Asma

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!! Cof, cof (X 200) AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!! Cquote2.png
Paulo Sant'Ana sobre asma
Cquote1.png Hauhauhauahuhaahuhauhauahuahah Cquote2.png
Você zoando de seu parceiro sexual após ele ter um ataque
Cquote1.png PAREDE, PAREDE, PAREDE PORRA! Cquote2.png
Policial confundindo seu broncodilatador e te mandando pra parede

Asma é uma doença causada em aeroportos nas vias aéreas que ataca (normalmente em ATQ) o sistema respiratório, fodendo com o corinthiano sofredor da doença.

Tabela de conteúdo

[editar] Sintomas

Exemplo de chupador de rola pessoa com asma.

Cquote1.png Sintomas são comuns em doenças! Cquote2.png
Capitão Óbvio de metido

Caracteristicamente à doença, os sintomas aparecem de forma cíclica com períodos de fodimento ainda maiores a quem tem asma. Dentre os principais sinais e sintomas estão: a tosse, que pode ou não estar acompanhada de alguma expectoração (catarro, ranho, você, ou como quiseres chamar), dificuldade respiratória, com dor ou ardência no peito, além de um chiado. Na maioria das vezes não há ranhismo expectoração. Os sintomas podem aparecer a qualquer momento do dia, porém, os infelizes predominam apenas durante a manhã e a noite.

[editar] Diagnóstico

O diagnóstico é feito baseado nos sinais e sintomas que surgem clichezadamente e que são referidos pelo carinha que sofre de asma. No exame físico, o médico fará sexo anal com o paciente poderá constatar a sibilância nos pulmões. Contudo, nem toda sibilância é devido à asma, podendo também ser causada por outras doenças, que fora atraída provavelmente pela asma (não era óbvio, sua mula). Todavia, nos indivíduos que estão fora de crise, o exame físico poderá ser completamente normal.

Existem (ou não) exames complementares que podem auxiliar o médico, dentre eles estão: o exame de X-Ray radiografia do tórax, exames de sangue e de pele (para constatar se o paciente é alérgico) e a espirometria que identifica e quantifica a obstrução ao fluxo de ar, que se feito corretamente, poderá até resultar em um Rasengan. Teste de bronco provocação com substâncias pró-inflamatórias; ex: histamina, metacolina. O asmático também poderá ter em casa um aparelho que mede a pica o pico de fluxo de ar, importante para monitorar o curso da doença. Nas exacerbações da asma, o pico de fluxo se reduz.

A análise do FENO (aquilo que sua família está acostumada a comer) permite para além do diagnóstico da asma, avaliar a resposta ao tratamento e o seu comprimento cumprimento. Avaliar a resistência a esteróides. Optimizar a dose terapêutica. Efetuar uma retirada segura da terapêutica inalável. Aumentar a eficiência econômica no tratamento e diagnóstico da asma.

[editar] E isso tem cura ?

Um Asma, segundo o Tio Google.

Não. MUAHAHAHAHAHAHAHA Sim, caro gafanhoto. Para se tratar a asma, a pessoa deve ter certos cuidados com o ambiente, principalmente na sua casa e no trabalho, além de usar medicações e manter consultas médicas regulares, aquela coisa clichê de sempre. Técnicas fisioterapêuticas se mostram bastante eficientes. Os medicamentos podem ser divididos em duas classes: de alívio e de manutenção.

Vibradores Broncodilatadores: Utilizados principalmente como medicações de alívio para cortar uma crise de asma. O broncodilatador é um medicamento, como o próprio nome diz, que dilata os brônquios quando o cara com asma está com falta de ar, chiado no peito ou crise de tosse.

Anti-inflamatório: Os corticóides inalatórios são, atualmente, a melhor conduta para combater a inflamação, sendo utilizados em quase todos os asmáticos, então relaxe caro virgem em corticóides inalatórios, se o Motumbo os corticóides já traçou todos os asmáticos, que mal poderá fazer a você ? Tais medicamentos são utilizados com o intuito de prevenir as exacerbações da doença ou, pelo menos, minimizá-las e aumentar o tempo livre da doença entre uma crise e outra. Os anti-inflamatórios devem ser utilizados de maneira contínua (todos os dias), já que combatem a inflamação crônica da mucosa brônquica, que é o substrato para os acontecimentos subsequentes, entende ?!

Fisioterapia: Os procedimentos executados contribuem para melhorar a ventilação, auxiliar no relaxamento da musculatura respiratória, higienizar a via aérea hipersecretiva, além de prevenir a busca por serviços de emergência e hospitalizações, melhorar a condição física e aprimorar a qualidade de vida dos indivíduos acometidos, ou seja, faz efeito toda essa porra aí. Nas crianças, o tratamento são trabalhos de exercícios respiratórios reexpansivos passivos, através de manobras de desobstrução brônquica, drenagem postural e inalações, com estímulo de tosse se necessário. Crianças com boa capacidade colaborativa e coordenação desenvolvida podem se beneficiar de técnicas de treino de padrão ventilatório. Em [adultos, o tratamento enfatiza os alongamentos globais, exercícios aeróbicos, exercícios respiratórios reexpansivos, acompanhamento da evolução do fluxo respiratório e acompanhamento dos exercícios com uso de oxímetro, se necessário. Em alguns casos é necessário um trabalho de higiene brônquica, associada à aspiração de secreção brônquica (catarro, ranho, etc, etc), comum em pacientes infectados pelo T-Virus. Quando a hiperinsuflação pulmonar está presente, são utilizadas técnicas de desinsuflação pulmonar visando aumentar o volume de ar corrente.

[editar] Prevenção

Há pessoas que fingem ter asma, só para poder fazer outras coisas. Este é um grande exemplo.

Calma, não morra por asma antes de ler esta seção, a Desciclopédia está aqui para te matar, estuprar, roubar e comer tua prima te ajudar ou não. O cara que sofrer asma poderá usar os corticosteróides, anticonsepsionais (hm boiola), antileucotrienos, além de ter um bom controle ambiental, evitando exposição aos catalisadores da crise asmática. Não há como previnir a doença em si, apenas os sintomas.


black
v d e h
Doenças, enfermidades e pragas em geral

Acavaria - Acalasia - Acne - Acondroplasia - Adrenoleucodistrofia - Afta - AIDS - Alcoolismo - Alergia - Amebíase - Amnésia - Ancilostomose - Anemia - Anorexia - Antrax - Artrite - Artrose - Asbestose - Ascaridíase - Asma - Atravancamento de Lancherrose - Avatar Blues - Beribéri - Berne - Blenorragia - Bócio - Bronquiolite aguda - Bronquite - Bulimia - Burrice - Calvície anal - Cancro - Cancro Mole - Cara de bunda - Carpediemismo cogitoergosúmico - Cisticercose - Cistite - Cirrose hepática - Cólera - Complexo de Cinderela - Complexo de LOL - Coqueluche - Crise emo - Cybercondria - Dengue - Dengue Suína - Depressão - Depressão pós-chifre - Desertificação Capilar - Desgosto - Desidratação - Desordem da Atenção Deficitária na Idade Avançada - Dislexia - Discalculia - Diabetes - Diarréia - Dificuldade pra cagar - Difteria- Disenteria - Doença de Cazenave - Doença de Chagas - Doença celíaca - Doença de Creutzfeldt-Jakob - Doença de refluxo gastroesofágico - Doença do pau na boca - Doença mental - Dor de cabeça - Dor nos ovos - Dupla personalidade - Efeito vampiro - Emorróidas - Enurese - Epilepsia - Escorbuto - Esofagite - Esôfago de Barrett - Esquistossomose - Eutrepiocemia - Falta de Ar - Falta Momentânea de Raciocínio - Febre Amarela - Febre tifóide - Febre do Rato - Fenilcetonúria - Fibroma - Fibrose cística - Filariose - Flatulência Menstruada - Frescurite aguda - Gardnella - Gastrite - Genomastia - Giardíase - Glaucoma - Glicogenose tipo I - Gota - Gripe - Gripe da Coca-Cola - Gripe do frango - Gripe suína - Guimbose Múltipla - Hanseníase - Hemofilia - Hemorróidas - Hepatite - Herpes - Hipocondria - Hipercolesterolemia - Hiperparatiroidismo - Hipertensão - Hipertensão arterial - Hipertensão portal - Hipertensão pulmonar - Hipertiroidismo - Hipopotomonstrosesquipedaliofobia - Hipotiroidismo - Homossexualismo - Infarto - Joelho ralado-Leishmaniose - Lepra - Lepra cerebral - Leptospirose - Leucemia - Licantropia - Lúpus - Lujimba - Linose - Leptospitose - Liliotam - Mal de Alzheimer - Mal de Parkinson - Malária - Mau-Hálito - Meningite - Menopausa - Metamafagafomorfose - Oscar Wildeísmo - Osteoporose - Oxiurose - Paixão - Paixão por gays - Palomexia - Papeira - Paralisia - Pênfigo - PETA - Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose - Pneumonia - Pneumonia Galopante - Prolapso - Raquitismo - Remoçãodeconteudodepaginofilia - Ricocheteio - Rinite - Roséola - Rubéola - Salmoneloses - Sarampo - Sarna - Sífilis - Síndrome da Fotomania Obsessiva Compulsiva - Síndrome de Ehlers-Danlos - Sinusite - Solitária - Talassemia - Teníase - Teriantropia - Tétano - Timidez - Toxoplasmose - Transtorno bipolar - Transtorno de personalidade esquizoide - Transtorno de Pica - Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade - Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) - Tricocefalíase - Tricomoníase - Tuberculose - Vaginite - Varíola - Varicela - Viadagem - Vírus de Marburg - Vitiligo

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas