Associação Acadêmica e Desportiva Vitória das Tabocas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Associação Acadêmica e Desportiva Vitória das Tabocas
Escudo do Vitória das Tabocas.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Associação Acadêmica e Desportiva Vitória dos Cabocos
Origem link={{{3}}} Pernambuco - Vitória de Santo Antão
Apelidos Vitória que ninguém conhece
Torcedores Caboquenses
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote Um pedaço de pau (isso mesmo)
Torcedor Ilustre
Estádio Caralhão
Capacidade 10.000 pinguços
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador Pitú
Time
Material Esportivo Embratex (?)
Liga Campeonato Pernambucano
Divisão Série A
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Associação Acadêmica e Desportiva Vitória das Tabocas é um desses times aleatórios e inexpressivos do interior de Pernambuco, cuja única função é forçar, em todo começo do ano, fazer com que os times da capital se submetam visitar a contragosto a cidade de Vitória de Santo Antão para jogar uma pelada com o time local, que visivelmente é uma porcaria sem futuro.

A origem do nome do clube é bem nítida, visto que "taboca" é o nome de um pedaço de pau, e perna de pau (ou taboca) jogando neste clube é o que mais há, de modo que este é um raro e nítido exemplo de nome de clube que se identifica perfeitamente com a realidade avistada.

História[editar]

Associação Desportiva Vitória[editar]

Não é de hoje que o Vitória das Tabocas está aí decepcionando quem porventura realmente acredita que um dia esse timeco possa ser grandes coisas. Embora se diga de 2008, ele na verdade foi fundado em 1990, na época com o nome Associação Desportiva Vitória, acreditando que só colocar o nome de "Vitória" no clube fosse o suficiente para trazer vitórias ao time, algo que obviamente nunca aconteceu, porque se nem o Vitória da Bahia consegue muitas vitórias, não seria o das Tabocas que conseguiria algo.

Por 17 anos sempre um time desprezível, o auge de sua ruindade foi quando em 2007 tornou-se o primeiro time da história a numa mesma competição (a então Série Z3 do Campeonato Pernambucano) perder para o Tabajara FC de 1x0 e depois perder por W.O. para o Íbis. Esta segunda, uma humilhação tão grande que o clube se retirou do torneio e passou a fingir que nunca existiu, forçando sua desfiliação da FPF.

Refundação[editar]

Em 2008 o time ressurgia, com um novo nome e um novo escudo, "resetando" sua história e acreditando que isso seria o suficiente para conseguir fazer de conta que nunca perdeu pro Íbis antes em sua história. O novo nome adotado foi Associação Acadêmica e Desportiva Vitória dos Pernas de Pau (ou "Tabocas"), nova nomenclatura adotada como uma homenagem ao grande feito de 2007 quando tornou-se o único time de futebol da história da face da Terra a perder pro Íbis por W.O.

Estreando na primeira divisão estadual logo em 2009, tornaria-se um time especialista em fugir do rebaixamento no estadual, mas nem nisso seria bom, já que fugiria de rebaixamento só em 2009 e 2010, já caindo em 2011. Voltando depois é verdade, mas sempre disputando só pra não cair, não desejando ver o Íbis nunca mais.

A estreia na Série D[editar]

Entres participações pífias, outras irrelevantes e outras completamente insignificantes, o Vitória das Tabocas teve uma participação surpreendentemente medíocre no estadual de 2018, quando ficou na mera 5º colocação o que é muito para eles (e olha que estamos falando de um torneio o qual o Náutico, que é uma porcaria, foi campeão). Apesar da péssima colocação em 2018, beneficiou-se pelo fato que haviam 2 vagas abertas na Série D de 2019 e pouco time disponível, então como o Vitória das Tabocas não tinha nada a perder, decidiu participar do torneio nacional, sem nenhum compromisso é claro.

Títulos[editar]