Artes marciais

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Madruga1.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.

Sculpture samurai.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
Ao contrário do que muitos pensam, não troca R por L.

Cquote1.png AAAAAAAAAAAARGH!!! Cquote2.png
Divina, a babá filha da puta sobre Artes marciais

As artes marciais (termo empregado no ocidente) é qualquer forma de movimentação corporal com o intuito de neutralizar investidas de agressões de qualquer natureza.

História[editar]

Todas as artes marciais, são de tar tapinhas e bla bla bla coisa que qualquer pessoa pode fazer ...

O Início[editar]

Embora muitos pensem que as artes marciais servem para se dar porrada em alguém sem ser preso, nem sempre foi assim.

Peso pena VS Peso pesado.

As porradas marciais surgiram na índia em 2500 AC (corrente alternada), quando o monge Dhalsim começou a praticar o esticamento de seus membros para atacar seus oponentes à distância (embora o esticamento do quinto membro serviu apenas para a prática do kama sutra, livro indiano muito popular na época.

Contudo, Dhalsim não se conteve em ficar apenas na índia. Como todo bom monge indiano pacifista, ele desejava desafiar e espancar cada vez mais pessoas, e então saiu de seu país rumo ao oriente. (ver: Street Fighter)

Dhalsim chega à China[editar]

Anos depois de correr prá caralho pelo oriente, Dhalsim chega à China. Ele caiu nas graças da mídia da terra de Confúcio, e atraídos pelo merchandising logo surgiram muitos kombatentes querendo enfrentar o indiano. Um desses era Shang Tsung, um experiente monge shaolin. Ele acabou sendo o primeiro aluno de Dhalsim, e em troca, o ensinou a cheirar gatinhos.

As porradas marciais se espalham pelo mundo[editar]

Na china criou-se muitos estilos de artes marciais, gerando o que conhecemos como kung-fu (do cantonês arcaico: Ku=cú; Ng=seu; Fu=é meu que corre as matas e traz a vida, ou seja: não quer dizer porra nenhuma), apenas que você é viado.

Mas as artes marciais chinesas se espalharam pelo mundo inteiro, inclusive no japão, onde foram adicionados muitos gritos para deixar a luta mais legal.

Elas também pararam na FRANÇA, onde não se tomava banho para que na hora dos combates se conseguisse derrubar o adversário só com o cheiro de seu sovaco.

As Artes Marciais na Atualidade[editar]

Graças á massiva difusão da porrada marcial, esta deixou de ter a função que lhe deu fama, para agora servir única e exclusivamente para engatar a mulher do próximo sem ele ter coragem de se defender e gritar como o Bruce Lee sem parecer uma perua.

Atualmente uma das artes marciais mais praticadas é o Vem Keu Do. Esta luta foi desenvolvida pelos monges bundisdas do Butão e é largamente praticada por emos.

Outra também muito praticada é a arte do ninja nas calças (praticada pelo naruto e sua turma), ou também a arte kung fruta praticadas pelos emos e cia

Lista de artes marciais[editar]

Lista Descíclope de Artes Marciais