Ataleia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Ataleia
"Latinha mas acabou."
Braza.jpg
Aniversário 31 de dezembro de 1943
Fundação Ainda não foi fundada é fudida.
Gentílico Ataleense, pobrefudido
Lema Fazendo Abaixo-assinado
Prefeito(a) João Batista da Silva Boteco (deve ser primo do Lula)
Localização
Localização de Ataleia
Estado Calamidade Pública
Mesorregião Vale do Mucuri
Microrregião Tiófrotoni
Região metropolitana Rua Governador Valadares do entre os números: 365 e 42 só.
Municípios limítrofes Tiófrotoni e Carlos Chagas o resto é Roça
Distância até a capital Duas léguas espaciais pela Brasil Aparecida. quilômetros
Características geográficas
Área 1.838,384 km²
População 15.322 (cerca de 1.200 trabalham o resto é funcinário da prefeitura) hab. est. IBGE/2008
Idioma Não disponível
Densidade \textstyle D = \frac{m}{V} hab./km²
Altitude Estamos tomando metros
Clima Calor, quenturão semi-infernal.
Fuso horário UTC Sino da igreja .Quando funcinava.
Indicadores
IDH -0.00001 PNUD/2000
PIB R$ 53.893 mil Cruzados Novos IBGE/2005
PIB per capita R$ 3.362,00 (1% ganha 100 vezes mais que isso, e 99% ganha 100 vezes menos) IBGE/2005

Ataleia é uma cidadezinha interiorana do interior que fica no miolo da fronteira com o Espírito Santo Amém; localizada entre Teófilo Otoni e Carlos Chagas (levando-se em conta o asfalto), também faz fronteira com Ouro Verde de Minas, Frei gaspar, e mais algúns finais de Mundo de Minas Gerais.

O povo daqui, na maioria aceita tudo que meia dúzia de imbecís (9 ( nove ) vereadores e um prefeito com histórico de incendiário que existe na cidade) os oferece (impõem) , tornando-se cada dia mais pobre de conhecimento, e de recursos financeiros, mas, auto suficientes quando o assunto é consumo de drogas ou promiscuidade. A cidade está jogada para as traças, e o povo que se acomode em qualquer toco ou parafuso ( para os gays - enorme quantidade - isso já é uma realidade há um tempão ), e sem reclamar ( só reclamamos do que não gostamos), O povo daqui é muito passivo, aceita tudo, ( nem todo mundo, apenas os jovens gays, os maridos gays, os héteros enrustidos, e as mulheres desprovidas de beleza física). É uma espécie de "beco" onde só dá pra sair para ecoporanga (quando o sol estiver rachando). A cidade se destaca como exportadora de mão-de-obra para a Europa (Portugal), principalmente. Fornece também pequenos Menores infratores para a cidade de Ecoporanga, onde estagiam e voltam com um pouco mais de idade para cá pra comandar o tráfico no morro da foice.

Atualidades[editar]

CORNO DETECTED -->> Policias corruptos e assim muitos policias que ta na farda se achão fica mexendo com mulher casada. isso e feio.... ne romario soldado de ataleia mg..... <<-- CORNO DETECTED.

  1. Policiais covardes, ausentes, encurralados pela bandidagem. Bando de cagão, cuzão!
  2. Mude o seu vocabulário [Você já ouviu falar em vocábulo ? eu também não.] agora de acordo com o acordo ortográfico da língua portuguesa falada nos países que foram explorados por Portugueses e um habitado quase que na maioria da pessoas por portugueses nascidos lá em Portugal, não iremos mais escrever o nome de nossa cidade com acento ( Ataléia ), a partir de agora todos escreveremos assim : Ataleia ( isso mesmo, sem acento, o que vai evitar muitos erros de português, assim com a trema que não era usado por quase ninguém, muita gente acha que trema vem do verbo tremer.
  3. Ataleia conta com uma frota de 300 moto-taxistas, cerca de doze pra cada habitante, e com uns vinte e nove "carro-taxistas" que aproximam nossa população de uma civilização mais evoluída ( Tiofrotônio) por um preço de dez reais (isso em 2009) hoje o valor do assalto é R$ 18,00, eles concorrem com uma viação ( entendam como quiser) que tem uma rodoviária ( entendam com quiser),e que não tem um preço certo para cobrar como passagem, um dia tá sete, outro dia tá doze, outro dia tá dez, e assim vai indo, de forma precária, mas vai.

Eventos[editar]

  • Ataleense Ausente: Não tem dia pra acontecer, geralmente serve para o pessoal mais ou menos voltar pra cidade, e ir mostrar uma roupa mais ou menos que comprou na Tanure,na Passo a passo, ou em qualquer outra loja menos famosa da cidade por um preço absurdo, se comparado com o seu salário. Serve também pra gente ver gente feia nas ruas, pra rever aquele pessoal que comprou fiado e não pagou na festa passada e pra comentar da vida dos outros.
  • Festa do Padroeiro: Normalmente acontece em 6 de agosto mas a última que me lembro foi a que teve Anjinho e seus teclados.
  • Sexo ao vivo: Acontece sempre que os donos da praça ( mendigos ), estão lá, é uma suruba doida, menage, cangurú perneta, cabra cega... vale tudo, inclusive dar umas bicuda em Jamirão ( patrimônio da cidade ), pra proteger a parceira. É uma vergonha, mas quem sabe é uma maneira de promover o turismo, ou chamar atenção do (s) prefeito (s) para a conservação das praças que, realmente era uma praça na época do primeiro mandato de Baú.
  • Boi no Rolete: Acontece anualmente todo ano que tem 365 dias, a festa de 2008 está acontecendo desde novembro/2008, acontece na sede campestre do sindicato rural, essa festa serve para o pessoal que nunca andou á cavalo dê uma de jóquei, exibindo uma bota até o joelho, e provando pra todo mundo que é absolutamente possível dirigir com uma latinha de cerveja na mão,
Wellcome to Ataleia
  • São João: Ocorre todo 24 de junho, na ocasião comemora-se o aniversário do atual ex-prefeito da cidade, Serve pra deixar o povão bêbado, pra aumentar a inadimplência nas lojas de roupa para promover um ou outro puxa-saco e pra estimular o consumo de álcool entre jovens e cornos.
  • Aniversário da cidade: analmente comemorado no dia 31/12, são três dias de festa, geralmente conta com uma banda boa e duas merdas que não tocam nada, serve pra colocar a fofoca em dia, pra aumentar a taxa de natalidade entre adolescentes do sexo feminino e promover o tráfico de drogas na cidade.
  • Sarau : Uma festa que tem entre outros objetivos (de maior importância que não deverão ser citados aqui), tornar mais light a saída dos jovens enrrustidos do armário através de dancinhas e fantasias que deixam esses jovens do sexo masculinho ou não, bem à vontade para soltar a franga, rebolar e dar ré em kibe, eles juram que é só atuação, mas alguns convencem bem demais, nada contra. Um outro objetivo é tentar aprovar aquela meia dúzia de aluno que ninguém aguenta mais ver na escola, dando a ele a quantidade de pontos necessárias para que ele se escafeda da escola, serve ainda como desculpa para rolar aquela paquera entre jovens nos arredores da creche, fundos da escola e na rua que vai pra João buteco, mas isso ninguém percebe por que estão todos lá para assistir ao Sarau.
  • Eleições: Serve para todos os cidadãos serem receberem o diploma de "bestas quadradas" ( algumas cúbicas), concedido pelos atuais governantes antes de deixarem o cargo, época ideal para ser amigo de grandes fazendeiros, para receber "tapa na costas", para dar aquele abraço nos nossos amigos do peito, para sentar e poder conversar abertamente sobre o problema de um telhado lá na minha casa... Uma espécie de primavera de boas ações. Todos são santos, os melhores, porém com data certa para terminar, normalmente no início do mês de outubro. E em Janeiro diplomamos nossos representantes com um salário absurdo, e somos diplomados com uma carroça imaginária para puxarmos durante o próximo quadriênio, e uma linda touceira de capim para degustarmos enquanto eles se fartam com o dinheiro dos nossos impostos.

Escolas[editar]

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Ataleia.

Ataleia conta com quatro escolas estaduais que hoje são formadoras de cidadãos sem consciência política e social o que tornarão muitos deles marginais semi-analfabetos.

Normalmente a criança chega sem instrução, chamando a professora de tia, desenhando casinhas, trazendo presentes para a tia, o que é comum em qualquer lugar do mundo. Depois começa a se entrosar com os coleguinhas mais velhos e repetentes, nesse momento vão diversificando seu vocábulário aumentando o número de palavrões ditos por minuto e mudando a forma de se relacionar com professores, cantineiras, diretores e outros funcionários da escola.

A partir daí começam a perceber que respeitar o professor é errado, que por mais que o ofenda nunca vão ser punidos, pois suas mães os veem com criaturas santas, incapazes de proferir palavras tão torpes ao mestre professor (na prática eles sabem que o professor, as cantineiras e os funcinários são mandados do diretor, e o diretor se submete ao voto da mãe dos alunos para permanecer longe das salas de aula, ganhando o seu dinheirinho suado sem maiores complicações, fechando um ciclo de atraso de vida em nossa sociedade).

Mas isso não é só culpa da escola é culpa da cultura dessa gente, os pais não querem saber como andam seus filhos na escola, por que foi assim que os pais deles fizeram com eles, então isso vai passando de pai pra filho em forma de piada que teria bem mais graça se não fossem o retrato de sua ignorância transmitindo essa falta de amor próprio desde a infância.

Os alunos chegam ao Normal sabendo apenas ler e escrever, além de assinar o próprio nome, incapazes de fazer uma dissertação, ou realizar uma prova bem sucedida num concurso público.[1]

Política[editar]

Política é o que rege nossa cidade, é uma festa... não são poucas as cenas testemunhadas por muitos de nós, simples mortais que não são à prova de bala, nem de voto. Época em que todos se confraternizam se tornam mais hipócritas do que o de costume, tudo mundo é igual, bebem no mesmo copo aquela branquinha saborosa, visitam os mais humildes, levando balas, santinhos, camisetas e quando dá, uma "oncinha" só pra tranquilizar e contabilizar virtualmente mais um voto na urna. São meses muito divertidos, onde todos filosofam ( jogam conversa fora ),sobre como melhorar a cidade, muitas promessas, muitas soluções para nossos problemas tudo é mais fácil... Até a data da votação; Um clima fraternal envolve a cidade, capaz de juntar num mesmo lado, inimigos declarados que todos sabemos que estão unidos por um objetivo: O Poder ( Para continuar Phodendo com os outros nos próximos quatro anos... He! he!). Quantos cabos eleitorais que dão o sangue pelo candidato e que depois que a política passa a gente vê aí jogado, ao léu... O povo cada dia mais ignorante, se dividem em dois grupos se provocando, defendendo um candidato que muitas vezes nem sabe o por que é candidato, daí o tempo passa, tomam posse e os dois lados formados se unem novamente para politicar, sempre omissos. Não cobram e não aprenderam a cobrar, lembrem-se do que vivemos até 2004. Quem governa a cidade é o 10 Eleito pela parte consciente da cidade, a parte que gosta de uma boa administração, que está acostumada a pedir o peixe e não aprender a pescar, a maioria.

Geografia[editar]

Ataleia tem quatro distritos:

Pimpolho, logo após os papais dizerem que ele nasceu em Fidelândia Cquote1.png Só acontece comigo! Não tinha outro lugar pra nascer, não? Cquote2.png
Meio de transporte mais usado em Tipiti "tração nas quatro" Poderosos.
Mister Novo Horizonte, Homem mais bonito da cidade".
Miolo de São Miguel".
  • Fidelândia: É o menos mais ou menos dos quatro, exceto no crescente estado de megalomania de algúns de seus moradores "autonotáveis" e "inguinorantes" que afirmam que Ataleia é cerca de três porrilhões de anos-luz mais atrasado que Fidelândia. O Distrito é povoado basicamente por três sobrenomes. Lá não pega celular, não existe internet, não tem ar condicionado e não tem banco. Só tem a Copasa e a Cemig, tem também o Reginaldo Cibrão, o "descobridor" de Fidelândia, Cibrão, Córrego dos Velhacos e grotas adjacentes; é um ilustre cidadão que comprovou a existência desses lugares no Google Earth e no site Panorãmio por meio de fotos, revelando assim toda a exuberância de Ataléia e suas protuberâncias. ( "rima péssima!")
  • Tipiti: Esse lugar é feio. Quando chove ninguém vai para lá, e quando não chove também não. Disputa com o quarto distrito o troféu "Ô lugarzinho feio", troféu muitas vezes ostentado por Fidelândia. Lá chove três dias por ano, o distrito que vivia da pecuária, agora estuda seriamente a possibilidade de focar todo os seus esforços na implantação de um clube de tiro ao alvo com o que está sobrando de gado por lá, já que eles não tem o que comer e não são carnívoros, pelo menos com tanta seca e fome ficaria mais fácil de acertá-los com uma 12.
  • Novo Horizonte: Lugar quente, e reduto eleitoral de um certo ex-presidente da câmara que não mora no município e talvez por isso, "levou fumo" nas eleições de 2008. Tem duas ruas, um campo de futebol, e muita, mais muita poeira e buraco pra chegar até lá. Conta ainda com um ônibus que trás duas, ou três vezes por semana os aposentados para pegar a merreca do governo, lembrando que já vem descontando o valor dos empréstimos consignados efetuados por empresas de índole duvidosa, mas que graças à Deus já estão fechando as portas, já que não existe um velhinho nessa cidade que não tenha feito um empréstimo pra comprar uma ou duas vaquinha e agora que as vaquinhas morreram por causa da seca eles estão P. da vida.
  • São Miguel: Ao dado de Onde Judas Perdeu as Botas. Tem uma escola, um posto de saúde e ao exemplo da Seleção Brasileira de Futebol, também persegue o "Hexa", numa disputa ferrenha com Tipití pelo troféu "Ô lugarzinho feio". É o reduto do astro Manoel Jack, cantor intérprete dele mesmo e compositor que se iguala à Banda Fortaleza, Solteiro e Seus Teclados, e outros "artistas talentosos" da cidade, incluindo a mania do momento: Cidoca & Zé Monareta, que animam as noites no Forrozão da Pedra do Bode. É um distrito que de tão pobre merece o título de miserável, ninguém quer ir pra lá, é uma espécie de Guantánamo piorada, já que não se pode entrar ou sair de lá simplesmente por que o Obama quer, depende muito do senso de humor de São Pedro.

Comércio[editar]

O comércio da cidade depende dos aposentados dos distritos e da prefeitura que decide se o comerciante vai conseguir pagar as contas ou não, pagando os funcinários em Dia. Os fazendeiros costumam dizer que eles é quem trazem o progresso para o município, mas a maioria não passam de latifundiários retardados, e que nos envergonham usando roupas cafonas, praticando Agiotagem, jogando na mega-sena que está acumulada à três meses dizendo que o seu sonho é ficar rico, ou simplesmente traindo sua patroa com aquela galinhazinha jovem que começou a se prostituir, e só tá dando pra eles por causa do dinheiro. A cidade conta com duas agências bancárias: O Bradesco e o Bancoob, mas se você não é fazendeiro, nem vive na aba de algum deles, não conte com um atendimento VIP (e nem um decente), contente-se com o atendimento VUP (do inglês: very unimportant person) ou o mais usado pelo banco o VUPD (do inglês: very unimportant person or dog). Os caixas eletrõnicos 24 horas, dia e noite, sete dias por semana e trinta por mês, funcionam de segunda à sexta em horário comercial das dez da manhã à quatro da tarde, exceto na segunda e na quarta onde eles tentam se conectar ao servidor central para manutenção, e nas terças e quintas devido à algúm problema técnico, e nas sextas-feiras não funcionam por que algúm funcinário estava ocupado demais para sair e deixar eles ligados. isso por que ainda não falamos dos encargos, taxas, tributos e outras "coisas que ninguém consegue entender" praticadas por entidades como essa, ( como você também ) Ataleia tem quatro farmácias , número muito contestado, uma vez que alguns contam butecos como farmácias, além da prefeitura que também viabiliza medicamentos para o povo.

Aqui tem[editar]

A cidade ainda conta com:

  • MUITAS LOJAS DE ROUPAS:Mais de oito mil lojas de roupas.
  • HOSPITAL:que quase fechou em 2008, e que em 2009 vai contar com um veterinário ocupando o cargo de clínico Geral.
  • AEROPORTO: Tendo sua instalação física situada acima do alto da copasa, entre a varanda da casa de São Pedro o cafundó do judas e o antigo lixão municipal (lixão esse que hoje só é vizinho do Senhor Zé do Radio), muito utilizado pelo único monte de ferro que consegue voar aqui na cidade, e pilotado pelo fazendeiro e quase prefeito um dia, Dionê Lacerda. Um local com duas funções, quando tem avião é aeroporto, quando não tem é fumódromo maconhista, ou depósito de camisinha devido ao aumento de relações sexuais dentro de carros automotivos que sobem a serra na calada da noite, e muitas vezes são apedrajados por moradores revoltados querendo tirar uma também.
  • PEDREIRA: Na verdade é o motel público noturno da cidade, lá que os filhinhos de papai, vão para dar umazinha com as marias-gasolina e algumas patricinhas que vão só para conhecer o lugar e depois de nove meses apresentam o resultado da visita ao mundo.
  • ACIA: Associação Comercial que não consegue unir comerciantes na sua maioria desinteressados pelo significado da palavra cooperação.
  • COMPLEXO AQUATURÍSTICO: É o mais antigo complexo "aquaturistico pluvial" da região: o AREIÃO(também conhecido como motel diurno-vespertino de difícil acesso), que durante o ano todo reúne a nata da pobreza ataleense para celebrar o assoriaemento do nosso rio, pra fumar um back,

pra descolar uma relação sexual com a "trinca-pau" ou suas descendentes, ou só pra curtir uns troção de bosta pedindo passagem do lado da gente.

  • AESA: Monopoliza a única piscina pública da cidade, onde se encontram nos finais de semana a nata burguesa de nossa sociedade para sentar e curtir uma cervejinha (nem sempre pagando, nem a cervejinha nem a mensalidade ),jogando conversa fora, com duas quadras que poderiam ser melhor aproveitadaswww

Ligações externas[editar]

  1. Confira nosso desempenho no ENEM de 2008 http://mediasenem.inep.gov.br/resultado.php