Aryane Steinkopf

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
BandeiraES.JPG Este artigo é CAPIXABA!

Ele só aparece na televisão quando acontece tragédia, tem o pulmão preto de tanto pó de minério, torce pra time carioca e passeia na Vitória-Minas. Apesar disso, é trabalhador gente-fina, ao contrário dos seus primos sulistas.

Moqueca é capixaba, o resto é peixada...

Aryane de Lazari Steinkopf
Aryane steinkopf panicat.jpg
De tanto abusar da câmara de bronzeamento
Nascimento 12 de dezembro de 1987
Bandeira do Brasil Brasil
Ocupação Puta paga
Altura 1,67
Signo Sagitário
Cabelo Loiro

Aryane Strogonoff Steinkopf é uma puta paga brasileira que, apesar de ter ficado por menos de seis meses trabalhando no Pânico na TV, é mais conhecida e lembrada por todos que são tarados como uma das mais sensuais panicats. Após ser demitida do programa, ficou trabalhando como "modelo" e inspirando material de qualidade para acompanhar punheteiros em seus banhos de duas horas.

História[editar]

Aryane Strogonoff forçando um sorriso que pensa ser sensual.

Nascida em Vila Velha, a capital do Espírito Santo, que alguns sites de putaria gringos afirmam que na verdade fica é em São Paulo, Aryane Steinkopf tinha tudo para ser apenas mais uma idiota fracassada desprezada pelo mundo. Porém, ela não queria aceitar esse triste destino, e começou a estudar. Apesar de todas as dificuldades financeiras que encontrava, conseguiu sobreviver, e concluir os estudos com todos os méritos. Ignoremos o fato de que ela teve que dar o toba para muito professor para conseguir tal feito.

Com os estudos completos, Aryane não teve muita dificuldade em conseguir seu primeiro emprego, ganhando um salário razoável, um pouco superior à linha da miséria. Então formada em Nutrição, a garota passou a trabalhar como demonstradora, experimentadora e mostradora de lingeries fio dental, começando, desta forma, a nutrir inúmeras paixões platônicas dos nerds em relação a sua pessoa. Porém, ela acabou sendo demitida, pois seu rabão, que mais tarde faria sucesso na televisão, acabava rebentando os elásticos de todas as calcinhas, fazendo com que as mesmas se perdessem dentro do seu buraco negro. Mesmo com esse fracasso profissional, Aryane não desistiu, e continuou buscando trabalho, já que precisava sustentar as suas necessidades mais básicas, como a necessidade de colocar implantes de silicone nos seios, para contrabalancear com sua gigantescamente gigante bunda e tornar as medidas do seu corpo mais punhetais, digo, proporcionais.

Depois de alguns meses sobrevivendo rodando bolsinha no farol, Aryane resolveu ir para o shopping, com dinheiro para poder comprar vestidos de marca desenhados por Clodovil. Enquanto estava desfilando pelos corredores do shopping a olhar algumas vitrines com roupas chiquérrimas, com a sua minissaia do tamanho de um dedal, matando muitos marmanjos do coração, Aryane despertou a atenção de um cafetão, que estava precisando de uma jovem puta gostosa. Ele até que tentou fazer uma proposta, mas sua abordagem foi tão ruim, que a única coisa que ele conseguiu foi um chute no saco. Apesar de quase ter matado o cafetão, Aryane ficou pensando no que ele tinha dito. Se aquele sujeito a tinha achado interessante, gostosa e com talento nato para a putaria, provavelmente outros homens também achavam isso. Então, aproveitando os seus atributos físicos, Aryane tomou a decisão mais correta de sua vida: gravou um pornô caseiro e enviou à direção da RedeTV!, esta que, por estar em decadência, precisava de muitas e muitas putas com bastante disposição e pouca frescura. Após fazer um rápido teste do sofá, Aryane conseguiu o seu primeiro contato, para trabalhar em um quadro do Pânico na TV. De tantos comentários sobre esse quadro, Aryane Steinkopf se tornou uma espécie de subcelebridade e, em pouco tempo, o seu nome se tornou um dos mais procurados nos sites pornô.

Carreira[editar]

Provocando ereções no mundo afora.

Apesar de ter mostrado tudo e mais um pouco no quadro Xurupita's Farm, Aryane Steinkopf não conseguiu ficar muito famosa, pois todos os punheteiros experientes que depilam todos os dias os pelos das mãos estavam ocupados acompanhando a disputa por atenção entre Juliana Salimeni e Nicole Bahls, estas que já eram figurinha carimbada em tudo que é banheiro masculino, já que são duas das dançarinas de programas de auditório mais "saudáveis" que já existiram. Percebendo então que, no Pânico, a audiência da machaiada é na verdade quase que exclusivamente voltada às panicats, Aryane resolveu participar do Twitter, pois nesta rede social ela poderia aumentar um pouquinho a sua fama, e ali lançou uma campanha virtual pedindo que seus seguidores assinassem uma petição online para que ela fosse contratada oficialmente como panicat. Mas ela era apenas uma iniciante na carreira, tendo um número de seguidores ainda menor do que a quantidade de votos recebidos pela Mulher Pera quando foi candidata a deputada, portanto seria necessário mais alguma coisa que chamasse a atenção. Futricando pelos anais da internet, Aryane acabou descobrindo a puta paga Bobbi Eden e suas promessas virtuais durante a Copa do Mundo de 2010, caso a Seleção Holandesa fosse a campeã mundial. Aryane então prometeu o mesmo caso fosse promovida a panicat, e nisso sua quantidade de seguidores e assinaturas em sua petição aumentou de forma mais instantânea que preparo de miojo.

Não só Aryane foi contratada, mas como também o travecão Jaqueline Khury. Para não causar uma overdose de mulheres gostosas no palco do Pânico que poderia resultar em morte massiva por hemorragia nasal de grande parte dos seus telespectadores pervertidos, foram demitidas as barraqueiras já citadas anteriormente Juliana e Nicole, cedendo assim seus lugares às novatas. Só que Emílio Surita e seus subordinados tomaram essas decisões por conta própria e não consultaram nenhum superior da RedeTV!, que já andava ruim das pernas e agora havia ficado em situação ainda pior, já que as novas panicats eram bem mais caras que as antigas. Como a RedeTV! adora uma putaria, optou por cortar metade dos salários dos humoristas do programa, para assim conter despesas na casa e ter condições de sustentar as novas contratadas. Em uma tentativa de reverter a situação, o Pânico imediatamente tratou de expulsar Aryane e Jaqueline, mas a RedeTV! não gostou nada de terem descartado as gostosas, e então expulsou todo mundo de sua grade de programação.

Cquote1.png E aí, tá a fim? Cquote2.png

Desempregada e solitária, Aryane começou a vender balas, chicletes e tortuguitas no farol, para evitar que voltasse a ficar pobre outra vez. Em uma dessas ocasiões, acabou encontrando-se com Hugh Hefner, em passagem de férias pelo Brasil para visitar Eike Batista. O velho ficou impressionado com a beleza dela, e convidou-a para que fizesse parte do seleto grupo de Coelhinhas da Playboy. Aryane ficou toda emocionada, e aceitou. Acabou fazendo a capa da Revista Playboy brasileira, onde ela mostrou o quanto é rampeira, fotografando nas ruas de São Paulo.

Incentivada por sua vasta experiência em tocar siriricas, Aryane passou a acreditar que isso era um indício de que teria vocação para ser DJ, e colocou essa teoria em prática, aproveitando que o pessoal que frequenta boates não tem ouvidos muito exigentes em relação à qualidade das músicas que tocam nas festas. Aliás, foi no banheiro feminino de uma dessas festas que Aryane flagrou Edir Macedo comendo Britto Jr., e em troca do seu silêncio, foi convidada para estar no reality show A Fazenda 6.



v d e h
Pânico na TV Band
Christianpior.jpg