Arroio dos Ratos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg

Cquote1.png Você quis dizer: Arroto dos Ratos? Cquote2.png
Google sobre Arroio dos Ratos
Predefinição:Cvovô google Predefinição:CCJ Predefinição:CTemporal Predefinição:CSilvio Santos Cquote1.png Você quis dizer: Terra dos Sem futuro? Cquote2.png
Google sobre Arroio dos Ratos

Arroio dos Ratos é uma cidadezinha que pertence a região metropolitana de Porto Alegre, o que não significa muita coisa, pois a cidade é uma Um Cú. Cidade perfeita para idosos brochas e aposentados,ou aqueles que fogem de alguem como por exemplo uma policias pelo motivo de ser, o ultimo lugar depois do acre, area 51 e triangulo das bermudas, em que serão procurados. É governada por prefeitos de merda pois quem manda de verdade é a Suprema Ester.

A Origem do Nome[editar]

Os habitante desse cidade dizem que a cidade foi fundada com o nome de uma familia de gigolos que cuidavam do imperio de carvao e estupravam os mineiros pobres coitados que o nome tem origem na primeira família da localidade, que levava como sobrenome a alcunha Ratón.


Os Jovens Arroio Ratenses[editar]

O prefeito da cidade.

Os jovens de Arroio dos Ratos são divididos em 4 categorias:

1. Os perdidos na vida: geralmente vivem na Vila Sapolândia,no Doze,tafona,vila garcia. Foram atingidos pelo fim da mineração e seus pais não tiveram criatividade o suficiente pra desenvolver a cidade nem coragem o bastante pra sair deste fim de . Acham que estão bem assim. Sua diversão aos finais de semana são ir para praça do centro,trovar guriazinhas recem saidas das fraldas porque sao burras o suficiente para cair na trova desses babacoes,fora as grandes festas promovidas pelo Clube Harmonia,que geralmente quando se vai acaba voltando sem um membro , carinhosamenete chamado de Bailão do GUAIACA. Quando podem extravasar - geralmente na época das melancias - vão à Sociedade Última Hora que tem festa a cada 2 vezes por ano.

2.Os Gangster Nessa pacata cidade á 3 Gangs: 1ª Os bolas: que estao no topo da cadeia marginal,eles andao de bike,moto (titan) e carros de abaixo do baixo custo,eles andam sempre em grande quantidade (10 a 30),seus passa tempo sao jogar gta (manual de como ser um gangster), seus territorios sao o bairro central,e arredores..

2ª Os 4:20: gang fraca andam sempre em (4 a 6) sao todos membros do grupo de gincana da Objetiva [[Escravidao|de Menores] sao inofensivos quando sozinhos mas quando estao em bando sao provalecidos, covarde,filhos da putas, nao pegam mulheres pois passam a maior parte do tempo, se preucupando com homems.

3ª.A GayGang : são as de se menos se preucupar pois sao viados, nao fazem nada alem de fazer amizade com mulheres, e cobiçar seus homens Pé rapados

4.O mais interessante é quando chega a noite, nos fins de semana, onde se reuni a galera dos carros baixos,turbinados de som, que faz a alegria das maria gasolinauma Putas pobres e burras dando aquele rolê do mineiro ao ultima hora, que segue a sequencia até as 3 da madrugada, quando aguem denuncia Morador filho da Puta para a policia.

A Economia da Cidade[editar]

Ainda não há dados nem dinheiro o suficiente da cidade para se publicar este tópico.essa cidade esta um lixo quer dizer uma bençao!!! HAHAHA esse prefeito ratense que esta nesta imagem é muito gordinho ele se alimenta de dinheiro!! Um dos fortes pontos de economia é o BAR DA TIA NILZA e o Olavo, que cada vez mais vem atraindo pessoas de toda a cidade desde vila Doze ate a vila Garcia.Andrade é viado. Teve o maior pegador de arroio dos ratos chamasse Jairo Miranda vulgo Patinho da Nadir nao pode pronunciar o nome dele se nao da azar para a pacata arroio doa ratos, Patinho da nadir pegava as novinha que saiam das fraudas do miguel couto.

Símbolos da Cidade[editar]

Atualmente estamos sem símbolo graças ao trabalho do falecido Zé Pequeno, que depredou a grandiosa obra de arte que era o Mineiro.