Associação Sportiva Sociedade Unida

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Associação Sportiva Sociedade Unida
Escudo do ASSU.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Associação Sportiva Sociedade Unida do Pleonasmo
Origem link={{{3}}} Rio Grande do Norte - Assu
Apelidos Assuado
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote camaleão (cada dia uma cor)
Torcedor Ilustre
Estádio Edgarzão
Capacidade 4.000 testemunhas
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador Cocó Rolamentos e Vida Hospitalar
Time
Material Esportivo ERK
Liga Campeonato Potiguar
Divisão Série A
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Cquote1.png Eu entendi a referência! Cquote2.png
Capitão América sobre a sigla ASSU em relação à cidade de Assu

Associação Sportiva Sociedade Unida, o ASSU, é um time secundário de pebolim do interior do Rio Grande do Norte. Convenhamos que o nome do time ficou uma grande merda, misturando português com inglês e não fazendo o menor sentido (associação de uma sociedade unida? Que grande bosta de pleonasmo) já que visivelmente tentaram forçar uma sigla para resultar no nome da cidade de Assu, uma palavra que significa porra nenhuma.

História[editar]

Fundação[editar]

Respeitando a tradição amadora com a qual o time para sempre se comprometeria em ser, o ASSU foi criado às pressas no ano de 2002. Naquele ano a federação potiguar chegou à conclusão de que só haviam meia-dúzia de times no estado, e que precisava de mais porcarias para inflar o seu campeonatinho estadual irrisório. Numa vasta campanha ridícula, vários timecos amadores foram chamados a serem profissionalizados às pressas para compor o campeonato, caso do ASSU, o que explica a sigla ridícula que compõe o nome do time. Claro que nos seus primeiros anos de participação no estadual nos anos de 2002, 2003 e 2004 o seu desempenho foi pífio, afinal mesmo sabendo a baixíssima qualidade do futebol potiguar, não é para tanto de permitir que um time montado às pressas em regime amador se dê bem. Não foi rebaixado nesses anos porque era considerado time café-com-leite.

Só 2005 veio a verba da prefeitura, que viu nesse timinho a oportunidade ideal de lavar uma boa grana. Contratando jogadores de renome mundial, como Tonico Corta-Toco do Lokomotiv Tashkent, chegou na semi-final do estadual onde até ganhou o primeiro jogo contra o América de Natal em pleno Machadão, mas aí tomou um 3x0 dentro de casa para relembrar a todos que time pequeno não faz milagre.

Série C[editar]

Graças ao desempenho no estadual de 2005, ganhou naquele ano o direito de participar da primeira Série C nacional de sua história. Infelizmente ninguém sabe contra quem jogou, muito provavelmente contra times do Acre o que explica o sumiço dos registros. O que se sabe é que esse time ridículo sequer chegou perto do acesso.

Título estadual[editar]

O ASSU orgulha-se de ter sido o campeão do pior campeonato potiguar de todos os tempos. Num ano em que ABC e América estavam pior que o Íbis ambos matando cachorro a grito, os times do interior se aproveitaram da situação. Para se ter uma ideia o ASSU chegou na final para jogar contra o Potyguar Seridoense, então qualquer semelhança com aquele torneio amador do seu bairro não é mera coincidência, visto que um público de 2.464 para uma final dentro de casa é tão ridículo que fica até difícil zoar o ASSU.

Copa do Brasil e desistência na Série D[editar]

Graças ao título estadual de 2009, ganhou o direito de disputar a Copa do Brasil e a Série D daquele mesmo ano. Na Copa do Brasil foi sparring para o Atlético Goianiense, não passando da primeira fase.

Quanto à Série D, o ASSU e mais 4 times potiguares desistiram da vaga por confessarem serem times desgraçados de pobres incapazes de pagar passagens de jogadores para jogar no Acre.

Decadência até rebaixamento[editar]

Depois do título de 2009 o ASSU só jogava estadual, e em 2014 com a incrível marca de 5 derrotas, 1 empate e nenhuma vitória, é condecorado como um dos piores times de todos os tempos, mas ainda foi chamado para um duelo contra o Palmeira de Goianinha para decidir quem era o pior de todos, e o ASSU venceu, conquistando a vaga inédita na segunda divisão estadual.

Campeonato Potiguar de Futebol 2017[editar]

Eventualmente o ASSU voltaria para a primeira divisão estadual depois de chafurdar nas cidades mais esquisitas do itnerior potiguar na série B do estado em 2015. Admitindo sua inferioridade, passaria a disputar os estaduais com o objetivo de não rebaixar, e sendo assim, em 2017 faria a sua campanha medíocre, sendo goleado pelo ABC mas fugindo do rebaixamento, e tudo levava a acreditar que em 2018 seria a mesma merda. Mas então a torcida, diretoria e time são surpreendidos quando o Globo FC que disputava a Série D conquista o acesso para a Série C, abrindo uma vaga para um time semi-amador qualquer. A ideia era chamar o Potiguar de Mossoró que é bem acostumado a ser humilhado em Série D, mas a vaga foi cedida ao ASSU, como punição pela desistência de 2009, agora será obrigado a jogar a série D de 2018 e viajar para os lugares mais inóspitos do Brasil (e obrigar outros times a visitarem a inóspita Açu).

Títulos[editar]