Associação Desportiva Confiança

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Aviso importante: Futebolismo aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa pra quem você torce, seja o Corinthians, o Paulínia FC ou o Santos. Seja engraçado e não apenas idiota.


Associação Desportiva Confiança
Escudo do Confiança.png
Brasão
Hino Vamu cair de dragão
Nome Oficial Grupo de Peladeiros do Confiança
Origem Quilombo City, Fim do mundo
Apelidos Desconfiança
Torcedores Sofredores
Torcidas Facção Criminosa Trovão Azul
Fatos Inúteis
Mascote Lagartixa
Torcedor Ilustre Bareta
Estádio Estádio Lourival Batista
Capacidade 20 pessoas; 10 sentadas, 5 no colo e 5 no campo
Sede Uma viveiro de caranguejos
Presidente Toeta
Coisas do Time
Treinador Você
Pior Jogador Nuvola apps core.png Todos
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Michael Jackson (seus passos superam qualquer jogador)
Patrocinador Friboi, carne de confiança
Time
Material Esportivo Vovó
Liga Campeonato Sergipano de Peladas
Divisão 300 º
Títulos 18 campeonatos de várzea
Ranking Nacional 200.000º
Uniformes



Cquote1.png Você quis dizer: Porra nenhuma? Cquote2.png
Google sobre Associação Desportiva Confiança
Cquote1.png Não vai subir ninguém! Cquote2.png
Capitão Nascimento para a torcida do Confiança.
Cquote1.png ... Cquote2.png
Torcedor do Confiança após mais um "show" do time.
Cquote1.png Esse time é deeesprezivél. Cquote2.png
Patolino sobre o Confiança.
Cquote1.png Infelizmente izto Ecziste sin. Cquote2.png
Padre Quevedo sobre a Trovão Azul.
Cquote1.png Dragão fuleiro tem 13 letras. Cquote2.png
Zagallo.
Cquote1.png Ih...foi mal...no dragão botei moral... Cquote2.png
Torcida de qualquer time que enfrente o Confiança.
Cquote1.png Eu acho que o Confiança é ruin. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre o Confiança.
Cquote1.png Você traiu o movimento de que ninguém é ruim o tempo todo véio... Cquote2.png
Dado Dolabella sobre o Confiança.
Cquote1.png ISSO... É... UMA... VERGONHA... Cquote2.png
Boris Casoy sobre o Confiança.
Cquote1.png Tri-legal... ops... Bi-Legal, Tchê! Cquote2.png
Gaúcho sobre o Confiança.

Associação Desportiva Confiança ou resumidamente A. Des.Confiança, é um pseudo-clube de futebol de Sergipe, fundado nos confins do Nordeste por um grupo de desempregados e jogadores dispensados por clubes falidos.

O Confiança é um dos mais tradicionais times do Sergipe. Embora nunca tenha feito nada que preste a nível nacional, e portanto seja considerado um clube pequeno, inexpressivo e desconhecido, é tradicional e forte para os baixíssimos padrões do futebol sergipano.

História[editar]

Fundação[editar]

Teste de admissão pra jogar no Confiança.

O Confiança foi fundado em 1936 conforme seu escudo, mas quando vamos analisar com mais seriedade os registros históricos, a primeira partida oficial do clube ocorreu apenas em 1949. Neste delay de 13 anos o Confiança disputou torneios de frescobol no deserto do Sergipe, o qual por confusão acreditava piamente tratar-se de futebol.

Primeiro campeonato estadual em 1950[editar]

O Confiança estreia no futebol de verdade no campeonato sergipano de 1950, onde paga um mico homérico ao escalar para os jogos um time de garotos do sub-12 por acidente, de maneira que o clube perdeu todas partidas por pelo menos mais de 17x0, até ser desclassificado pela federação.

Década de 60[editar]

O Confiança passou a ser conhecido no Nordeste por suas participações assíduas na Taça Brasil, um torneio mal feito que lembra a Copa Nordeste, mas que o campeão tem que ir jogar uma Copa Rio-São Paulo. O Confiança foi eliminado por 8 anos consecutivos pelo Ceará SC, para quem tem atestado assinado em cartório de freguês de carteirinha.

Década de 90[editar]

De 1990 a 2000 sem ganhar nem um mísero e simples campeonatinho sergipano simbolizou a década do maior jejum do Confiança. De vez em quando disputava e fazia número na Série C nacional, mas só porque não existiam outros times no Sergipe que possuíssem jogadores que não tivessem medo de andar de ônibus, uma máquina que é considerada do capeta por sergipanos mais humildes.

Anos 2000[editar]

O Confiança passou a representar frequentemente o estado do Sergipe na Copa do Brasil, obviamente falhando miseravelmente sempre, sendo um daqueles times que todos torcem para enfrentar nas primeiras fases, para vencer de goleada e nem ter jogo de volta. Com destaque para a campanha de 2002, com goleada sobre Juazeiro e ASA, chegando inimaginavelmente longe numa oitavas-de-final, onde perdeu para o Brasiliense de goleada.

No ano de 2008 provou sua vocação de time sem brilho e sem garra, quando teve todas chances de subir para a Série B, mas após 5 derrotas consecutivas terminou a Série C de 2008 na quinta colocação como um verdadeiro cavalo paraguaio.

Copa do Brasil de 2013[editar]

O Confiança consegue seu melhor desempenho da história em campeonatos nacionais na Copa do Brasil de 2013, quando eliminou uma galinha morta chamada de Guarani logo na primeira fase, para no jogo seguinte perder só de míseros 4x0 para o Fortaleza.

Série D de 2014[editar]

Em seu ano mais cagado da história, o Confiança que estava com a torcida toda desconfiada, tornou-se o primeiro time de Sergipe a subir de divisão. Caiu num grupo moleza onde o principal rival era um time desconhecido chamado "Globo FC" com atores do Projac jogando. Deu a cagada de na fase seguinte enfrentar só times nordestinos, que obviamente são falidos e ruins, porque se pegasse algum time do sul, seria fatalmente eliminado. Passou apertado e cagado pelo Central de Caruaru, e depois o Jacuipense da Bahia, assim podendo tranquilamente ser surrado pelo Tombense (olha a merda) de Minas Gerais nas semi-finais e ser eliminado em paz mas com a vaga para a Série C nas mãos.

Série C de 2015[editar]

O time do Confiança foi mais longe do que esperado em 2015, para um time que todos apostavam que só iria brigar para não rebaixar, na verdade assim foi, e por muitas rodadas rondou a zona de rebaixamento, mas então ganhou alguns jogos e contou com a incompetência do América de Natal para ter o direito de ir jogar uma quartas-de-final.

Dentre todos os times que chegaram nas quartas-de-final da Série C de 2015, o Confiança de longe era o mais descartável, o que pelo menos fez justiça ao Londrina EC, dono da melhor campanha na primeira fase, pode enfrentar o time mais fraco e tranquilamente assegurar sua classificação sobre o Confiança.

Temporada 2016[editar]

No ano de 2016 sequer chegou na final do estadual sergipano, mesmo não existindo times de futebol em Sergipe, só constantando a falta de qualidade do clube. Aí na Série C, assim como em 2015, o time do Confiança brigou o ano inteiro para não cair pra Série D, sendo salvo na última rodada do campeonato pelo Salgueiro AC, ganhando de 2x1 em Aracaju e graças à incrível incompetência do América de Natal.

Na Copa do Brasil, o Confiança quase avançou para a Segunda fase da competição, ganhando de um time falido no primeiro jogo (mesmo que isso signifique apanhar de 3x0 no jogo de volta).

Torcida[editar]

Possui a menor torcida do futebol sergipano (*), que incluem ladrões, marginais, pobres e drogados em geral. O Confiança seria mais se destaca pela sua torcida ignorante que realmente pensa que o time é bom, sempre lotando os mais de 20 lugares disponíveis no Batistão, gritando que o time é bom, arrancando risadas da torcida adversária.

Estádio[editar]

Teoricamente é o Estádio Proletário Sabino Ribeiro, mas nunca joga por lá, preferindo jogar na privada do governo, o estádio Ricardão. Por falar em lixo, o Governo de Sergipe antes de 2014 enviou uma carta para a CBF, na esperança que o estádio recebesse jogos da Copa do Mundo de 2014. Como Sergipe não possui meios de comunicação, a carta foi de asno (o maior meio de transporte do estado) até a Bahia para que de lá fosse levada para o Rio de Janeiro. Mas para entrar na Bahia, um sergipano precisa de um certificado de pedigree para provar que é adestrado. A carta chegou a CBF e tirou muitas risadas de Ricardo Teixeira e amigos.

Hino[editar]

Quem é o perdedor dos perdedores,
Que no gramado só sofre pra caralho,
É a Desportiva Desconfiança,
Dos operários tem o nome de ser pra sempre Série C,
Sua bandeira com alvi-anal,
Sou Desconfiança em pra sempre perdedor,
Teu sofrimento continuará,
Outros vexames,
Iremos conquistar,
Essa é a realidade, porra!
Quem foi sofredor sempre é freguês.

Títulos[editar]

  • Campeonato Sergipano, sendo metade deles jogando sozinho: 20(1951, 1954, 1962, 1963, 1965, 1968, 1976, 1977, 1983, 1986, 1988, 1990, 2000, 2001, 2002, 2004, 2008, 2009, 2014 e 2015)
  • Subir pra Série C (2014)
  • Passar raspando no acesso à Série B (2015)
  • Fugir do rebaixando após passar 17 rodadas no Z-2 da Série C (2016)
  • Rebaixar o América de Natal