Aragatsotn

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Um armeno guardando a fronteira da Armênia com a Turquia e pronto para atirar.

Aragatsotn é uma das províncias com nome bizarro da Armênia. Faz fronteira com a Turquia e virou quase um depósito de destroços depois das inúmeras invasões.

Nome[editar]

O nome "Aragatsotn" é persa. "Aragat" pode ser traduzido como "Aos pés de..." e "Sotn" significa "todo mundo". Em uma junção Aragatsotn é a província que lembra que a Armênia praticamente não tem um exército ou que o exército dela foi treinado jogando Call of Duty.

História[editar]

Antigamente essa província havia mais cidades, atualmente são 4 cidades minúsculas com espaços gigantes (comparado a Armênia pelo menos) e todas parecem ser vilas do Paquistão com AK-47 carregadas ao mínimo movimento do lado da fronteira com a Turquia. O motivo de hoje serem apenas 4 cidades é que o país foi invadido tantas vezes que no fim não sobrou nada.

O governador local (que tem como segundo emprego cozinheiro de um restaurante na capital) tenta investir no turismo na região, dizendo pelos famosos e profundos rochedos de Aragatsotn. Isso só podia ser mesmo estratégia para pegar turista, afinal essas "rochas" são o que sobrou das antigas vilas da Armênia.

Após a União Soviética adotar o país aos pedaços para si, logo toda homem, mulher e criança já sabia como montar e desmontar uma Glock e recarregá-la em menos de 3 segundos. Todo esse treinamento foi inútil depois que a União Soviética faliu.

Todas as armas e equipamentos para treinamento foram enviados para Aragatsotn, onde as armas velhas são empilhadas na capital da província para ver se podem transformar aquilo em brinquedos e vendê-las para o Ocidente.

Cultura[editar]

Depois de tantas outras culturas demolindo e conquistando a Armênia acha que sobrou cultura para uma província? Em Aragatsotn há um misto de cultura do Paquistão, com a cultura Soviética, com Persas e até mesmo uma confusão com Turcos.

Apesar de tudo, o lugar é muito famoso pelo país por servir o prato típico armeno: Sopa de pedra.