bronquiolite aguda - Bronquite - Bulimia - Burrice - Calvície anal - Cancro - Cancro Mole - Cara de bunda - Carpediemismo cogitoergosúmico - Cisticercose - Cistite - Cirrose hepática - Cólera - Complexo de Cinderela - Complexo de LOL - Coqueluche - Crise emo - Cybercondria - Dengue - Dengue Suína - Depressão - Depressão pós-chifre - Desertificação Capilar - Desgosto - Desidratação - Desordem da Atenção Deficitária na Idade Avançada - Dislexia - Discalculia - Diabetes - Diarréia - Dificuldade pra cagar - Difteria- Disenteria - Doença de Cazenave - Doença de Chagas - Doença celíaca - Doença de Creutzfeldt-Jakob - Doença de refluxo gastroesofágico - Doença do pau na boca - Doença mental - Dor de cabeça - Dor nos ovos - Dupla personalidade - Efeito vampiro - Emorróidas - Enurese - Epilepsia - Escorbuto - Esofagite - Esôfago de Barrett - Esquistossomose - Eutrepiocemia - Falta de Ar - Falta Momentânea de Raciocínio - Febre Amarela - Febre tifóide - Febre do Rato - Fenilcetonúria - Fibroma - Fibrose cística - Filariose - Flatulência Menstruada - Frescurite aguda - Gardnella - Gastrite - Genomastia - Giardíase - Glaucoma - Glicogenose tipo I - Gota - Gripe - Gripe da Coca-Cola - Gripe do frango - Gripe suína - Guimbose Múltipla - Hanseníase - Hemofilia - Hemorróidas - Hepatite - Herpes - Hipocondria - Hipercolesterolemia - Hiperparatiroidismo - Hipertensão - Hipertensão arterial - Hipertensão portal - Hipertensão pulmonar - Hipertiroidismo - Hipopotomonstrosesquipedaliofobia - Hipotiroidismo - Homossexualismo - Infarto - Joelho ralado-Leishmaniose - Lepra - Lepra cerebral - Leptospirose - Leucemia - Licantropia - Lúpus - Lujimba - Linose - Leptospitose - Liliotam - Mal de Alzheimer - Mal de Parkinson - Malária - Mau-Hálito - Meningite - Menopausa - Metamafagafomorfose - Oscar Wildeísmo - Osteoporose - Oxiurose - Paixão - Paixão por gays - Palomexia - Papeira - Paralisia - Pênfigo - PETA - Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose - Pneumonia - Pneumonia Galopante - Prolapso - Raquitismo - Remoçãodeconteudodepaginofilia - Ricocheteio - Rinite - Roséola - Rubéola - Salmoneloses - Sarampo - Sarna - Sífilis - Síndrome da Fotomania Obsessiva Compulsiva - Síndrome de Ehlers-Danlos - Sinusite - Solitária - Talassemia - Teníase - Teriantropia - Tétano - Timidez - Toxoplasmose - Transtorno bipolar - Transtorno de personalidade esquizoide - Transtorno de Pica - Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade - Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) - Tricocefalíase - Tricomoníase - Tuberculose - Vaginite - Varíola - Varicela - Viadagem - Vírus de Marburg - Vitiligo


Nuclear-explosion.jpg

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas