Arquivista

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Arquivista é um profissional bem simples que fica trancafiado em uma sala denominada arquivo, ele está lá para defender a documentação (geralmente ele faz com unhas e dentes) e para fuçar a sua vida na tentativa de fazer chantagem contigo, caso você tenha feito alguma merda como sonegar impostos.

A sua aparência geralmente são de barbudos de óculos com cara de doido ou mulheres balzaquianas com aparente transtorno psíquico e afetivo, características que surgem desde a formação do profissional, que devido à sua baixa capacidade de passar num curso decente no vestibular, foi forçado a estudar a arquivologia em seu desespero em adquirir um diploma qualquer. Todos são portanto completamente revoltados com a profissão não havendo registros de alguém que se orgulhe em ser arquivista, todos putos com a situação da "arquivística nacional" e as normas do Conarq, que são da biblioteconomia, que não funcionam para nenhum caso.

Perfil Psicológico[editar]

Arquivistas chiques assim só em filme mesmo.

Altamente volátil caso seja confundido com um bibliotecário, neste caso ele poderá simplesmente te mandar para a puta que te pariu, após isso procurará alguma coisa sua no arquivo para denegrir sua imagem. Como exemplo, quando você prendeu o passarinho no zíper ou tentará de todas as maneiras dificultar a sua vida sumindo com alguma documentação importante que ninguém conhece, mas que você precisa no auge de sua vida. Também ficam chateados caso venham a chamá-los de arquivólogo ou arquivologista. A resposta que ele manda "É ARQUIVISTA PORRA!"

Como passaram estudando 4 anos porra nenhuma, afinal o curso não tem bibliografia, a única coisa que arquivista faz é decorar suas palavrinhas "classificação", "avaliação", "ordenação" para depois querer explicar para um historiador aleatório qual a diferença entre essas palavras, e claro que o arquivista é sempre ignorado, por isso são pessoas depressivas.

Formação Acadêmica[editar]

Para ser um arquivista basta passar por um processo bem simples.

  1. Não estudar no ensino médio todo mas mesmo assim fazer o Enem ou vestibular.
  2. Ao descobrir que não sabe porra nenhuma no vestibular, escolher o curso com a nota de corte mais baixa de todos, ou seja, a arquivologia
  3. Você disputará a vaga com apenas uns quatro candidatos igualmente loucos a você por terem escolhido o curso, mas lembre-se dois deles já são formados em história, com mestrado e doutorado, o terceiro é um maluco que não sabia o que fazer, queria gastronomia mas não tinha. Acredite esse são os perigosos.
  4. Passar no vestibular mesmo tirando notas do cara que ficou em 9999999° lugar em direito. Mas tiram onda com o pessoal, pois seus estágios pagam dez reais a mais
  5. Cursar quatro anos de um curso que vai te ensinar desde ordem alfabética até que tipo de poeira existe em papel.
  6. Concluído esse período é só aguardar o diploma.
  7. Agora você é um desempregado.

Ver também[editar]