Aquitânia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Um bom esconderijo Cquote2.png
ETA sobre Aquitânia

Aquitânia é um ex-estado francês, atualmente anexado à Nouvelle-Aquitaine, localizado na fronteira com a Espanha criado pelo governo para se estabelecer como refúgio basco.

História[editar]

Leonor, Duquesa da Aquitânia. A única mulher na história que dormiu com um rei inglês e francês.

Os primeiros registros humanos em Aquitânia são vestígios do Cro-Magnon, uma espécie hominídeo que habitou a Europa durante a Era do Gelo.

A Aquitânia nunca foi um território de interesse, com costa marítima mau posicionada e longe das principais estradas, o território era conquistado e re-conquistado por diversos povos apenas para fazer número, mas a Aquitânia sempre apenas atrapalhou seja qual reino possuia sua hegemonia. Finalmente com a unificação do Reino Franco em 56 a.C. a Aquitânia se torna um ducado francês e as tendências sexuais ficam bem definidas na fronteira com a Ibéria.

Em 781, Carlos Magno ordena seu filho Luís I o Piedoso regente da Aquitânia. Seria uma atitude normal se não fosse pelo fato de Luís I ter apenas 3 anos de idade. Apesar de tudo, a situação estava tão precária em Aquitânia, que Luís I conseguiu trazer grandes progressos ao ducado.

Aquitânia durante toda a Idade Média ficou em um grande troca troca de famílias regentes, mas cidades, povo e desenvolvimento Aquitânia nunca viu. Leonor, Duquesa da Aquitânia se casou com o rei Luis VII, mas o matrimônio foi cancelado por que a Aquitânia sofreu um golpe de estado e o rei inglês Henrique II assumiu o ducado, mas Ricardo, o Coração de Leão matou todo mundo e restaurou a honra francesa. Enfim, a Aquitânia nunca passou dessas intrigas entre nobres.

A Aquitânia nunca participou das guerras contemporânias. Mal posicionada no mapa, nunca despertou interesse. Somente atualmente, com acontecimentos de caos generalizado na Espanha, aonde ninguém entende a língua do outro, vários bascos e occitânios caçados e procurados ganham azilo político na Aquitânia. Os bascos escolhem essa oportunidade apenas em último caso e em atitude de desespero, pois a Aquitânia está longe de ser um local decente de se morar. Alguns bascos preferem se suicidar ou serem capturados e torturados pelo governo de Madrid do que fugir para Aquitânia.

Geografia[editar]

Aquitânia é longe de tudo. Tem costa para o Oceano Atlântico, mas seus portos estão às moscas pois ninguém se aventura a ir a Aquitânia. A região possui praias desertas e a fronteira com a Espanha não é bem guardada.