Associação Atlética Internacional (Limeira)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Aviso importante: Clubismo aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa pra quem você torce, seja o Tabajara, o 4 de Julho ou o América Mineiro. Seja engraçado e não apenas idiota.


Associação Atlética Internacional (Limeira)
Escudo do Inter de Limeira.png
Brasão
Hino '"Ai, meu leão"'
Nome Oficial A.A Alcólatras Anômimos Associação Atlética Internacional
Origem link={{{3}}} São Paulo- Limeira Falências S.A.
Apelidos Leoa Leão da Paulista, Freguês do Galo
Torcedores Agroboys, Mauricinhos, Patricinhas e Emos
Torcidas Interrou (meia dúzia de integrantes)
Fatos Inúteis
Mascote Leão
Torcedor Ilustre Chupeta
Estádio Bingo do Limeirão
Capacidade 40.000 caipiras
Sede Rua Capitão Bernardes
Presidente Gu Tigers
Coisas do Time
Treinador Sílvio Félix
Pior Jogador Nuvola apps core.png Não há espaço suficiente para esta informação
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Supererro.jpg
Patrocinador Falidos S/A
Time
Material Esportivo US TOP
Liga Campeonato Paulista
Divisão 4° Divisão MWAHAHAHAHAHA!
Títulos Protestados no 2º cartório de Limeira
Ranking Nacional 99° (de 100)
Uniformes Camisainterlimeira.jpg
Camisainterlimeira2.jpg



Cquote1.png Vc quis dizer: Rebaixamento Cquote2.png
Google sobre Inter de Limeira
Cquote1.png Inter fecha parceria e terá elenco forte para disputa da 2ª Divisão em 2008 Cquote2.png
Manchete da Gazeta de Limeira em Janeiro de 2008 sobre parceria fechada com Grupo de Investimentos Coreano
Cquote1.png Grupo de Investimentos dá calote e deixa Inter sem jogadores Cquote2.png
Manchete da Gazeta de Limeira em Julho de 2008 sobre os motivos do rebaixamento da Inter para 3ª divisão
Cquote1.png Inter fecha parceria e terá elenco forte para disputa da 3ª Divisão em 2009 Cquote2.png
Manchete da Gazeta de Limeira em Janeiro de 2009 sobre parceria fechada com Grupo de Investimentos Russo
Cquote1.png Grupo de Investimentos dá calote e deixa Inter sem jogadores Cquote2.png
Manchete da Gazeta de Limeira em Julho de 2009 sobre os motivos do rebaixamento para 4ª divisão
Cquote1.png I daí, nóis é campeão paulista de 86... Cquote2.png
Sofredor Torcedor da Inter sobre o bi-rebaixamento
Cquote1.png I daí, nóis é campeão paulista de 86... Cquote2.png
Sofredor Torcedor da Inter sobre derrota para o Independente de Limeira
Cquote1.png I daí, nóis é campeão paulista de 86... Cquote2.png
Sofredor Torcedor da Inter sobre estar uma divisão abaixo do Independente de Limeira
Cquote1.png Torcida da Inter espera acesso com nova parceria Cquote2.png
Manchete da Gazeta de Limeira em Janeiro 2010 sobre parceria fechada com Grupo de Catadores de Papelão

Alcoólatras Anônimos Associação Atlética Internacional, ou Leoa Leão da Paulista, ou Inter de Lixeira, como é mais conhecida, é uma timinho de futebol da cidade de Limeira, capital mundial da falência, interior do estado de São Paulo, Brasil. Ficou famosa em 1986, quando manteve a Porcada na fila ao vencer o Campeonato Paulista, graças ao grande desvio de dinheiro público investimento para montagem do time, realizado pelo então prefeito Jurandir Paixão, em seu 11º mandato consecutivo. Atualmente, depois do segundo rebaixamento consecutivo, está na 4ª divisão do Campeonato Paulista, onde disputará com seu maior rival e algoz, Independente de Limeira, qual dos dois é o pior (por sorte não há mais divisões abaixo desta).

História[editar]

Fundação[editar]

No início do século XX existiam em Limeira dois times de futebol. Um deles era o Almofadinhas, que tinha esse nome, pois só jogavam os barrigudos que ficavam no bar do Asilo, ao lado do campo. Devido as dívidas com o bar do Asilo, foi o primeiro time a falir em Limeira (dando início a tradição hoje secular da cidade). O outro time era o "Barroquinha", que tinha esse nome porque jogava em um campinho de barro, no final da Rua Dr. Trajano, um verdadeiro atoleiro. Neste local foi construído o Estádio de Vila Levy, que só tinha público quando lá se instalavam o Circo Stankovic ou o Pink Panther Park. Como a obra foi superfaturada e o Barroquinha não tinha torcida nenhuma nos jogos, as dívidas se acumularam. Então, no dia 2 de outubro de 1913, os dirigentes, que também eram os jogadores do time, se reuniram na casa de uma tia, na Rua Capitão Bernardes e decidiram mudar o nome do time para Internacional de Limeira e dar um calote nos cobrares do Barroquinha.

Primeira falência na década de 70[editar]

Passados muitos anos, novamente atolados em dívidas, em 1977 tiveram que entregar o Estádio Vila Levy e passaram a jogar no Estádio da prefeitura, conhecido como bingo do Limeirão. Para o jogo de estréia, convidaram outro time sem estádio, o Curintia, e tomaram uma piaba de 3x2. O time teoricamente faliu, só esqueceu de anunciar isso, por isso passou ainda mais 10 anos disputando campeponatos paulistas mesmo que com times sem uniformes ou sem estádio jogando em campinhos de terra batida.

Campeonato Paulista de 1986[editar]

Lula na Inter em 86

Definitivamente o orgulho de todos os 35 torcedores do Inter de Limeira ainda vivos, afinal, se um garoto tinha 20 anos quando viu a Inter campeã em 1986, hoje já teria mais de 50 anos, mas sabemos porém que a expectativa de vida em Limeira é de 49 anos, então é fato raro encontrar alguém vivo que viu esse suposto timaço. De toda forma, o título de 1986 é conhecido até hoje como o único título paulista incontestável, porque o estadual tem fama de ter sempre azarões que terminam a primeira fase aos tropeços, mas deslancham nas fases decisivas e são campeões sobre os times de campanhas mais regulares. O Inter terminou tudo em primeiro e depois venceu Santos e Palmeiras nas partidas decisivas com os pés nas costas.

O time da Inter de Limeira dessa época tinha um bando de jogadores mal encarados, com baita cara de malandro malouqueiros, e o uniforme preto e branco até confundia e fazia parecer ser o Corinthians. Tanta cara amarrada e uma deliberada e inovadora tática de não tomar banho antes das partidas rendeu o apelido de "Esquadrão Marginal".

Campeonato Brasileiro de 1986[editar]

Graças ao título estadual, a Inter de Limeira ganhou o direito de participar da Série B de 1986. Começou disputando a Série B que na verdade foi um pequeno triangular contra os Juventus e Santo André, que obviamente classificou a Inter de Limeira (os outros times da chave eram clubes café-com-leite de Goiás, mato Grosso e interior mineiro). Naquela época o time já se classificava para a Série A do mesmo ano, e caiu numa chave moleza, composta por 9 times, sendo 8 horríveis do nível do Bahia, e 1 mais ou menos que foi o Cruzeiro. Com custo a Inter de Limeira classificou-se, e na fase seguinte enfrentou São Paulo na final, onde venceu o primeiro jogo por 2x1, mas foi comemorar antes da hora e perdeu o segundo jogo por 3x0 e deu adeus à competição.

Brasileiro de 1987[editar]

O regulamento da Copa União de 1987 ainda é estudado por matemáticos, físicos, psicólogos e engenheiros mecatrônicos, sendo que nenhum deles teve sucesso em explicar a lógica da fórmula de disputa do campeonato daquele ano, mas sabe-se que o Inter de Limeira foi mandado arbitrariamente para o Módulo Amarelão, uma divisão na qual o recém-fundado Clube dos 13 resolveu estocar os times os quais considerava médios, ruins, horríveis ou Inter de Limeira. A participação foi medíocre, claro.

Série B de 1988[editar]

No ano de 1988 a Inter de Limeira consagrou-se campeã do Módulo Amarelo, pois fez questão de obter este título, com 8 pontos de diferença para o Náutico no final do torneio, o time ainda precisou provar seu mérito vencendo os pernambucanos numa final.

Brasileiro de 1989[editar]

O campeonato brasileiro de 1989 onde o Inter de Limeira participou era daqueles tão mal feitos, com grupos com trocentos times onde se classificavam mais trocentos times, tudo numa teórica tentativa de fazerem os times jogarem futebol o ano inteiro, mesmo que com apenas 4 rodadas alguns times já começassem a se classificar antecipadamente. Por causa dessa mamata o Inter de Limeira até passou a primeira fase, mas na fase seguinte num grupo com 254 times, classificava-se apenas o primeiro, aí foi demais pro pobre Inter que ficou por ali mesmo numa 14º colocação geral.

Brasileiro de 1990[editar]

Como qualquer time paulista de interior, o Inter de Limeira encerrava seu ciclo, e finalmente encontrava a realidade do rebaixamento, caindo para a Série B do nacional e nunca mais voltando, ao lado do São José (o que essas porras estavam fazendo na Série A?).

Declínio[editar]

Reforços de peso da Inter para disputar a 4ª divisão do Paulista

A partir de 1991 o Inter de Limeira começou a rebaixar, a ficar em último nos campeonatos, até um dia sumir do mapa completamente e alegar a segunda falência da história, e tal qual a primeira falência, esqueceu-se de fechar as portas, e por isso continua em atividade mesmo com um time amador que mal dá conta de vencer um mero torneiozinho do A3 Paulista.

Estádio[editar]

Limeirão em dia de jogo

A Inter de Limeira manda seus jogos no Estádio Major José Levy Sobrinho (Lixão) com capacidade para 40.000 pessoas apesar de jamais lotar claro, e sua inauguração em 30 de janeiro de 1977 foi com derrota perante o Curintia, time da capital para quem o Inter gosta de ser freguês.

O recorde de público foi na única vez que o estádio lotou, com um público pagante de 44.000 pessoas no Bingo do Limeirão, no dia 01 de Maio de 1883, quando foi sorteando 10 Fiat 147 usados.

Mascote[editar]

Mascote do Leão durante o jogo no Limeirão lotado

Embora todos achem que o mascote da Internacional tenha sido uma homenagem ao goleiro viado Leão, mas isso não é verdade. Em um jogo disputado contra o timinho do Comercial freguês do Botafogo de Ribeirão Preto, o clube de Limeira acabou com uma invencibilidade dos rivais de incríveis 2 jogos (ambos por vencidos por W.O.). A vitória foi tão expressiva (1x0, gol contra) que os torcedores da Inter de Limeira, que nunca tiveram criatividade, copiaram o mascote do Comercial.

Hino[editar]

Eis a equipe cachaceira
do bar do Internacional
que pra vergonha de Limeira
Não ganha de nenhum rival.
Oh! Leão, Ai, meu Leão
Entra mole no gramado
sem medo da humilhação
Para cada gol q tem tomado
Ruge Leão... Aiaiaiai... Uiuiuiui...
Urra Leão... Aiaiaiai... Uiuiuiui
Pé na bola, foi pra fora
que vergonha, meu Leão
Segues hoje, como outrora
Nunca, Nunca, campeão...
Oh! Leão, Ai, meu Leão
Entra pra ser goleado
sem medo da zoação
Para cada gol tomado
Ruge Leão... Aiaiaiai... Uiuiuiuiui...
Urra Leão... Aiaiaiai... Uiuiuiuiui

Títulos[editar]

Nacionais

Nenhum, dizem que ganharam 2 títulos da 2ª Divisão, mas não valem nada, só o acesso.

Estaduais

Campeonato Paulista 1986 (comprado pelo prefeito).

Outras Conquistas

Taça Íbis: 1987 a 1996 (10 anos sem vencer, ainda comemorando o título de 86).

Outros Títulos

157 Títulos protestados no 2º Cartório de Limeira