Arrigo Barnabé

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Cquote1.png Na União Soviética, Clara Crocodilo procura VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Arrigo Barnabé
Cquote1.png Trocou a TV Colorida por um Gigante Negão! Cquote2.png
Kid Supérfluo sobre Arrigo Barnabé
Cquote1.png Eu sinto um gosto, uma coisa estranha, um negócio esquisito Cquote2.png
Arrigo Barnabé sobre Gigante Negão, por trás
Cquote1.png Mim fala língua de pinguim Cquote2.png
Arrigo Barnabé sobre Sistemas Operacionais

Arrigo Barnabé - Salvador, 12.03.1957 - é um músico, compositor, letrista e judoca brasileiro, que exerceu grande influência em 1947 no então iniciente Frank Zappa, já que Arrigo ensinou o dodecafonismo para Schoenberg nos anos 10, que futuramente viria expandi-lo, sendo também um dos patronos das bandas Pletz, Língua de Trolha, Patifes Descarados et caterva. Filho do norte-americano Wally Gator e a atriz baiana Clara Crocodilo, nasceu e cresceu no Pantanal Matogrossense, em meio a uma vasta fauna de bambis, araras e aranhas.

Os primeiros anos[editar]

Em 1967, no auge da radiação atômica no país, que para se proteger comprou uma enorme capa de chumbo, o que faz com que esse período seja chamado de Anos de Chumbo, conheceu na cidade Ma-ra-vi-lho-sa um baterista chamado Itamar Assumpção, vulgo Gigante Negão, que lhe ensinou todas aquelas coisas que a gente precisa saber sobre a vida mas ninguém tem coragem de contar. O aprendizado foi muito dolorido, mas Arrigo não esmoreceu, engoliu tudo direitinho e deu início a uma trajetória fulminante na MPB sertaneja, já que seu sobrenome o identificava com tradicional linhagem de barnabés.

A grande mudança[editar]

Passaporte com que Arrigo Barnabé ingressou na Cidade Oculta

O relacionamento com Gigante Negão logo se deteriorou, porque Negão pertencia a uma seita religiosa de tecnoumbanda e Arrigo era completamente ateu. Depois de Negão tentar fazer um encantamento pelo riso, Arrigo viu que era hora de tirar a máscara e por um fim àquele inferno em que se defrontavam Lúcifer e Arcanjo Miguel. Após uma briga que resultou num enorme tumulto e numa televisão quebrada, fez as malas e partiu para a Cidade Oculta. Ouviu, porém, de Gigante Negão, uma praga que se tornou bênção:

- Deus te preteje!

Irônico, Arrigo apenas arremedou:

- Tchau, trouxa!

O casamento com Tetê Espíndola[editar]

Na Cidade Oculta teve sua primeira experiência mística, encontrando-se com os Deuses da voz. A partir daí sua perspectiva musical mudou completamente e ele começou, mesmo, a pretejar. Ao fazer um show numa fazenda, a Casa-Grande começou a incendiar e ele foi chamado a salvar a sinhazinha em chamas. Ao tomá-la nos braços, desmaiada, exclamou:

-Eu não sabia que você existia!

A sinhazinha era ninguém menos que Tetê Espíndola e eles se amaram ali mesmo, sobre o chão ardente em brasas, com a aprovação da mãe de Tetê, sinhá Cassandra Rios. Como ele se tornou suspeito de ter provocado o incêndio, fugiram na manhã seguinte para a cidade de Braguilha.

O reconhecimento da crítica[editar]

Foi somente quando o Teatro Municipal de Muzambinho executou sua Quinta Sinfonia, intitulada Margherita con Alicci, que foi executada pelo maestro e amigo Bozo Barretti, que os tubarões voadores da crítica musical reconheceram seu talento. Apresentou-se em seguida no Acapulco Drive-in, por onde já haviam passado grandes músicos da cena brasileira, como Luiz Pareto, Daltony e Chico Buarque.

O triste fim[editar]

Foi realmente um infortúnio que levou Arrigo ao cemitério. Num fim de semana, sem porra nenhuma para fazer, resolveu treinar roleta russa, esporte que praticava desde os dez anos de idade. Infelizmente, num gesto inesperado, a arma caiu sobre seu pé, acertando uma unha encravada. A infecção degenerou em septicemia generalizada e ele faleceu dois dias antes de sua manicure-pedicure, a Neide, retornar de férias.

Ver também[editar]

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Arrigo Barnabé.