Apple Bandai Pippin

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Barrichello Criyng.jpg Apple Bandai Pippin é um(a) PERDEDOR(A)

E não adianta chorar, sempre vai se foder bonito.

Clique aqui para ver outros azarões.
Internet-explorer-logo.png

Apple Bandai Pippin foi uma invenção que fracassou.
Que nem o Windows Vista.

Cquote1.png Você quis dizer: ERROR 404 Cquote2.png
Google sobre Apple Bandai Pippin
Cquote1.png Isso é castigo por terem me demitido nessa época! Cquote2.png
Steve Jobs sobre Apple Bandai Pippin

Se você viu esse troço por aí, pode fugir, pois você corre risco de morte! (Ou de enjoo cronico)

Quem diria heim! Pois é, a empresa criadora de coisas geniais como o Apple I, Macintosh, Apple II, Apple Lisa (esse não), Mac OS (o pai do Windows), iPod, iPhone, iPad, iDoser (sim, esse também) e o CloudMe, além de programas como QuickTime, Safari, iTunes e iMovie conseguiria fazer uma MERDAAAAAA tão grande. E o pior, unida com a maior criadora de fillers brinquedos de personagens japoneses do planeta. Apple Bandai Pippin foi uma junção desastrada da Apple com a Bandai e com uma empresa desconhecida chamada Pippin, não, essa última frase é mentira, porque o nome da porra do console era realmente PIPPIN (e não tem nada a ver com a pipa do seu avô que não sobe mais...). Os jogos dessa plataforma eram contados nos dedos da mão de um maneta (e isso porque ele não usa todos os dedos da única mão que lhe resta pra poder fazer essa contagem) e pra piorar a maioria dos exemplares já saiam de fábrica fudidos, cheios de defeitos, o que levou a ser esse o maior fracasso da história das duas empresas. E pra piorar, vale enfatizar, JUNTAS!

História[editar]

A Apple nunca pretendeu lançar o Pippin por conta própria (até porque sem a benção de Steve Jobs - que tinha sido demitido na época e só voltaria por algum motivo desconhecido após o fracasso dessa empreitada - já se imaginava que ia dar bosta). Então, após alguns testes e perceber que o projeto tinha mesmo ficado uma losna, decidiu iludir algumas empresas de tecnologia para levá-las a dar continuidade ao projeto em conjunto, pegando um Macintosh usado e quebrado e mudando sua caixa pra aquele caixote tenso da foto. Assim, a Bandai, que tava a fim de comer mais dinheiro dos japas e também dos ocidentais, e aceitou participar desse projeto. Tempos depois, uma outra empresa chamada Katz Media (só citada aqui por motivo de respeito, já que a mesma é uma desconhecida por completo minha) se juntou. Por sorte ninguém deu muito ouvidos a ela, poderíamos hoje estar nesse artigo falando de um modelo de computador bosta feito o Tandy Color Computer, já que essa era a ideia deles...

O Apple Bandai Pippin foi lançado em 1995 em Japão e em 1996 nos Estados Unidos, quando o mercado era dominado pela Sega Saturn, PlayStation, Nintendo 64, PC, 3DO e Atari Jaguar. No meio dessa salada toda, o console Pippin deu merda. Pra começar, quase nenhum jogo saiu pra esse console, somente saíram o jogo da cobrinha e o ChatO (sim, até aquele computador irritante apareceu). Pra piorar, alguns funcionários viúvos do então demitido Steve Jobs quebraram vários exemplares antes de embalá-los, o que rendeu um monte de prejuízos pras lojas burras que compraram ele pra revender. Tradução: Deu Merda

Sem dúvidas um dos piores consoles da história, a Apple atualmente tem exemplares espalhados pelas laterais da empresa apenas pra que os inventores dentro da empresa possam sempre contemplar essa merda com o intuito de sempre lembrar de NUNCA fazer uma merda igual a essa.

Este artigo é um esboço, como os livros de Paulo Coelho.
Você pode ajudar a Desciclopédia se rabiscá-lo ainda mais.