Associação Atlética Luziânia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Associação Atlética Luziânia
Associação Atlética Luziânia.jpg
Brasão
Hino Goiás é melhor que Distrito Federal
Nome Oficial Agremiação Desatlética Luziânia
Origem link={{{3}}} Goiás- Luziânia
Apelidos Goiás
Torcedores {{{torcedores}}}
Torcidas {{{torcidas}}}
Fatos Inúteis
Mascote Igreja (pedir a Deus para não rebaixar no candangão)
Torcedor Ilustre  ?
Estádio Zequinha Roriz (o nome só não é mais ridículo que o time)
Capacidade 22 mil
Sede Em algum lugar de Luziânia
Presidente  ?
Coisas do Time
Treinador  ?
Pior Jogador Nuvola apps core.png Rafael, Erivaldo, Jackson, Gustavo, Romarinho, Guilherme, Zé Ricarte, Jocelmo, Juninho, Rodrigo e Rogério e Chimba
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Gandula
Patrocinador Alguma fazenda de soja
Time
Material Esportivo Vovós costureiras
Liga Campeonato Brasiliense
Divisão 1° divisão
Títulos {{{títulos}}}
Ranking Nacional 135°
Uniformes Uniforme Luziânia.jpg



Associação Atlética Luziânia é o time da pseudocidade e favela Luziânia, um buraco nos arredores do Distrito Federal.

História[editar]

A grande torcida do Luziânia, organizada, uniformizada e animada.

O mais antigo time do campeonato candango, foi fundado em 1926 por bandeirantes que exploravam o interior do Brasil naqueles tempos. O Luziânia durante anos disputou e perdeu no campeonato goiano. Com a criação do Distrito Federal, o presidente do Luziânia, esperto, ao invés de disputar a quinta divisão amadora do campeonato goiano a qual disputava desde sua fundação, decidiu ir disputar a primeira divisão do campeonato candango que era mais fácil.

Assim como a cidade de Luziânia parasita Brasília, o time de Luziânia também parasita o Distrito Federal, sendo o time mais odiado pelos xenófobos da capital que odeiam goianos.

Durante os anos disputando o campeonato brasiliense,nunca ganhou porra nenhuma.

Nas Competições[editar]

De 1926 a 2008, o máximo que conseguiu foi um milagroso e surpreendente vice-campeonato candango em 1966 quando não haviam times no Distrito Federal, mas mesmo assim perdeu para o time amador do Rabello Futebol Clube, uma equipe formada por pedreiros que construíram Brasília.

Reza a lenda que o goiano Luziânia-GO-DF(crise de identidade) já conquistou um Campeonato Brasiliense. Essa miragem ocorreu em 1958 quando caipiras estavam apartando as vacas em uma fazenda que seria desapropriada para a construção de Brasília e sem quer um deles chuto uma pedra entre duas árvores, quando Roriz viu tamanho feito declarou Luziânia campeão Brasiliense de 1958 quando Brasília não tinha time, federação, estádio, nem tinha ela mesma já que a cidade foi inaugurada em 1960.

O feito foi tão grande que Roriz decretou feriado estadual para que as pessoas fossem as ruas comemorar o milagre de ser Campeão de um campeonato espírita. Por causa do título, Roriz diminuiu as dimensões do DF para que onde eram as pedras fosse construída uma homenagem a mascote do time a Santa Igreja Azul das Causas Invisíveis. Os cidadão felizes com a iniciativa de Roriz declaram-no padroeiro da cidade.

Além disso, outro feito do Luziânia foi impedir o título invicto do Asiliense, conquistado com 200 rodadas de antecedência.

Atualmente, o único trabalho que o Luziânia dá para seus adversários é o deslocamento de 70 km que os times tem que fazer para aquele buraco que é a cidade de Luziânia.

Torcida[editar]

O Luziânia tem uma quantidade razoável de torcedores para os padrões candangos, colocando sempre mais de 1.000 testemunhas em seus jogos, todos cachaceiros que não tem mais o que fazer naquela cidade sem opção melhor de lazer.

Essa quantidade de torcedor é mentira. O bilheteiro cachaceiro-analfabeto que não sabe contar direito, juntando isso, ele contou o mesmo ingresso ums 5 vezes, sendo a média de 200 pessoas por jogo, isso porque alguns sem senso de dirição por estarem embreagados caem dentro do estádio, além disso a prefeitura paga para quem tiver a coragem de assistir um jogo. Mesmo assim as pessoas preferem ver corrida de tartaruga manca a ver um jogo do Luziânia.

Ranking da CBF[editar]

  • Posição: 135°
  • Pontuação:1

Obs: Ninguém sabe o que é esse 1 ponto do Luziânia.

Talvez de misericórdia.