Associação Atlética Coruripe

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Associação Atlética Coruripe
Escudo do Coruripe.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Associação Atlética Curupira
Origem link={{{3}}} Alagoas - Coruripe
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Alagoano
Divisão Série D
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Associação Atlética Coruripe é um relativamente recente clube de futebol, que em poucos anos de história já conseguiu a conquista de 4 vice-campeonatos estaduais... de onde mesmo? Alagoas! Aquele estado repleto de times fortes e competitividade. Coruripe é de uma cidade chamada Coruripe que fica em algum local de Alagoas, provavelmente.

História[editar]

Fundação[editar]

Este time do Coruripe surgiu por acaso, quando no ano de 2002 a cidade de Coruripe foi convidada a participar do Campeonatinho Alagoano Amador de Pebolim. O esporte é uma febre na cidade e não tardou formar-se uma fortíssima equipe que foi campeã deste determinado torneio logo em seu primeiro ano de estreia. Em 2003 ficou já na mísera terceira colocação, e um resultado tão pífio inspirou alguns executivos que conhecendo o futebol pífio alagoano, talvez pudessem criar um time profissional... E assim, em 2003, é criado o AA Coruripe, que naquele mesmo ano veio a se tornar campeão da Segunda Divisão do estadual alagoano graças à ausência completa de times com quem jogar, assim estreando na elite estadual logo em 2004.

Primeiros títulos estaduais e participações em torneios nacionais[editar]

Após um bi-vice alagoano em 2004 e 2005, um feito que nem o ASA tem,de tanto insistir o Coruripe foi vice-campeão alagoano nas temporadas de 2006 e 2007. Poucos ou quase nenhum detalhe se conhece dessa campanha de destaque, talvez porque quando as pessoas viram que um tal Coruripe havia sido campeão, acharam que era o campeonato do Acre, então nem se deram ao trabalho de registrar tanta informação.

Só chegou a jogar Série C porque nessa época ainda não existia a Série D. Mas o desempenho foi digno de série D, com eliminações para os desprezíveis 13 da Paraíba em 2006 e Barras do Piauí em 2007.

Devido ao desempenho estadual também disputou por 3 vezes a Copa do Brasil em seus primeiros anos, mas se fodendo em todas vezes logo na primeira fase. Primeiro para o Fortaleza em 2005. Depois sendo o primeiro time a ser derrotado para o America do Rio após 50 anos na Copa do Brasil de 2007. E depois após vencer o primeiro jogo em casa por 4x1 para a Juventus da Itália Mooquense, conseguiu a façanha de ser o primeiro time do mundo a tomar 5 gols da Juventus de São Paulo e perder de 5x1 pela Copa do Brasil de 2008.

Temporada de 2014[editar]

Após alguns anos de fiascos à nível alagoano (que é a mesma coisa que perder para os times aqui do bairro que jogam uma pelada todo fim de semana com umas meninas e pirralhos de 10 anos), o Coruripe ressurgiu em 2014 ao ser campeão alagoano, mesmo que para tanto necessitasse ser vencedor apenas do segundo turno, porque o primeiro turno vencido pelo Murici foi marcado pela eliminação do Coruripe para o Santa Rita ainda nas décimas-sextas-de-finais.

Mas vencendo apenas segundo turno de campeonato, o Coruripe foi considerado campeão alagoano, porque ninguém viu necessidade de haver uma final contra o tal Murici, afinal ninguém se importaria com um jogo de Murici e Coruripe.

Devido a este feito garantiu vaga na Série D, onde pela primeira vez na história o Coruripe fez papelão a nível nacional. Eliminado na primeira fase, para times que nem existem, como Jacuipense da Bahia e Central de Caruaru.

Temporada de 2015[editar]

O começo de 2015 já começou bem, com sua quarta participação em Copa do Brasil, já perdeu logo de cara para o Atlético Goianiense, comemorou só ter forçado o segundo jogo ao empatar em casa por 1x1, e depois ir perder fora por apenas 2x0.

Foi porém vice-campeão alagoano de 2015, conquistou direito de ir participar da Série D do Brasileirão de 2015 e o tetra-vice.

Títulos[editar]

  • Tetra-eliminado na Primeira fase da Copa do Brasil (2005, 2007, 2008, 2015)
  • Tetra-vice estadual (2004, 2005, 2011, 2015)
  • Eliminado para o Barras do Piauí: 1 vez (2007)
  • Tomou 5 gols da Juventus da Mooca: 1 vez