Ar tonelico: Melody of Elemia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Ar tonelico: Melody of Elemia é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, o Donkey Kong bate em uns tambores.


アルトネリコ
Ar tonelico logo 1.jpg

Aurica fazendo pose na logomarca

Informações
Desenvolvedor Gust Corporation
Publicador Banpresto
Ano 2006
Gênero Magical girl RPG, ecologia
Plataformas só PS2
Avaliação 10%
Idade para jogar gurias de 15 anos

Cquote1.png Experimente também: Ar Telecom Cquote2.png
Sugestão do Google para Ar tonelico: Melody of Elemia
Cquote1.png Ar o que? Cquote2.png
você sobre Ar Tonelico
Cquote1.png Ar Tonelico: a única árvore divina, seu noob Cquote2.png
Fã de Ar Tonelico sobre Ar Tonelico
Cquote1.png Was yea ra chs hymmnos mea! Cquote2.png
Fã de ar Tonelico sobre trilha sonora de Ar Tonelico

Reyvateils usando o poder da música

Ar Tonelico é um game, mas também é um mangá e um OVA, onde a melhor parte são as músicas. Na verdade a trilha sonora foi tão bem feita que a série só é conhecida por causa disso. Possui dois subtítulos (pra quê?): "Melodia de Elemia" e "A Garota Que Continua Cantando No Fim do Mundo".

A história se passa em um mundo chamado Ar Ciel pós apocalipse 2012, que cobriu a terra com o "mar da morte" (isso nunca foi muito bem explicado) e cobriu parte do céu com a " “blastline” " (outra coisa inexplicável). Todas as pessoinhas morreram, exceto aquelas que ficaram nas torres Ar Tonelico, construções de parâmetros bíblicos feitas de magia. Agora as pessoinhas tem que dar um jeito de sobreviver ali nas torres.


As torres[editar]

São 3 torres: a Ar Tonelico, a Sol Marte Marta e a Harvestasya. Foram construídas para dar corda para o Projeto Reyvateil de bonecas-máquinas cantoras sexualmente disponíveis e que não reclamam de nada. Cada torre possui uma administradora malvada que faz a manutenção.

As torres funcionam como bateria para as tais Reyvateils, possuem terras anexadas que flutuam e que garantem abrigo e comida para as pessoinhas e funcionam a base de cristais ocultitas (aqui chamados de grathnode e parameno) e uma bateria pequena (que pode ser um pão-de-ló ou coisa parecida). No geral todas as torres possuem um rinkernator (altar de cantorias), um corredor musical (ao contrário do que se pensa, controla o clima e tempo meteorológico), um semicondutor gigante (que controla o fluxo de energia gerado pelo pão-de-ló) e grathnode plates (placas flutuantes que liberam a energia do pão-de-ló antes que a torre exploda).


As reyvateils[editar]

Aurica é a 2ª personagem mais sexy e 3ª mais popular. O QUÊ!? COMO???

A primeira reyvateil foi criada para substituir a amante oculta filha do criador. Ela era um ser constituído de um fluido com proteínas, gordura, carboidratos, nutrientes, pão-de-ló, arroz Ráris com Sete Cereais Integrais e um computador; aí caiu um raio e criou-se a primeira reyvateil. Por causa desse milagre, ela recebeu o nome da primeira Deusa humana (Eoria). Duas outras reyvateils foram criadas até o aperfeiçoamento da técnica.

Aí viram que as reyvateis eram boas e as criaram em massa, para servir a todos os propósitos inimagináveis. Através do computador embutido, elas podem se linkar a torre e fazer todo o tipo de mágicas através de canções. O pão-de-ló serve de energia vital. Elas também possuem um terminal-de-ló, ou stall port na forma de uma tatuagem, onde podem ser instalados novos programas e músicas em qualquer formato, via qualquer tipo de cabos, pendrives, cristais e pães disponíveis.

Dive[editar]

Um aspecto única da série é a possibilidade de entrar na mente da reyvateil via banda larga e fazer bagunças na cabeça dela. Isso é chamado de dive, e ao fazer isso a pessoa de mal caráter pode acessar a cosmosfera da pobre coitada para fins escravocratas. São 9 níveis de cosmosferas, cada um mais maluco que o outro, dependendo da sanidade mental da coitadinha.

Hierarquia[editar]

As reyvateils possuem uma hierarquia própria:

  • Alfas: Também chamadas de origens ou administradoras malvadas. São as três primeiras reyvateils que receberam os nomes das deusas. São imorríveis (exceto Tyria) e cada uma toma conta de uma torre. Por isso são três torres. Cada alfa possui um rolo de papel celofane de cor diferente, que serve para fazer betas.
  • Betas: São clones das alfas, feitas através do celofane. Vivem 200 anos. Existem também as neo betas, que sofrem lavagem cerebral para virarem psicopatas.
  • Terceiras: Quando uma beta casa com um humano dá nisso. São mais fracas que as outras e vivem 20 anos só, por causa da falta de pão-de-ló o lado reyvateil come o lado humano. Então, de tempos em tempos elas devem fazer uma instalação-orgásmica de pão para sobreviverem.


Ar Tonelico I: a torre[editar]

Uma pessoa suspeita de ser uma reyvateil
  • Nome da torre: Ar Tonelico (A Única Árvore Divina, em linguagem de hymmnos)
  • Administradora: Eoria / Shurelia (ela tem 2 nomes)
  • Localização: região de El Elemia, em Sol Ciel
  • Bateria: uma caixa de música pequena (poder máximo)
  • Capital: Cidade Platina

A primeira torre foi construída em 3000 antes de Cristo por humanos e terus, através de milagres de engenharia. Quer dizer, teve início em 3000 antes de Cristo e só terminou milênios depois, pois era previsto que a torre seria tão grande que seus alicerces deveriam fossilizar para adquirirem a resistência adequada. Recebeu o nome de Ar Tonelico, pois ela tem a forma de uma árvore. Por causa de uma sabotagem Teru nos cabos de alimentação da torre, ocorreu o desastre que destruiu estupidamente Ar Ciel.

A torre é mundialmente reconhecida por maltratar as pobres reyvateils, que foram criadas unicamente para ajudar os humanos. Sua capital, Platina, é uma cidade gelada, pacífica e civilizada, contrastando com a região abaixo, as Asas de Hórus, onde reina a barbárie (o próprio Hórus desistiu do lugar e jogou metade no mar da morte).


Enredo[editar]

Essa é a Eoria

Lyner é enviado as Asas de Hórus por Eoria para encontrar o pão contendo o EXEC_PAJA, que permitirá que ela destrua os vírus de Ar Tonelico. Seria muito simples se fosse só ir lá embaixo pegar o bagulho e voltar. Então, para melhorar as coisas, o criador da história fez Lyner quebrar a nave ultramoderna de Eoria e escalar a torre com os dentes. No caminho, ele encontra amiguinhos que o ajudam (ou não) em sua epopéia. E para puro entretenimento você tem que fazer o Lyner realizar dives em 3 reyvateils diferentes e escolher qual delas ele vai namorar engravidar.

O jogo tem vários finais, dependendo de suas escolhas. Se você for muito mal vai deixar Eoria hibernando para sempre. Vai?

Personagens[editar]

Uma reyvateil usando seu poder musical

Lyner Barsett / Laina[editar]

Cquote1.png Ei! Não...n... esperem! Não roubem a minha nave!!! Cquote2.png
Lyner após recobrar a consciência

Personagem principal estereotipado, do tipo que faz tudo para ajudar todo mundo por que ele quer e pronto. Ele é um Apóstolo de Elemia, o fã clube de Eoria, que andam atrás dela com armaduras brancas, espadas e capas, bebendo cada palavra dela. Não é um completo perdedor e começa o jogo no nível 10. Todas as mulheres do recinto gostam dele, mas Lyner é o único que não percebe. Na versão japonesa, Lyner tem nome feminino (Laina).

Aurica / Orica Nestmiru[editar]

Cquote1.png Not bad at all Cquote2.png
Aurica sobre Lyner, após derrotar monstros

Personagem que aparece como logomarca de AT1, logo, supõe-se que seja a amante oficial de Lyner. Ela é toda rosa e depressiva, vive reclusa na igreja porque sofreu lavagem cerebral, e não sabe cantar (o que é um tanto incomum para uma reyvateil). Seu objetivo na vida (o inocente) é abrir uma loja de caixinhas de música com Lyner. Gosta de gatos. Seu nome foi romantizado para Aurica, que é muito mais bonito e lembra algo vagamente angelical (em suma, combinou mais com ela, não que eu esteja tomando partido desta personagem).

Suas cosmosferas são as mais malucas e nonsenses do jogo, cheias de coisas religiosas. Isso não é de todo ruim. Tem uma Aurica que se veste como puta e outra que só sai de toalha. O guardião de sua cosmosfera é o Don Leon, um boneco de pelúcia de leão do Menino Maluquinho, com uma panela na cabeça.

Seu install port fica na nuca. E ela tem um treco que ela usa para amarrar o cabelo, tipo um rabo. Estranho.

Jack Hamilton / Harmônica de Pastelli[editar]

Cquote1.png O piloto dessa nave deve ser infeliz. Ou Bêbado. Ou os dois. Cquote2.png
Jack, após encontrar a nave

Teru que perdeu um braço na guerra, substituído clichêiramente por partes metálicas. Cortesia da Krushe Elendia, que vive obrigando ele a pagar, mas nunca recebe. Seu nome de verdade é Harmônica (que nome...), vive galinhando as garotas bonitas da série, exceto Aurica (que ele acha depressiva demais).

Misha / Misya Arselec Lune[editar]

Rainha da Drama em suas roupas e penteado habituais

Cquote1.png I AM A DRAMA QUEEN!!! Cquote2.png
Melhor quote de Misha, obtido na cosmosfera nível 6 (verídico)

Personagem namorável disponível para Lyner e para quem não gostou da depressão da Aurica (ao custo de trocar a saia curta de Aurica pelos peitos de Misha). O problema é que Misha estréia no jogo com 8 anos de idade (e tem um corte de cabelo ridículo), mas tudo bem, se tratando de um jogo. Ela é expert em arrombar portas. Isso se deve ao seu passado, pois foi trancafiada por Lead Barsett (pai de Lyner), e ela aprendeu rapidinho a se virar.

Muitas das roupas de batalha de Misha, obtidas zerando as cosmosferas, são um lixo. Na dúvida, use a roupa Standard mesmo, que é a mais bonita, ou a camisola, que dá alguns Talk Topics interessantes. Sua guardiã é a Hama, uma... coisa difícil de definir. O jogo diz que é uma ocarina. É meio um garota-gato com roupa de sacerdotisa montada num instrumento musical de sopro pouco definido.

Seu install port fica entre os peitos, o que é perfeitamente localizadopara porno-instalações.

Eoria/Eolia / Shurelia/Syurelia / Leila / Rei-Chan / Rainha da Torre / Ditadora / Dama da Guerra / Deusa / Dama Divina[editar]

Cquote1.png Thanks for your hard work. Cquote2.png
Frase padrão de final de batalha bem sucedida

Administradora poderosa e erternamente prolongada da Ar Tonelico. Está sempre usando sua link suit, uma armadura branca com asas que faz ela parecer mais alta, mais gostosa e mais respeitável (uma vez que ninguém vai obedecer uma garotinha de 16 anos sem peitos, né). Ela fica só em Platina, porque se perde fácil e é onde fica seu fã clube. Possui um pet chamado ELMA Chips.

Suas cosmoferas são falsas e encheção de lingüiça. Em contrapartida vive fuçando as cosmoferas alheias agindo como mãe da Misha ou coleguinha de Aurica. Seu install port fica "logo acima da nádega direita".

Ela tem um monte de nomes, cada um para uma ocasião. Formalmente ela é Eoria (dependendo da romantização, o nome ganha um "L"). Shurelia é seu nick como administradora malvada. Leila e Rei ela só usa nas cosmosferas ou para fingir que é uma inocente garotinha nas ruas. Os outros vem a critério dos transeuntes.

Mir / Miru[editar]

Vilã que quer matar todo mundo porque um punhado de pessoas dava tapas na cabeça dela. Tem a forma de uma reyvateil pelada com cabelo preto. Ela acha que é descendente Tyria só porque é fodona. Tudo que ela tem é cópia de Eoria, só que de cor preta. Por exemplo, o pet de Eoria, a roupa de Eoria, o cabelo de Eoria, a voz da Eoria.

Ayatane[editar]

“Filho” yaoi de Mir e auto-intitulado o maior fã de Eoria. Também é um Apóstolo de Elemia, só que usa armadura vermelha. Num mundo onde só se usam armaduras brancas, ninguém identificou o perigo, né?

Só ficamos sabendo que é menino porque Lyner se refere assim com ele. Dá pra acreditar num cara delicado de batom?

Tastiella de Lu[editar]

Sacerdotisa morta dos Teru que aparece em espírito apenas para aporrinhação. Seu demônio é um dragão branco. Teve a audácia de pedir, no meio de uma crise de vírus explodindo, por Lyner viajar pela torre para conseguir Waffles pra ela.

Mei Mei[editar]

Protocolo de segurança mais frouxo do mundo. Só vive dormindo. Tem uma irmã igualzinha e ela, a Kanade, só que com programas de batalha.

Ayano e suas roupas bem ajustadas que não escorregam

Leard Barsett[editar]

Pai de Lyner e governador de Platina. Dizem por aí que Eoria se matriculou na mesma escolinha que ele para chutar sua canela. Por isso Eoria não tira a link suit dela de jeito nenhum.

Leard já foi o torturador de Misha e aparece na cosmosfera dela se enchendo de sakê e batendo nela e em Eoria (!).

Radolf Schnizer[editar]

Alemoinho que trabalha para a Igreja de El Elemia, um templo pagão nas Asas de Hórus que venera as três deusas, especialmente Tyria (porque tem uma estátua dela lá). É o personagem mais sem graça, vive aparecendo na cosmosfera de Misha tomando sakê. Moderadamente, claro.

Kyle Klancy / Bispo Falls[editar]

Bispo da tal igreja. Vilão. Aporrinhação passageira. Era Apóstolo de Elemia, mas se jogou da torre e sobreviveu. Tentou ressuscitar Tyria. Morreu.

Krushe Elendia[editar]

Mecânica que cobrou 100 mil AT-dólares para consertar a nave de Lyner, mas sempre desiste de cobrar no final e dá tudo fiado. Tem (tinha) um namorico chamado Luke que queria imensamente fugir dela.

Ayano[editar]

Presidenta honorável da Corporação Tempa que vive de aporrinhação com a Igreja de El Elemia. Usa uma roupa impossível dos cosplays copiarem.


Hymmnos[editar]

O alfabeto de hymmnos

É a língua das reyvateils, que elas usam, junto com o japonês, para cantar. Existem 2 dialetos, o padrão, usado pelas reyvateils das torres; e o Testamento do Pastel, utilizado pelas IPDs (isso só na torre 2). As canções recebem nomes estranhos, todos em maiúsculo, como EXEC_ARPHAGE. Meio estranho. Algumas músicas só podem ser obtidas através de instalação direta de um pão.

Lista de Hymmnos de AT1 obtidas por pães:

  • EXEC_PAJA.#Misha stracting.: versão do paja cantado por Misha. Serve para chutar traseiros de demônios.
  • EXEC_PAJA.#Aurica stracting.: versão do paja cantado por Aurica. Supostamente com a mesma função do outro paja.
  • EXEC_CRONICLE KEY: canção de ninar para demônios.
  • EXEC_LINKA: a reyvateil que a cantar será possuída por um demônio. Ou a fará virar administradora malvada. Depende de como é usado.
  • EXEC_SUSPEND: faz a administradora malvada hibernar.
  • EXEC_RE=NATION: acorda ela da hibernação. Pense antes de usar.
  • EXEC_PHANTASMAGORIA: fantasma da paz. Então: nada. É a tal "Melodia de Elemia" que é um dos subtítulos de AT1
  • EXEC_HARVESTASYA e Afezeria HARVESTASYA: contam a história sofrida de Harvestasya.
  • Harmonics Eoria: re-make das músicas anteriores que falam de harvestasya.
  • EXEC_RIG=VEDA/.: a mãe-demônio (Mir) criou essa música pra nada, não faz nada, só fica o refrão grudado na cabeça “sa-sa-ge-ya, sa-sa-ge-ya”.
  • EXEC_HARMONIOUS: mesma função de RIG=VEDA, ou seja, nada.
Uma reyvateil cantando, após instalar um pão
v d e h
Ar Tonelico logo.png