Arquitetura Mudéjar de Aragão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A Arquitectura Mudéjar de Aragão é um patrimônio mundial composto por zilhões de mesquitas islâmicas (redundância?) que ficam em uma cidadezinha chamada Teruel. Mas os habitantes das outras cidades ficaram com muita inveja desse vilarejo virar patrimônio mundial e as cidades maiores não. A UNESCO, para evitar briguinhas, também incluiu no patrimônio asconstruções feitas pelos árabes das outras cidades.

Um exemplo de casa vandalizada melhorada pelos árabes.

Outras cidades que não pediram para a UNESCO transformar seus prédios em patrimônio perceberam que bastava pedir que seus desejos se realizavam. Isso gerou um círculo vicioso e no final a UNESCO teve que tombar todas as construções feitas pelos árabes na província de Renato Aragão. Por sorte, o resto da Espanha não pediu também a mesma coisa para dar mais trabalho aos agentes desse organismo da ONU.

História[editar]

Essa arquitetura foi inventada quando os árabes muçulmanos chegaram na Espanha para fazer uma jihad, liderados pela organização conhecida como Al Qaeda. Os islâmicos, quando não estavam destruindo coisas, comendo kibe ou assistindo a dança do ventre, eles ocupavam seu tempo deixando marcas de seu domínio sobre a região. Geralmente essas marcas eram pichações e outros vandalismos.

Ou eles construíam mesquitas, que era o símbolo deles. Mas os caras eram muito preguiçosos para construir esses templos. Então eles pegavam uma catedral católica, tiravam a cruz e pintavam como se fosse uma mesquita. O resultado era uma mistura de doer os olhos, de tão deformada e mal-feita. Mas ela servia ao seu propósito. Esse estilo (?) foi chamado de arquitetura mudéjar porque não havia nome melhor para denominar essa coisa na cabeça de quem deu esse nome ridículo (ou não).

Inventado esse "estilo", os árabes passaram a modificar tudo o que viam para que caso os espanhóis retomassem o controle da região, tivessem que conviver com a arquiteutra dos árabes, algo que eles não gostariam. Depois que os cristãos retomaram o poder, eles decidiram não reverter essas mudanças porque eles estavam com muita preguiça para isso. Hoje a única coisa que essas construções fizeram de bom para a Espanha foi aumentar o número de patrimônios mundiais dentro dessa (isso é algo bom?).